sábado, 15 de fevereiro de 2014

Bênçãos não se jogam fora!

Antes de sermos capazes de pedir a bênção de Deus com total confiança, precisamos de uma compreensão clara do que esta palavra significa. Ouvimos as palavras “bênção” e “abençoar” em todos os púlpitos.

Pedimos que Deus abençoe os missionários, as crianças e a comida que estamos prestes a comer. É costume de alguns pedirem “bênção” dos pais ou avós.

Não é à toa que o significado da palavra “bênção” tenha se transformado em algo tão vago e inócuo quanto a expressão “bom dia”.

Não é de admirar que os cristãos de hoje não estejam à busca de bênçãos – não sabem o que significa!

Abençoar no sentido bíblico significa pedir ou conceder um favor sobrenatural.

Ao clamarmos pela bênção de Deus, não estamos pedindo aquilo que poderíamos conseguir pelo nosso próprio esforço. Estamos clamando pela maravilhosa e ilimitada bondade, que apenas Deus tem de conhecer e de nos conceder. 

É a este tipo de riqueza que o escritor de provérbios se refere: “A bênção do Senhor é a base da verdadeira riqueza, pois não traz tristezas e preocupações” (Pv 10:22).

Observe um aspecto fundamental no pedido de Jabez: ele deixou inteiramente nas mãos de Deus a natureza da bênção, onde, quando e como ela seria dada a Jabez.

Este tipo de confiança radical nas boas intenções de Deus para conosco não tem nada em comum com a “doutrina da prosperidade”. Ela prega que você deve pedir a Deus uma Mercedes, um salário milionário ou algum outro sinal exterior que possa significar que você encontrou um meio de fazer seu pé-de-meia através de uma conexão especial com Deus.

Ao contrário, a bênção de Jabez é muito definida: Pede a Deus que ele nos dê exatamente que aquilo que Ele tem reservado para nós.

Quando buscamos a bênção de Deus como valor máximo para nossa vida, estamos nos jogando de corpo inteiro no rio da vontade de Deus, de seu poder e de seu propósito para nós.

Todas as demais necessidades se tornam secundárias diante daquilo que realmente queremos: ficar totalmente imersos naquilo que Deus está tentando fazer em nós, através de nós e ao nosso redor, para a Sua glória.

Permita-me falar-lhe de um legítimo subproduto da busca sincera pela bênção de Deus: a sua vida será marcada por milagres.

Como posso saber?
Porque Deus nos promete, e tenho visto estas coisas acontecerem em minha própria vida! 

Extraído do livro A Oração de Jabez de autoria de Bruce H. Wilkinson

Por Litrazini

Graça e Paz

Um comentário:

  1. Maravilhoso este texto,eu creio que quando buscamos primeiramente a palavra e nos
    envolvemos em meditação diária,Deus nos revela pelo entendimento em nós já despertado qual a sua vontade,para que possamos alcançar a nossa graça de forma aceitável para o SENHOR.

    ResponderExcluir