quarta-feira, 6 de março de 2013

UMA ORDEM BEM CLARA


“Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam; porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos” (Atos 17.30-31)

O versículo acima nos coloca diante de uma poderosa proclamação: uma das ordens de Deus. “Deus… a todos os homens, e em todo o lugar”. De forma alguma isso é uma sugestão, um pedido de favor, ou um conselho que se possa recusar.

O Criador anuncia (ou ordena, em outras versões). E quando Deus ordena, o mínimo que podemos fazer é obedecer total e imediatamente.

Arrependimento é uma palavra rara hoje em dia. Significa aceitar o veredito de Deus sobre nós e nossos atos e voltar para Ele com a disposição de obedecê-Lo em tudo. Agora muitos pensam que por viver uma vida decente, e por fazerem o que é certo não têm do que se arrepender.

Quando Deus ordena que todos se arrependam, ninguém, por mais correto que seja, deve se excluir, pois não há como satisfazer Suas santas ordenanças.

No dia “em que com justiça há de julgar o mundo” teremos surpresas terríveis, pois até nossos mais piedosos atos serão totalmente expostos à luz divina e veremos o que estava por trás deles. Além disso, sem arrependimento não há salvação.

Mas do que devemos nos arrepender para sermos salvos?

É um erro bastante comum pensar que temos de nos arrepender somente do que fazemos de errado. Temos de nos arrepender de nossa independência de Deus, essência da natureza herdada de Adão.

Vivemos satisfazendo nossa própria vontade todo o tempo. Excluímos Deus de nossa vida; alguns declarada e conscientemente; outros de maneira bem sutil. Até o que fazemos “para Deus” na verdade, quando analisado à luz da Bíblia, pode ser apenas uma manifestação da nossa vontade, do que achamos bom, e não um ato de obediência.

Deus anuncia que nos arrependamos do que somos.

Pecadores perdidos é o Seu veredito sobre nós. E como pecadores precisamos de um Redentor; como perdidos, de um Senhor.

Precisamos do “homem que (Deus) destinou”: o Senhor Jesus Cristo. E por meio do arrependimento e da fé nEle podemos nos aproximar de Deus.

Extraído do Devocional Boa Semente

Por Litrazini

Graça e Paz

Um comentário:

  1. muito obrigado por esse maravilhoso blog
    pb. e cantor cristiano calisto
    www.cantorcristianocalisto.com

    ResponderExcluir