segunda-feira, 27 de outubro de 2014

DECIDA VENCER!

A arte de viver parece-se muito mais com uma batalha do que com uma dança. Marcus Aurelius

Enquanto estiver vivo, você pode vencer. Quando assumimos uma postura negativa, enxergando mais problemas do que soluções, as coisas pioram. Ao se concentrar nos aspectos positivos da vida, as atitudes melhoram. Logo, as coisas também melhoram.

TRATE A VIDA COMO ELA APARENTA SER, E VOCÊ A FARÁ PIOR. TRATE A VIDA COMO ELA PODE SER, E VOCÊ A TORNARÁ COMO ELA DEVERIA SER.

David Brinkley disse: “Um homem vitorioso é aquele que é apto a construir um firme alicerce para vitória com as pedras que os outros e as circunstâncias negativas atiram sobre ele”.

Ele tem a certeza de que Deus caminha ao seu lado quando se sente cansado e sobrecarregado; Deus o ajuda a resolver quebra-cabeças e oferece-lhe alívio. (Mt. 11.28,29) O o importante é aprender a lidar com as adversidades. Ficar nervoso ou desistir nos faz desperdiçar grande quantidade de tempo ou até a própria vida.

“E se esperamos o que não vemos, é na perseverança que o aguardamos” (Rm.8.25). Por causa da esperança, perseveramos e lutamos por aquilo que desejamos ─ estudar para formar-se, fazer economia para comprar uma casa, trabalhar duro para prover as necessidades daqueles que amamos ─ porque acreditamos na possibilidade da vitória.

Sem esperança, não tentaríamos nada, nem nos empenharíamos, porque sem ela nos faltariam os recursos emocionais e espirituais para aplicar a energia necessária na conquista dos resultados. O desânimo nos leva a cometer erros que não cometeríamos se tivéssemos sido motivados pela esperança.

A vitória pode se tornar realidade. Os conflitos devem produzir confiança para conquistar desafios maiores. Uma atitude positiva pode parecer quase nada diante das dificuldades, mas fará uma enorme diferença, pois mantém acesa a chama da fé que conduz à vitória. O desejo de vencer já é meia vitória.

É verdade que, ao olhar à sua volta, você encontrará sofrimento e miséria. Amaioria fala acerca da violência e da corrupção reinante em todos os segmentos da sociedade. Não são todos os que sobrevivem e se tornam bem-sucedidos. Apesar disso, viver é muito mais do que detectar problemas; é enfrentá-los e pelo menos tentar solucioná-los.

Ser vitorioso é, antes de tudo, acreditar na possibilidade de mudar as coisas e viver a vida ─ Como desfrutá-la. . . Como investir nela. . . Como vivê-la sem tornar-se desiludido. . . Como amar, aprender e sorrir. . . Como estar sempre atrás de novas descobertas, ainda que elas venham com desapontamentos. . . Como reagir diante do fracasso. . . e muito mais.

Diante de nós existem muitas portas. Tentamos por todos os meios abrir as portas da vitória. Quando não conseguimos as chaves ou nos cansamos de tentar abri-las, ficamos frustrados e muitas vezes desistimos. Quem desiste, ao olhar para trás entende que não alcançou muitas coisas porque não tentou mais uma vez.

Com a graça de Deus aprendi uma confortante verdade. Já parei diante de portas fechadas, pensativo ou preocupado. Como abri-las e alcançar a vitória?
Examinei-as; usei minhas chaves e talentos, sem conseguir meu intento. Quando já estava a ponto de desistir e aceitar que o problema era difícil demais para ser resolvido, resolvi tentar mais uma vez.

Entendendo que minhas habilidades não eram suficientes para abrir a porta da vitória, tive a coragem de tentar algo novo e louco. Puxei a porta com força. Para minha total surpresa, a porta se abriu. Deus, como pai amoroso, já havia deixado a porta apenas encostada; ela nunca estivera completamente fechada. Para abri-la, bastava apenas que eu tivesse a disposição e a coragem de tentar.

Ousei acreditar naquilo que não vi ou ouvi e arrisquei. Valeu a pena tentar! Deus havia colocado diante de mim uma porta aberta.Disse Jesus: Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará felicidade. (Jo.10.9)

Aprendi que aquele que DECIDE VENCER, que tem a coragem de abrir as portas fechadas, vai mais longe e alcança o que outros nem sonham. Viva com fé e determinação. Jamais pare de abrir portas fechadas. Torne-se companheiro da esperança.

Quando vitorioso, dê graças a Deus. Quando falhar, olhe as causas da derrota de frente, sem medo. Analise os erros e corrija-os para não cometê-los de novo. Percorra a mesma estrada difícil, mil vezes, se preciso for, até alcançar a vitória. Quando o seu último dia acabar, talvez não tenha realizado tudo o que almejou, mas estará com a consciência tranqüila, pois pelo menos você fez o que lhe restava fazer ― DECIDIU VENCER.

No meu último dia, diante do meu Deus, espero que não me tenha restado nenhum talento para oferecer-lhe; então lhe direi, “Usei todos os talentos que me deste”.

Dr. Silmar Coelho

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz


Nenhum comentário:

Postar um comentário