sábado, 31 de outubro de 2015

JESUS É O LÍDER PERFEITO

Jesus é a chave que abre todos os tesouros escondidos do conhecimento e da sabedoria que vêm de Deus (Cl 2: 2b-3; NTLH). Assim, se quisermos entender o que Deus ensina sobre o tema da liderança, precisamos partir do Cabeça, do chefe da Igreja, que é o líder perfeito.

“Vai lavar os meus pés, Senhor?”, questiona um Pedro escandalizado com seu Mestre e Senhor (Jo 13: 6b). O escândalo de Pedro é explicado pelo contexto cultural de seu tempo. Apenas os servos, os escravos da casa, lavavam os pés dos visitantes.

Nessa cena é muito bom saber que Jesus não precisa vestir a máscara da falsa modéstia com a qual tantos líderes cristãos hoje escondem suas lutas internas contra a própria vaidade. “Vocês me chamam de “Mestre” e de “Senhor” e têm razão, pois eu sou mesmo”, diz Jesus (v.13).

É comum a autoafirmação de nossos líderes apoiada em títulos acadêmicos e ministeriais. Desde “doutores”, “apóstolos” até “reverendos” e passando também pelos que se apresentam como “servos”, “criados” e “seu humilde conservo de Jesus”, extremos em que a Igreja apenas revela sua falta de maturidade no uso devido de quaisquer títulos.

Enquanto muitos ostentam ou escondem-se atrás dessas qualificações, a verdade é que a metade dos pastores no Brasil nunca leu a Bíblia inteira uma vez sequer e apenas 20% dos demais cristãos a leram inteira uma única vez.

Deveria ser inaceitável termos pastores em nossos púlpitos que não fossem profundos conhecedores da Palavra, assim como é obviamente inaceitável termos à mesa de cirurgia médicos que não dominem tesouras, bisturis e pinças.

Para escândalo da Igreja, aquele que realmente É ajoelha-se diante de nós e nos lava os pés cheios dessa sujeira do mundo. E é preciso que façamos o mesmo, oferecendo-nos como exemplo, segundo o exemplo daquele que é Mestre e Senhor.

A autoridade do líder não se encontra nos títulos que apresenta ou no cargo que ele ocupa, mas na vida que ele nos oferece. Se o líder não lê, não estuda, não busca a Palavra de Deus, não é de se admirar que o povo seja tão ignorante das verdades contidas na Bíblia.

Sei que uma leitura esquerdista monopolizou durante décadas a passagem do lava pés como um exemplo subserviência daquele que tem o poder ao que não tem. Nada mais distante e distorcido do que essa interpretação marxista adotada pela Teologia da Libertação.

O lava pés, em seu contexto evangélico, não é o ato de quem se esquece de sua dignidade e posição, nem uma atitude coagida por lei humana ou pelo Estado, mas, ao contrário, é resultado do amor livre de Jesus pela Igreja.

O líder que precisamos dentro de nossas casas, igrejas e Governo é aquele que dá o exemplo a todos por seu próprio sacrifício pelas ovelhas de Cristo. É urgente que tenhamos líderes que lavem os pés da Igreja com a água santificadora do Evangelho.

O LÍDER É AQUELE QUE SERVE AO OUTRO, COLOCANDO A SI MESMO COMO EXEMPLO PARA OS SEUS LIDERADOS!

Fábio Ribas 

Por Litrazini
Graça e Paz

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

O JUIZO DO GRANDE TRONO BRANCO

Esta mensagem é a realidade do futuro das pessoas que não reconheceram e rejeitaram o SENHOR JESUS CRISTO com único Salvador de suas vida.

E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu o céu e a terra, e não se achou lugar para eles…(Ap 20.11-15)

Vocês notam que todos os mortos grandes e pequeno, independentemente do seu nível social, financeiro ou raça, (todos) quem são estes todos? São exatamente aqueles que tiveram uma oportunidade de terem um advogado, para os absolverem deste terrível dia, mas enfim, rejeitaram e trocaram as suas liberdade eterna, por um prato de letíssimas, isto é, as trocaram sua salvação pelos prazeres deste mundo e pelos prazeres da própria carne, contendo-se a si mesmo, colocando as suas almas em prisões eternas, onde haverá planto e ranger de dentes por toda a eternidade.

Quantas são as pessoas, que hoje não tem tempo para dedicarem uma das vinte e quatro horas do dia, na casa de Deus, para tomarem uma direção para suas vidas, para seguirem um caminho que possa lava-las a salvação, mas passam madrugadas buscando prazeres sexuais, se prostituindo, destruindo casamentos na pratica do adultério, mentindo para poderem esconder suas promiscuidades, se embriagando com bebidas alcóolicas, fazendo uso de drogas destruindo o templo do ESPIRITO SANTO, maldizendo seus próprios semelhantes, inventando calunias contra outras pessoas, para verem suas desgraças e manifestando seus verdadeiros sentimento, um pelos outros de ódio, inveja etc…

Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus. Não erreis, nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas nem os ladroes, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes nem os roubadores herdarão o Reino de Deus. (1Co.6.9-10)

As pessoas que não herdarão o reino de Deus, estas herdarão o Reino das trevas eternamente, separado de Deus. Pois as suas própria consciência serão seus próprios juízes, pois podem você se esconder de si mesmo? cada pessoa sabe as suas obras ocultas, imagine Deus neste dia dizendo, Apartai-vos de mim os que pratica a iniquidade, porque eu nunca vos conheci, para o fogo eterno, e a tua consciência te acusando, que é com você que ele está falando, pois não é assim nos dias de hoje?

Muitas vezes você chora, porque sente o SENHOR ESPIRITO SANTO te convencer a abandonar esta iniquidade, e te levar ao arrependimento, e muitas vezes você o rejeita, alegando que não consegue vencer os seus pecados. Mas quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis aos homicidas e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, que é a segunda morte.(Ap.21.8)

As pessoas que já faleceram, e foram surpreendidas pela morte em seus atos de pecado, iniquidade, sem ter feito um concerto com o Deus, na sua infinita misericórdia, e sem seu advogado de defesa, nosso SENHOR JESUS CRISTO, estas já se encontram em tormento no inferno, aguardando o dia do juízo final, para serem ressuscitadas e então condenadas, porque neste dia, não se esqueça, se abrirão os livros para te jugarem pelas suas obras e condenarem a perdição e sofrimento eterno.

Algumas pessoas que se perderam muitas vezes, e não se concertaram, estando dentro das igrejas, que farão parte nesta segunda ressureição, até irão querer se explicar, como o próprio SENHOR JESUS já disse antes, como diz a bíblia em mateus 7-21-23: Nem todo o que me diz Senhor Senhor, entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade do meu pai que está no céus…

Acredito eu, que muitas pessoas naquele dia que estiverem neste juízo, sem nenhuma chance de escapar da condenação, porque rejeitaram seu advogado, muitas irão se justificar, até mesmo dizendo que era fiel nos dízimos, esquecendo que o SENHOR JESUS DISSE: farizeus hipócritas, porque dai o Dizimo do hortelã e do edro e do cominho e deixai de fazer as outras coisas, muitas alegarão que um dia ajudarão na igreja em algum trabalho, limpeza, etc. Mas com esta escrito em apocalipse 20-12 (e vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros, e abriu-se outro livro, que é o da vida, e os mortos foram jugados pelas coisas que estavam escritas nos livros segundo as suas obras.)

Você pode esconder seus caminhos de todos, de DEUS você não esconde, lembremos –nos de que esta escrito Por ventura, não conhecerá DEUS isto? Pois ele sabe os segredos do coração. salmo 44-21, Pois todos chegaram ao conhecimento do caminho, como esta escrito:  lucas 13-23-28. E disse-lhe um Senhor, são muito pouco os que se salvam, e ele lhe respondeu: Porfiais, entrar pela porta estreita, porque eu vôs digo, que muitos procuram entrar e não poderão.

Quando o pai de família se levantar, e serrar a porta, e começardes a estar de fora a bater a porta, dizendo Senhor, Senhor abre-nos e respondendo ele, vos disser, não sei de onde vós sois. Então começareis a dizer, temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas. E ele vos responderá: Digo-vos que não sei de onde sois, apartai-vos de mim, vós todos que praticais a iniquidade, ali haverá choro e ranger de dentes.

Neste dia, como diz a palavra de Deus haverá dois livros, o das obras e o da vida, para que não haja injustiça, os religiosos que se justificarem, alegando tudo, menos as suas iniquidades, então se abrirá o livro da vida.

Para resumir o fato justo aos olhos de um juiz perfeito (DEUS PAI TODO PODEROSO). Observa que no livro de apocalipse 20 – 15 diz: E aquele que não foi achado escrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo .

Então a alma dos que fizerem parte na segunda ressureição, dos que já estão no inferno, serão ressuscitados jugados e lançados no lago de fogo e enxofre para todo o sempre, como escolheram seus próprio destino.

Obr. Francis haither

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/


Graça e Paz

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

O BARBEIRO E A EXISTÊNCIA DE DEUS

Um homem foi ao barbeiro. E enquanto tinha seus cabelos cortados conversava com ele. Falava da vida e de Deus.

Daí a pouco, o barbeiro incrédulo não agüentou e falou:
- Deixa disso, meu caro, Deus não existe!
- Por quê?
- Ora, se Deus existisse não haveria tantos miseráveis, passando fome! Olhe em volta e veja quanta tristeza. É só andar pelas ruas e enxergar!
- Bem, esta é a sua maneira de pensar, não é?
- Sim, claro!

O freguês pagou o corte e foi saindo, quando avistou um maltrapilho imundo, com longos e feios cabelos, barba desgrenhada, suja, abaixo do pescoço. Não agüentou, deu meia volta e interpelou o barbeiro:

- Não acredito mais em barbeiros!
- Como??
- Sim, se existissem barbeiros, não haveria pessoas de cabelos e barbas compridas!
- Ora, eles estão assim porque querem. Se desejassem mudar, viriam até mim!
- Ah! Então agora você entendeu!?!?! Por quê que com Deus deveria ser diferente...???

Autor Desconhecido


Jeremias 29.13 - Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração.

Por Litrazini


Graça e Paz

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

SABENDO MAIS SOBRE A ORAÇÃO

Oração = hebraico – tephillah: oração, súplica e intercessão

E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á; Porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á. E qual o pai de entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente? Ou, também, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem? Lc.11. 9 a 13.

Orar é comunicar-se com Deus. Esta comunicação é em forma de diálogo. Ou seja, nós falamos com Deus, buscamos comunhão com Ele e aguardamos a sua resposta. Não é só falar com Deus é comunicar-se com Deus, é permitir que Ele também fale conosco.

Oração deve ser acompanhada de:
ARREPENDIMENTO, CONFISSÃO, AUTO-HUMILHAÇÃO: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” II Cr. 7.14;
CHORO- “Virão com choro, e com súplicas os levarei; guia-los-ei aos ribeiros de águas, por caminho direito, em que não tropeçarão; porque sou um pai...”Jr 31.9;
JEJUM -“Então, jejuando, orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram” At.13.3;
VIGILÂNCIA,“E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto, sede sóbrios e vigiai em oração” I Pe 4.7;
LOUVOR, “A ele clamei com minha boca, e ele foi exaltado pela minha língua” Sl 66.17;
AÇÕES DE GRAÇA, “Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas.” Sl. 9.1.

POSTURAS MAIS USADAS EM ORAÇÃO
DE PÉ, DE MÃOS LEVANTADAS E pôs-se Salomão diante do altar do Senhor, em frente de toda a congregação de Israel, e estendeu as mãos para os céus” I Rs 8.22; Prostrado, ajoelhado e de bruços “Ò, vinde, adoremos e prostremo-nos! Ajoelhemos diante do Senhor que nos criou” Sl 95.6.

Não devemos nos preocupar com palavras,

Jesus nos ensinou que é na simplicidade das palavras que nossa oração tem valor. Observe alguns conselhos dados por Jesus:
a)- Não ficar repetindo palavras – “E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que, por muito falarem, serão ouvidos” Mt 6.7
b)- Não precisamos falar muito, deixemos Deus também falar.
c)- Orar sempre e em todo lugar – “Orai sem cessar” I Ts 5.17
d)- Saber que Deus sempre está escutando a oração –“Bendito seja Deus, que não rejeitou a minha oração, nem desviou de mim a sua misericórdia” Sl 66.20

Toda oração deve alcançar os propósitos pelos quais Deus nos deu esta oportunidade de comunicar com ele:
A)- GLORIFICAR A DEUS Atos 16:25 diz: “...Mas a meia-noite, orando Paulo e Silas, cantavam hinos a Deus e os presos ouviam”. Como resultado disto houve um terremoto que até as correntes foram quebradas.
B)- SATISFAZER NOSSAS NECESSIDADES BÁSICAS –“Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno” Hb. 4.16
C)- OBTER RESPOSTA DE DEUS PARA SITUAÇÕES ESPECÍFICAS –“Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.” Mt. 7.7
D)- MANTER E AUMENTAR NOSSA COMUNHÃO COM DEUS – “O caminho do ímpio é abominável ao Senhor, mas a oração dos retos é o seu contentamento” Pv 15.8
E)- OBTER VITÓRIA SOBRE A TENTAÇÃO – “E não nos induzas à tentação, mas livra-nos do mal; porque teu é o Reino…”Mt 6.13
F)- INTERCEDER PELO NOSSO PRÓXIMO – “Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações intercessões e ações de graças por todos os homens” I Tm 2.1

Lidiomar T. Granatti

Por Litrazini


Graça e Paz

terça-feira, 27 de outubro de 2015

DIFERENTES E INFLUENTES

Quando ele desceu do monte, grandes multidões o seguiram. Um leproso aproximando-se, adorou-o de joelhos e disse: "Senhor, se quiseres, podes purificar-me!" Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: "Quero. Seja purificado!"Imediatamente ele foi purificado da lepra. Em seguida Jesus lhe disse: "Olhe, não conte isso a ninguém. Mas vá mostrar-se ao sacerdote e apresente a oferta que Moisés ordenou, para que sirva de testemunho". Mateus 8.1-4

A situação para uma pessoa com lepra, no tempo de Jesus, não era das melhores.

Uma vez comprovada a doença, ele tinha que ser levado para uma cidade refúgio, para sempre afastado de todos que ele amava e de sua vida. Ficaria, então, convivendo com outros com o mesmo problema, à espera da morte ou de um milagre.

Quando ouve falar de Jesus, esse homem enche-se de esperança e desafia a multidão, correndo o risco de ser identificado como um doente e ser humilhado (porque um doente não podia andar no meio dos sãos). Mas isso não o impediu, e por causa da sua fé, alcançou Jesus e recebeu a cura.

Essa situação é semelhante ao momento de nossa conversão. Como aquele homem, estávamos doentes, mortos no pecado, afastados de nosso Pai, da família de Deus e da vida abundante que Ele nos proporciona. E um dia ouvimos a falar de Jesus, corremos ao seu encontro, aceitamos a Sua cura em nosso espírito, alma e corpo através da salvação. Retornamos ao convívio do Pai. Nos tornamos filhos, amigos e servos, atentos à instrução do nosso Senhor.

O texto ainda relata que Jesus dá instruções específicas ao homem: ele deve “mostrar-se ao sacerdote e apresentar a oferta que Moisés ordenou, para que sirva de testemunho”.

Testemunho. Uma vida transformada fala muito mais que palavras e discursos.

É no convívio com as pessoas no trabalho, na igreja, em casa e em todos os grupos sociais a qual pertencemos, que nossa vida “fala”. As pessoas nos observam, nos copiam, nos analisam. Como Jesus falou, somos sal e luz. Ambos fazem a diferença quando se manifestam. Experimente comer uma comida insossa ou correr pela casa no escuro. Desastre completo. Como sal e luz, assim devemos ser: diferentes e influentes.

No mundo como o de hoje, onde as pessoas estão cada vez mais fúteis, apegadas a todo tipo coisas e empenhadas a satisfazer os próprios desejos a qualquer custo, precisamos mostrar que somos portadores do bem mais precioso um dia já recebido: a plenitude de paz, alegria e amor em Cristo Jesus. Como aquele homem, as pessoas também estão como que leprosos, afastados Daquele que pode lhes dar completude e satisfação. Precisamos apresentar Jesus a eles através de nossa vida para que recebam a cura/salvação. O que as pessoas estão enxergando em nós?

Nosso andar realmente reflete a transformação de Deus?
O que sai da nossa boca edifica?
Por onde andamos somos conhecidos como filhos e filhas de Deus?
Andamos como filhos e filhas de Deus?
Nossos parentes dariam boas referências sobre o nosso comportamento em família?
Somos o testemunho vivo do amor de Deus?
Somos a resposta de Deus para essa geração?

O Senhor conta conosco. Como disse Francisco de Assis: Pregue o evangelho; Se necessário, use palavras.

Autora: Vivian Oliveira

Litrazini

Graça e Paz

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

PORQUE DEUS NÃO ME CURA?

Quando ficamos doentes começamos a pensar: “Devo ter feito algo errado no passado e esta doença é o meu castigo!” Por pensarmos desta forma não iremos resolver o nosso problema e sim aumentá-lo, passando dias difíceis nos culpando e nos condenando até que nos voltamos para Deus e questionamos:

“SE DEUS É O TODO-PODEROSO, QUE PODE TODAS AS COISAS, PORQUE NÃO ME CURA?”.
Na realidade quanto maior a dor e o sofrimento, mais questionamos a Deus, porque para nós é inconcebível ficar doente de causa natural ou pela idade avançada. Sempre associamos a doença a um mau ato ou algo que em si mesmo clama por retribuição ou castigo.

Existe um ser que não ama a Deus e quer que todos nós pensemos o mesmo de nosso Pai que está no Céu. Satanás tem raiva de Deus e ele quer influenciá-lo a pensar que Deus é injusto, que o esqueceu e o abandonou.

Deus conduzirá a sua vida como você gostaria que ela fosse conduzida.“...Ele jamais o dirige de outra forma que não aquela mesma que você escolheria se pudesse ver o fim desde o princípio,...” (Profetas e Reis p. 578). Deus compreende o seu sofrimento e está ao seu lado para consolá-lo e fortalecê-lo.

“Que Deus maravilhoso nós temos - Ele é a fonte de toda misericórdia, é Aquele que tão maravilhosamente nos conforta e fortalece nas dificuldades... E por que Ele faz isso? Para que, quando os outros estiverem aflitos, necessitados da nossa compaixão e do nosso estímulo, possamos transmitir-lhes essa mesma ajuda e esse mesmo consolo que Deus nos deu”. ( 2° Cor. 1:3-4).

Quando em sofrimento, certamente nos sentiremos melhor ao demonstrar aos outros o amor que temos por Deus do que apenas o interesse por uma melhora.

Deus o ama e por isso Ele quer o melhor para você. E mesmo que você não acredite nisso, por causa do sofrimento, ao menos dê uma chance a Deus de provar o Seu amor. Aí você verá que Deus é justo e que você pode sentir-se melhor mesmo no sofrimento.

Amigo, permita que Deus cuide de você, pois Ele prometeu: “...Eu estarei com você todos os dias...” (Mat. 28:20).

Por Litrazini


Graça e Paz

domingo, 25 de outubro de 2015

DEUS SUPRIRÁ TODAS AS SUAS NECESSIDADES

Disse Paulo aos filipenses: "Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades conforme as suas riquezas na glória em Cristo Jesus."(Filip. 4:19)

Que promessa isto é para os cristãos!

A FONTE É DEUS – "meu Deus", como O chama o apóstolo. O suprimento é inesgotável – "conforme as suas riquezas na glória". E o Salvador é o canal através do qual essas riquezas chegam até nós. A equação é totalmente a meu favor.

As minhas necessidades são contrabalançadas com as riquezas dEle. Não há arranjo melhor do que este, para mim. Não importa do que eu precise, Ele é mais do que capaz de me satisfazer.

Não devemos tratar a Deus como disse um escritor anônimo: "Algumas pessoas tratam a Deus como tratam a um advogado – só O procuram quando estão em apuros."

Eu percebo que preciso mais de Cristo nas minhas horas de regozijo do que nas de dificuldades, problemas e adversidade.

Muitas vezes, cometemos o erro de pensar que a ajuda de Deus só é necessária nos quartos de doentes ou em horas de tristeza e sofrimento esmagadores. Isto não é verdade.

Jesus quer penetrar em cada estado de ânimo e em cada momento de nossas vidas. Ele foi ao casamento em Caná do mesmo modo que à casa de Maria e Marta, quando Lázaro morreu. Ele chorava com os que choravam e se regozijava com os que se regozijavam.

Alguém já disse: "Há tantas estrelas no céu ao meio-dia quanto à meia-noite, embora não as possamos ver à luz do sol."

Duvido seriamente que algum dia compreenderemos nossas provações e adversidades, antes de estarmos na segurança do céu. Então, quando olharmos para trás, ficaremos absolutamente espantados ao ver como Deus cuidou de nós e nos abençoou mesmo nas tormentas da vida.

Enfrentamos diariamente perigos de que nem nos damos conta. Freqüentemente, Deus intervém a nosso favor por intermédio do uso de Seus anjos maravilhosos.

Não creio que coisa alguma aconteça a um cristão obediente por acidente. Tudo faz parte do propósito de Deus."Sabemos que aos que amam a Deus todas as coisas lhes cooperam para o bem, a saber, aos que são chamados segundo o seu propósito."(Romanos 8:28)

Novamente, o apóstolo Paulo falou: 

"Tudo isso é por amor de vós, para que a graça, sendo multiplicada por muitos, faça abundar a ação de graças para a glória de Deus. Por isso não desanimes; mas ainda que pereça o homem exterior, o homem interior renova-se de dia em dia. Pois a nossa leve aflição momentânea para nós produz cada vez mais abundantemente um eterno peso de glória." (II Cor. 4:15-17)

Ainda outra vez escreveu aos coríntios: "Todas as coisas são vossas, (...) ou o mundo, ou a vida, ou a morte, ou as coisas presentes ou as futuras; é tudo vosso." (1 Co. 3:21,22)

Extraído do livro: A Segunda Vinda de Cristo: Perspectiva do Sofrimento de Billy Grham

Por Litrazini


Graça e Paz

sábado, 24 de outubro de 2015

CARACTERÍSTICAS DE LÍDERES BEM SUCEDIDOS

Penso que existem várias características de um homem de Deus bem-sucedido. Não há uma fórmula, mas algumas qualidades aparecem na maioria daqueles que tem um algo a mais no ministério. Algumas das características abaixo não estão listadas em ordem de importância.

ALGUNS PRINCÍPIOS PODERIAM SER COLOCADOS COMO SUB-PONTOS.
1. Comprometimento total com Deus.
2. Comprometimento total com a família.
3. Comprometimento total com a Palavra.
4. Comprometimento total com a oração.
5. Comprometimento total com as pessoas. Ele pastoreia pessoas e não uma organização bem-sucedida.
6. Caráter irrepreensível.
7. Ética a toda prova.
8. Não se envolve em demasia com dinheiro.
9. É um homem de uma só mulher.
10. Tem sonhos e objetivos definidos e persevera em atingi-los.
11. É um modelo positivo para os seus comandados.
12. Sabe pregar de forma bíblica, contextual e dinâmica.
13. Usa estratégias modernas sem negociar os valores inegociáveis do Evangelho.
14. Usa o ministério leigo de forma eficaz.
15. Sabe delegar tarefas sem exigir perfeição dos seus comandados.
16. Admite seus erros e procura corrigi-los.
17. Tem um grupo de amigos a quem presta contas e a quem ele dá total liberdade para criticá-lo e rir das suas falhas.
18. Cultiva a humildade. Todo grande homem é pequeno.
19. Lê muito e atualiza seu ministério e suas estratégias incessantemente.
20. Ouve críticas e trabalha com oposição sem tornar-se amargo ou retaliação.
21. Não guarda rancores daqueles que o abandonam ou lhe causam mal.
22. Fica feliz e aplaude o sucesso dos colegas de ministério.
23. Não passa adiante notícias negativas de colegas que erram; antes os protege e ajuda.
24. Cultiva a ilusão sem ficar desiludido.
25. Não se isola dentro da sua igreja ou denominação, mas participa ativamente de encontros interdenominacionais.
26. Não tem medo de concorrência e motiva os membros a buscarem o crescimento, ainda que seja fora do seu arraial.
27. Sua igreja tem muitos ministérios, dando oportunidade a todos os membros de trabalharem e crescerem.
28. Não tem receio de falar de finanças e encontra um equilíbrio saudável e bíblico para ensinar os membros a serem dizimistas e ofertantes.
29. Dá ênfase ao louvor e adoração.
30. Tem uma igreja bem localizada, bem equipada, limpa, agradável, bonita e moderna.
31. Investe na educação, priorizando discipulado, casais, jovens, adolescentes e crianças.

Dr. Silmar Coelho

Por Litrazini


Graça e Paz

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

A VOZ DE DEUS NO JARDIM.

“E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim” (Genesis 3.8).

“Diga que não estou!” Esta é uma mentira bastante usada para evitar uma conversa não desejada.

Você já experimentou o desencanto de um relacionamento atingido pela falsidade?

Custa aceitar que alguém de nossas relações agora nos evite e, literalmente, “se esconda”. No Jardim do Éden, o Criador e as criaturas se encontravam freqüentemente.

Entre Deus e o homem havia uma comunhão perfeita. Nada a esconder. Entretanto, como o texto acima indica esse quadro tão harmonioso se quebrou.

Se Deus não fosse Onisciente não teria tomado conhecimento da desobediência de Adão e Eva ao visitar o jardim para mais um amável encontro na viração do dia. Deus não visitava o jardim simplesmente, na verdade Ele buscava o centro de Seu interesse: “Adão, onde estais?”

Adão se esconde entre as árvores, entre as suas desculpas esfarrapadas e culpa a mulher.

Eva reconhece ter sido enganada, mas aponta outro culpado, a serpente.

Eles desobedeceram a de Deus e logo começam a aparecer as conseqüências do pecado: A culpa leva a esconder-se; o egoísmo as acusações...

E hoje como nós temos nos escondido de Deus?

“Não tive tempo. Cheguei tarde do serviço. Estou muito cansado. Tinha uma festa de aniversário pra ir. Meu time estava jogando a final do campeonato. Recebi visitas. Este é o único momento que tenho para fazer minhas tarefas ou para descansar.” E tantas outras desculpas...

Será que Deus as aceitará?

Nossa culpa deve receber um tratamento definitivo que tornará possível a nossa perfeita comunhão com Cristo.

Precisamos rever nossos valores e nos achegar a Deus.

Como Deus procurou por Adão e Eva, Ele hoje procura por você!

Pense nisso!

Pr. Silvio Correa Coelho.

Por Litrazini


Graça e Paz

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

CANSADO, ESTRESSADO, ATRIBULADO E SOBRECARREGADO

Se a carga que você esta levando sobre sua vida ta parecendo muito pesada, é porque você esta lutando sozinho, e vencê-la, está parecendo totalmente fora do alcance.

O estresse esta totalmente corroendo até mesmo a sua habilidade de lutar, e parece que nunca vai chegar o fim de tanta tribulação.

Muitas pessoas sentem a necessidade de buscar ajuda em meio a esta sobrecarga da vida, mesmo que seja anos de batalha pelo tempo que já passou, estão cansadas e feridas pela luta do dia a dia.

Sabemos que quando isso esta acontecendo, devemos buscar ajuda, esta só vamos encontrar em uma palavra de alivio que Jesus nos deixou em Mateus 11:28, ” Vinde a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei “.

O alivio para toda sobrecarga encontramos em Cristo.

Quando nós entendemos esta mensagem, nos tornamos fortes e não sentimos mais cansaços, estresses, tribulações e sobrecargas, pois Jesus, já nos mostrou como tirar este fardo pesado, mesmo que ele seja de máxima urgência.

Lançando nosso fardo pesado em Jesus, Ele nos alivia, sentimos muita Paz vinda Dele, os vendavais do estresse quando entregamos para Jesus, não nos abatem, e sim, nos traz a Paz que tantas pessoas procuram e não acham.

Quando descobrimos que em Cristo somos mais que vencedores, o pesadelo do cansaço sobrecarregado vai embora, e sentimos Paz interior dentro do nosso coração, e já não nos encontramos lutando sozinhos, poia Jesus esta conosco em todo tempo, nos aliviando, e tirando toda a sobrecarga da vida.

