segunda-feira, 29 de setembro de 2014

CONFISSÃO E PERDÃO

No filme “A procura da felicidade” o ator Will Smith interpreta a história de Chris Gardner, empresário no ramo de corretagem de ações. Para Gardner a procura da felicidade foi um caminho de sofrimento e humilhação, mas ela chegou 'vestida' de uma porta de emprego que ele soube aproveitar muito bem. 

A bíblia garante que a felicidade está em Deus; depende de Deus, mas depende também de nós. Enquanto no filme a conquista da felicidade estava em uma vida financeiramente equilibrada, na vida espiritual essa conquista passa pela confissão de pecado. 

“Feliz aquele cujas maldades Deus perdoa e cujos pecados ele apaga! Feliz aquele que o Senhor Deus não acusa de fazer coisas más e que não age com falsidade” (Sl.32:1-2).

O pior mau não são os males sociais, ou as guerras, ou a violência doméstica (muito embora essas coisas sejam más). O pior mal que pode existir é a ausência de Deus na vida. 

Isaías profetiza e diz: “Vocês estão pensando que o Senhor perdeu a força e não pode nos salvar? Ou pensam que ele está surdo e não pode nos ouvir? Pois são os pecados de vocês que os separam do seu Deus, são as suas maldades que fazem com que ele se esconda de vocês e não atenda as suas orações” (Is.59:1-2). 

O rei Davi considera que enquanto ele não confessou o seu pecado sua vida se tornou pesada demais, suas lágrimas eram constantes, além de sentir que a mão de Deus pesava sobre ele. (Salmo 32:3-4). Mas, no dia em que confessou o seu pecado o Senhor o perdoou imediatamente (v.5). Sentindo-se livre do pecado Davi proclama: “Tu és o meu esconderijo; tu me livras da aflição, Eu canto bem alto a tua salvação, pois me tens protegido”. (v.7).

“Todos vocês que são corretos, alegram-se e fiquem contentes por causa daquilo que o Senhor tem feito! Cantem de alegria, todos vocês que são obedientes a ele!” (Salmo 32:11).

Não seja uma pessoa sem juízo, a felicidade está em Deus e não fora da presença dEle! 

Pr. Luiz Carlos Leite

Por Litrazini


Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário