quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Descansar... Por quê?


O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta. Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranquilas; [...]e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver. (Salmo 23.1-6)
Descansar da carga de um deus pequeno. Por quê? Porque achei o Senhor.

Descansar de fazer as coisas do meu modo. Por quê? Porque o Senhor é o meu Pastor.

Descansar das necessidades infindáveis. Por quê? Porque nada me faltará.

Descansar das fadigas. Por quê? Porque Ele me faz descansar.

Descansar da preocupação. Por quê? Porque Ele me conduz.

Descansar do desespero. Por quê? Porque Ele refrigera a minha alma.

Descansar da culpa. Por quê? Porque Ele me guia pela vereda da justiça.

Descansar da arrogância. Por quê? Por amor do seu nome.

Descansar do vale da morte. Por quê? Porque Ele me leva através dele.

Descansar da sombra da aflição. Por quê? Porque Ele me guia.

Descansar do medo. Por quê? Porque a sua presença me conforta.

Descansar da solidão. Por quê? Porque Ele está comigo.

Descansar da vergonha. Por quê? Porque Ele preparou para mim uma mesa na presença dos meus inimigos.

Descansar dos meus desapontamentos. Por quê? Porque Ele me unge.

Descansar da inveja. Por quê? Porque meu cálice transborda.

Descansar da dúvida. Por quê? Porque Ele me segue.

Descansar da saudade. Por quê? Porque habitarei na casa do meu Senhor para sempre.

E amanhã, quando, pela força do hábito, você pegar de volta a sua bagagem, largue-a de novo. Deponha-a outra vez e novamente, até aquele doce dia em que você descobrirá que não a está pegando de volta.
E naquele dia, quando você sentir a carga suspensa, quando houver dado um passo no sentido de viajar sem bagagem, quando tiver energia para ponderar sobre os mistérios da vida, faça-me um favor. Caminhe pelo saguão e vire à esquerda. Espere a sua vez atrás das cordas vermelhas. Dê uma boa e longa olhada na Mona Lisa, e diga-me: o que há de especial nela, afinal?

Lendo o livro Aliviando a Bagagem de Max Lucado, me deparei com uma forma especial e diferenciada de meditar no Salmo 23, por isso transcrevi acima, pois o que é bom deve ser compartilhado.

Por Litrazini

Graça e Paz




Nenhum comentário:

Postar um comentário