quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

A SUPREMACIA DE CRISTO

"...Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o Caminho, a Verdade, e a Vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim.".(João, 14.6)

A pior coisa que pode acontecer na vida é descobrir que parte dela foi perdida por causa de equívocos cometidos. Andar com Jesus, seguir constantemente Seus passos, fazer parte de uma Igreja cristã e agradá-Lo com o nosso bom comportamento pode ter muito mais a ver com mera aparência do que com a real cumplicidade.

Ter nascido numa família cristã não faz de ninguém um cristão. Admirar Jesus a ponto de venerá-Lo não é o que faz o verdadeiro adorador. Podemos chegar a formar um fã clube em Seu nome e, mesmo assim, não ser reconhecido por Ele, como Seus servos. 

A forma como nos relacionamos com as Suas palavras e a Sua influência na direção e remodelação do nosso caráter são as chaves para o perfeito relacionamento com Ele.

"Eu sou o Caminho, a Verdade, e a Vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim". O entendimento correto e norteador destas palavras, bem como o seu reflexo em nossa alma, desarmando-a e convertendo-a, determinam diante de Deus e dos homens que tipo de cristão somos.

CRISTO É O CAMINHO.
Ele não está se referindo a uma forma de comportamento, resultante de regras eclesiásticas recheadas de cargas religiosas ritualísticas, sob as quais pesadamente devemos caminhar a fim de agradar determinada denominação, sob o pretexto de agradá-Lo.

Não! Essas coisas, em si, só levam ao engodo da aparência e à insatisfação cristã pessoal e à crise!

Ele está dizendo que é a Estrada para Deus. Como poderia dizer: "Eu sou a Ponte, a Porta ou a Brecha que leva a Deus". É o mesmo que, inversamente, dizer: "sem dispor de Mim, como Caminho, Ponte, Porta ou Brecha... não há como alguém chegar ao Deus que intermédio."

CRISTO É A VERDADE.
Ele está dizendo que é a Única Resposta, a Verdade absoluta que põe fim à inquietude da alma humana, não à curiosidade intelectual do ser humano, como querem alguns.

Só Ele é capaz de, pela Sua Luz, relevar o sentido divino da nossa existência. É exatamente isso o que Ele está dizendo: "Eu sou a Verdade que cala, sou a Resposta final".

Só Jesus nos aquieta diante das incertezas que não param, pois é a Verdade da Fé, inacessível à sabedoria humana, que satisfaz completa e definitivamente!

CRISTO É A VIDA.
Por mais fragilizada que esteja a vida, quando temos Jesus - a Vida, somos espiritualmente intocáveis. Podem até nos roubar o fôlego da vida terrena, mas é d´Ele a garantia de uma vida Eterna que põe fim às nossas dores, todas.

Assim, pela suficiência de Cristo, não há necessidade nem sentido algum acreditar em outra opção para a vida eterna.

Em Cristo, inexiste dívida contra nós, não há carma e nem se faz necessário a reencarnação - Ele é a Vida, não a re-vida.

A salvação, segundo Ele, é pela fé na obra d´Ele, não nas obras que possamos fazer...

Ele nos ensinou que obras são conseqüência, não meio para salvação.

JESUS É O CÉU POSTO PELA GRAÇA, E A VIDA ETERNA, DESCOMPLICADA!

"Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida". A pior coisa que pode acontecer na vida é descobrir que parte dela foi perdida por causa de equívocos cometidos.

O que afinal somos nós? Cristãos?

Rev. Ricardo Vasconcellos

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

Um comentário: