segunda-feira, 7 de abril de 2014

Bases Bíblicas Do Batismo Com O Espírito Santo

João Batista falou que Jesus batizaria com o Espírito Santo, Mt 3.11: “...Ele vos batizará no Espírito Santo, e em fogo”. O próprio Jesus fez esta promessa, Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias. Atos 1:5; Esta foi a experiência dos apóstolos: At 2.1-4; Pedro disse que esta promessa era para todos os chamados por Deus: At 2.38.

Alguns dizem que esta experiência foi só para o tempo dos apóstolos, que hoje Deus não age mais assim. Mas isto não está escrito em nenhum lugar da Bíblia.

O Espírito Santo é que dá poder. É o "motor" da igreja. Se Deus nos tirasse o motor a igreja ficaria parada. A verdade é que a promessa é para todos os chamados de Deus, como a própria Palavra de Deus afirma em At. 2.38.

A Bíblia relata que após a ascensão de Cristo os discípulos se reuniam regularmente para orar, contando certa vez uma destas reuniões com a presença de cerca de cento e vinte discípulos: At.1.12-15. Sabemos que estavam todos ali na hora em que o Espírito Santo desceu: At.2.1, portanto foram pelo menos cento e vinte pessoas que receberam o batismo no Espírito Santo naquela ocasião.

O próprio apóstolo Pedro explicou o que ocorreu, declarando tratar-se do cumprimento da profecia joelina: “O que, de fato, está acontecendo é o que o profeta Joel disse: (...) Pois Jesus foi levado para sentar-se ao lado direito de Deus, o seu Pai, o qual lhe deu o Espírito Santo, como havia prometido. E Jesus derramou sobre nós esse Espírito, conforme vocês estão vendo e ouvindo agora.”:At 2.16,33

Após este evento, os apóstolos zelavam para que todos os novos convertidos também recebessem o Espírito Santo, orando e impondo as mãos sobre eles:“Os apóstolos, que estavam em Jerusalém, ficaram sabendo que o povo de Samaria também havia recebido a palavra de Deus e por isso mandaram Pedro e João para lá. Quando os dois chegaram, oraram para que a gente de Samaria recebesse o Espírito Santo, pois o Espírito ainda não tinha descido sobre nenhum deles. Eles apenas haviam sido batizados em nome do Senhor Jesus. Aí Pedro e João impuseram as mãos sobre eles, e assim eles receberam o Espírito Santo.”: At 8.14-17.

“Enquanto Apolo estava na cidade de Corinto, Paulo viajou pelo interior da província da Ásia e chegou a Éfeso. Ali encontrou alguns cristãos e perguntou:
– Quando vocês creram, vocês receberam o Espírito Santo? Eles responderam:
– Nós nem mesmo sabíamos que existe o Espírito Santo.(...) 

Aí Paulo impôs as mãos sobre eles, e o Espírito Santo veio sobre eles. Então começaram a falar em línguas estranhas e a anunciar também a mensagem de Deus. Esses homens eram mais ou menos uns doze.” At.19.1-7

Vemos que o batismo no Espírito Santo sempre era ministrado a grupos inteiros de pessoas.

Quando sabiam que havia uma nova comunidade de cristãos, os apóstolos se preocupavam de que estes se tornassem vasos cheios, pessoas completas espiritualmente. O único caso em que apenas uma pessoa foi batizada sozinha no Espírito foi a conversão do apóstolo Paulo: At.9.17.

Muitos afirmam que o novo nascimento e o batismo no Espírito Santo são inseparáveis, isto é, que ao nascer de novo a pessoa já recebe automaticamente a plenitude do Espírito. Porém, ao nascermos de novo nós nos tornamos templo do Espírito Santo, ou seja, Ele passa a residir em nós, 1Co 3.16 diz: “Não sabeis vós que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós?” Todo o salvo em Cristo já possui o Espírito de Deus em si, como diz Rm 8.11: “E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo Jesus há de vivificar também os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita”.

Contudo, isso não significa que ele esteja “cheio” do Espírito. A palavra “batizar” significa: “ato de mergulhar ou submergir alguém em um líquido.” Ou seja, o batismo no Espírito Santo não significa apenas possuir o Espírito dentro de nós, mas também estarmos totalmente envolvidos e mergulhados n’Ele.

Se assim fosse, como Paulo perguntaria aos Efésios se receberam o Espírito Santo quando creram?

E como explicar o fato dos samaritanos já batizados no nome de Jesus não terem recebido o Espírito Santo?

Transcrito Por Litrazini


Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário