sexta-feira, 11 de abril de 2014

DEUS NÃO ESTÁ AUSENTE

Quando o cristão, de Bíblia na mão, examina o cenário mundial, percebe que não adoramos um Deus ausente e que Deus se acha nas sombras da história e que Ele tem um plano. O cristão não se perturba com o caos, a violência, o atrito, o derramamento de sangue e a ameaça de guerra que enchem as páginas de nossos jornais. Sabemos que essas coisas são consequência do pecado e da cobiça do homem, e se estivessem acontecendo outras coisas, teríamos dúvidas quanto à Bíblia.

Todos os dias temos milhares de provas do cumprimento das profecias bíblicas, e sempre que leio meu jornal digo a mim mesmo: "A Bíblia tem razão."

Por mais pressagiado que seja o futuro, o cristão conhece o final do enredo da história. Estamos caminhando para um clímax glorioso, e todos os escritores do Novo Testamento acreditam em que "o melhor está ainda por vir".

Como disse John Baillie, "a Bíblia mostra que o futuro se acha nas mãos de Deus. Se estivesse nas nossas, faríamos tremenda confusão. O futuro não está nas mãos do demônio, pois nesse caso ele nos levaria à destruição. O futuro não está à mercê de qualquer determinismo histórico que nos leve cegamente à frente, pois nesse caso a vida seria destituída de sentido. Mas o futuro se acha em mãos daquele que está preparando algo que 'nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano'."

Disse o salmista: "O Senhor é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O Senhor é a fortaleza da minha vida; a quem temerei?" (Salmos 27:1). 

Conta-se o caso de um menino que viajava sozinho num trem, na Inglaterra. Numa das estações, um cavalheiro idoso entabulou conversa com o menino, seguindo-se o diálogo:
– Está viajando sozinho, meu filho?
– Sim, senhor.
– Até onde você está viajando?
– Até o fim da linha.
– Não tem medo de fazer toda essa viagem sozinho?
– Não, não tenho.
– E por que?
– Porque meu pai é o maquinista.

Não admira que o menino demonstrasse tanta confiança e nada receasse. Seu pai estava no controle da composição, e sabia que seu filho estava em alguma parte da mesma.

Deus, nosso Pai, está no controle do mundo e conhece "os Seus", neste planeta em rebelião.

Conta-se que o secretário de Oliver Cromwell foi despachado ao continente europeu com alguma missão importante. Pernoitou uma vez numa cidade da costa e revolvia-se na cama, incapaz de conciliar o sono. De acordo com costume antigo, um servo dormia em seu quarto e, enquanto aquilo sucedia, o mesmo dormia a sono solto. O secretário de Cromwell, afinal, despertou o homem, que perguntou por que seu senhor não conseguia descansar.

– Tenho grande receio de que alguma coisa corra mal nesta viagem – foi a resposta.
– Senhor – perguntou o criado
– posso fazer uma ou duas perguntas? Deus governava o mundo antes de nascermos?
– Sem a menor dúvida.
– E o governará também depois de estarmos mortos?
– Certamente que sim.
– Nesse caso, senhor, porque não O deixamos governar também o presente?

 A fé do secretário de Cromwell se avivou, daí resultou sua paz de espírito e, em poucos minutos, tanto ele quanto seu criado dormiam profundamente.

A história está marchando para algum lugar. O cristão diz, com Davi: "Nas tuas mãos estão os meus dias" (Salmos 31:15). E sabemos perfeitamente que Aquele que faz bem todas as coisas trará a beleza, extraída das cinzas e do caos mundial.

Um novo mundo está nascendo, e uma nova ordem social aparecerá quando Cristo voltar para estabelecer Seu Reino.

As espadas serão transformadas em ferramentas de lavoura e o leão se deitará ao lado da ovelha. Um futuro fabuloso está à nossa frente.

Extraído do Livro MUNDO EM CHAMAS de BILLY GRAHAM

Por Litrazini


Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário