quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Deus continua à procura de Verdadeiros Adoradores



Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque Ele ama a tais que assim o adorem.(João 4.23) 

Pare! Olhe à sua volta!!
Você está vendo?
Está respirando?

Esse já é um grande motivo para ser um verdadeiro adorador! 

Deus faz coisas tremendas em nosso meio, enquanto o adoramos!!

Quando estamos rendidos em adoração ao Pai Celestial, somos tomados por um sentimento tão forte que não encontro palavras para expressá-lo; a sensação é que o peito vai explodir, lágrimas rolam pela face, um momento sublime e insubstituível de renovo e restauração. Deus, então, realiza um momento impar em nossas vidas; vem o quebrantamento, cura física, emocional, cura interior, libertação; fortalezas vão sendo destruídas; entramos em um processo de purificação, santidade e, de transformação de caráter.

Tudo muda! Atos, conduta, modo de viver, maneira de ser, surge uma nova criatura!

Para ser adorador, tem que existir mudança através do agir do Espírito Santo de Deus em nós.

Uma das maiores estratégicas que Satanás está usando para deter a Igreja é fazer com que ela não entre na dimensão do poder que Deus já decretou através de Jesus Cristo.

Satanás emprega toda a tática possível para manter a Igreja afastada da vida de adoração.

Engraçado, tenho a impressão que não se fala mais em adoração, será que ficou fora de moda?

Agora pois assim dirás a meu servo, a Davi: Assim diz o Senhor dos Exércitos: Eu te tirei do curral, de detrás das ovelhas, para que fosses chefe do meu povo Israel."  (ICr 17.7)

Deus se agrada daquele que o adora. Todos perseguiam a Davi, mas ele sempre foi vencedor, porque Deus estava com ele e ele com Deus, ele tinha intimidade com o Senhor.

Davi não era conhecido por ninguém. Vivia entre as ovelhas, mas Deus o conhecia. Deus estava com ele e ele confiava, nunca temendo. Lutou contra o leão e o urso, salvando as ovelhas de suas garras (I Samuel 17.37). Sabia que Deus estava com ele. Quando se colocou diante do gigante Golias, não via um gigante, nem suas armas.

Ele era um adorador, tinha certeza e absoluta convicção que aquela luta não era dele, mas que o Senhor dos Exércitos lutaria por ele. Davi a venceu (I Sm. 17.50). Davi amava a Deus e O adorava. Porque era um adorador, ele vivia sempre uma vida de vitória e Deus o amava pela sua fidelidade.

“Porém o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para sua altura, porque o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o Senhor olha para o coração” (I Sm 16:7)

Deus não está preocupado com o formato, Ele está olhando a atitude do coração. Não podemos impressionar a Deus com nossas performances, nossas músicas, nossos dons e talentos, porque foi Ele mesmo quem nos concedeu. Ele é o criador de todas as coisas. Ele vê o coração!

Não deixe a indiferença afasta-lo da presença do Pai, adore a Deus em espírito e em verdade e, descanse no Senhor, pois, Ele continua buscando verdadeiros adoradores.

Litrazini:

Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário