segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Vida com ou sem Deus? Você escolhe!


Deus fez o homem para viver eternamente, isto é, nunca morrer. Mas o homem falhou, pecou e tornou-se mortal. Infelizmente o homem estragou o plano inicial de Deus e agora... Hebreus 9.27: “E, como aos homens está ordenado morrer uma só vez, vindo depois disso o  juízo”.

O juízo que vem depois está bem descrito, por Jesus Cristo, em Mateus 25.31 a 46, é uma clara separação entre dois grupos de diferentes pessoas. São dois destinos eternos.

O primeiro é de Vida Eterna COM Deus  

Dentre os textos bíblicos que atestam a vida eterna (céu) para os salvos em Cristo Jesus, vale destacar:

“Então dirá o Rei (Jesus) aos que estiverem à sua direita: “Vinde, benditos de meu Pai; Possui por herança o reino que está preparado desde a fundação do mundo” Mateus 25.34. Os salvos, colocados à direita, são as ovelhas do aprisco de Jesus;

“Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens” João 10.9 

O segundo é Vida Eterna SEM Deus:

“Então dirá aos que estiverem à sua esquerda. Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e os seus anjos!” Mateus 25.41. Esta pode ser uma dura doutrina da Bíblia. Mas é verdadeira! Os perdidos, os que não são do aprisco do Senhor, herdarão, tristemente, o castigo eterno.

Veja o final do Juízo em Mateus 25.46: “E Jesus concluiu assim: E irão estes para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna”.  Também há muitos textos bíblicos que falam deste castigo eterno.

Seria Deus injusto ao propor esta separação? Não. Ele criou o homem para ser imortal e feliz.

O homem escolheu, e vive escolhendo, desobedecer. Portanto, Ele será fiel e justo ao recompensar os homens com o fruto da sua justiça. Cabe ao homem buscar, através de Jesus, a salvação eterna. Ele não precisa ter medo do Inferno. Ele precisa crer na salvação em Jesus.

Todavia, ninguém consegue viver sem ouvir a opinião de outras pessoas. Então perguntamos: o que fazer?

A solução é seguir os conselhos da Bíblia:

Escolhendo bem as companhias:

ICoríntios 15.33 nos recomenda que andar em boas companhias evita problemas: Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.

Escutando os conselhos dos justos:

Provérbios 24.6 orienta: “Porque com conselhos prudentes tu podes fazer a guerra; e há vitória na multidão dos conselheiros.”.

Já em Provérbios 12.5 encontramos: “Os pensamentos do justo são retos; mas os conselhos do ímpio são falsos.”

Buscando a resposta e o conselho de Deus:

Josué esqueceu de buscar o conselho do Senhor e foi enganado pelos Gibeamitas: “Então os homens de Israel tomaram da provisão deles, e não pediram conselho ao Senhor.” Josué 9.14.

Salmos 25.14 garante: “O conselho do Senhor é para aqueles que o temem, e ele lhes faz saber o seu pacto.”

Como diz o meu Pastor, viver sem Cristo, até dá, mas morrer sem Ele não dá, porém a decisão de viver ou morrer com ou sem Cristo é nossa, é individual, é minha e sua, todavia, as consequências dessa escolha são imutáveis e poderá ser terrível, pois determinará o lugar que Jesus nos colocará.

De que lado Jesus irá colocá-lo?

Litrazini:
http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz




Nenhum comentário:

Postar um comentário