sábado, 8 de setembro de 2012

Psiu! Eu tenho um recadinho para você


Se houvesse 2 prateleiras diante de você, uma à esquerda e outra à direita, você saberia separar ali o que foi - ou não - importante na semana que passou?

Quanta coisa a gente ouviu, e quanta gente falou e falou... tudo ao mesmo tempo junto. Você conseguiu (ou quis) ouvir aquilo tudo?

As mensagens na web, o MP3 alto, os noticiários 24h, a super oferta da TV LCD e o celular que não para.

O hábito dos ruídos, e a imensa profusão de apelos visuais, auditivos e sensoriais nos atinge em todos os lugares, e arrisco aqui a dizer que, em certa medida, atrapalham nossa qualidade de vida.

Talvez por isso nosso 'eu - de tempos em tempos - nos peça:

- Psiu... silêncio, por favor.

E nessa hora é bom procurar ali, num recôndito da alma, a presença absoluta do Pai.

Ele é um manancial inesgotável de tranquilidade, com águas puras e límpidas, que trazem bênção e afastam a ansiedade.

Tenha hoje a disposição de parar um pouquinho para desfrutar da companhia do Pai Eterno. Exerça sua fé - ainda que pequena - para receber paz e respostas para tudo o que precisar.

E aí vai o recadinho: esteja certo que um momento a sós, conversando com Deus, vale mais do que toda informação que o mundo comum possa lhe trazer.

 "Por isso, vos digo que tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis e tê-lo-eis" Mateus 11:24

E aconteceu, no dia seguinte, que, descendo eles do monte, lhes saiu ao encontro uma grande multidão; E eis que um homem da multidão clamou, dizendo: Mestre, peço-te que olhes para meu filho, porque é o único que eu tenho [...] E todos pasmavam da majestade de Deus. E, maravilhando-se todos de todas as coisas que Jesus fazia, disse aos seus discípulos: Ponde vós estas palavras em vossos ouvidos, porque o Filho do homem será entregue nas mãos dos homens. Mas eles não entendiam esta palavra, que lhes era encoberta, para que a não compreendessem; e temiam interrogá-lo acerca desta palavra. (Lc 9:37-45)

... E, quando se aproximou dos discípulos, viu ao redor deles grande multidão, e alguns escribas que disputavam com eles. E logo toda a multidão, vendo-o, ficou espantada e, correndo para ele, o saudaram.[...] Porque ensinava os seus discípulos, e lhes dizia: O Filho do homem será entregue nas mãos dos homens, e matá-lo-ão; e, morto ele, ressuscitará ao terceiro dia. Mas eles não entendiam esta palavra, e receavam interrogá-lo. (Mc 9:13-(23)-32) 

Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. (Sl 19:1)

Fonte: Portal Melodia

Por Litrazini


Graça e Paz


Nenhum comentário:

Postar um comentário