Procure a Cristo, lance sobre Ele todos os teus fardos, e você verá que vale a pena Crer e acreditar Nele.

Pr. Marcos Monte

Por Litrazini

Graça e Paz


quarta-feira, 21 de outubro de 2015

PALAVRA DE DEUS

Salmos 119.105 – Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz para o meu caminho.

O capítulo 119 do Livro de Salmos contém 175 versículos, todos mencionando a excelência da palavra de Deus.

Salmos 119.11 – Guardei a tua palavra no meu coração para não pecar contra ti. 119.140 – A tua palavra puríssima, por isso o teu servo te ama. 

Dt 32.2 – Goteje a minha palavra como a chuva, destile o meu dito como o orvalho, como chuvisco sobre a erva e como gotas de água sobre a relva.

Isaías 40.8 – Seca-se a erva, e caem as flores, mas a palavra de Deus permanece eternamente.

Isaías 55.11 – Assim será a palavra que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia; antes, fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a enviei.

Mt 4.4 – Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.

Mt 24.35 – O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não há de passar.

Jo 15.3 – Vós já estás limpos pela palavra que eu vos tenho falado. 

Jo 17.17 – Santifica-os na palavra a tua palavra é a verdade.

2 Tm 2.15 - Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.

2 Tm 3.16 – Toda a Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para redargüir [replicar/responder argumentando], para corrigir, para instruir [ensinar] em justiça [a virtude de dar a cada um aquilo que é seu]. Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.

2 Tm 4.1-2 – Conjuro-te diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, que pregues a palavra, instes [insistir] a tempo e fora de tempo, redarguas [responder argumentando], repreendes [advertir ou censurar com veemência], exortes [animar/aconselhar], com toda a longanimidade [paciência, coragem intrepidez] e doutrina [ensinamento/catequese cristã]...

2 Tm 4.13 – Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade, em casa de Carpo, e os livros, principalmente os pergaminhos [pele de cabra ou ovelha em que a Palavra foi inicialmente escrita; livros].

Cl 3.16 – A palavra de Cristo habite em vós abundantemente...

Hb 4.12 – Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.

Tg 1.20 – Sede cumpridores da palavra e não apenas ouvintes, enganando-vos com falsos discursos.

Ap 22.19 - Se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida e da Cidade Santa, que estão escritas neste livro. Dt 4.2 – Nada acrescentareis à palavra que vos mando.

Autor: Pr. Airton Evangelista da Costa

Por Litrazini

Graça e Paz

terça-feira, 20 de outubro de 2015

ERRANDO O ALVO

Um dos vocábulos usadas para a palavra pecado no Novo Testamento significa "errar o alvo". Pecar é não viver de acorde com os princípios de Deus. Todos nós erramos este alvo; não existe uma só pessoa que seja capaz de cumprir todas as leis de Deus, em todos os tempos.

E para alguns, até mesmo os padrões do mundo são difíceis de serem observados. Um dos espetáculos mais eletrizantes que podemos assistir é o dos Jogos Olímpicos Mundiais. Alguns atletas preparam-se durante anos e anos, disciplinando o corpo e a mente a fim de superar recordes cada vez mais elevados, e muitas vezes não alcançam seu objetivo.

Certa patinadora no gelo disse que temia que uma queda um dia viesse a prejudicar seu desempenho. Disse ela: "Pense só no volume de tempo que eu tenho investido nisso, e no que outras pessoas também investiram para ajudar-me. Um só erro basta para destruir tudo."

Na vida espiritual, estamos constantemente errando. Não existe possibilidade de apresentarmos um desempenho perfeito.

O Rei Davi disse: "Todos se extraviaram e juntamente se corromperam; não há quem faça o bem, não há nem um sequer." (Sl. 14:3.)

O profeta Isaías confessa: "Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho." (Is. 53:6.)

Nós todos fomos afetados pelo pecado de Adão. Davi disse: "Eu nasci na iniqüidade, e em pecado me concebeu minha mãe." (Sl. 51:6.) Isto não significa que ele nascera de uma união ilegal, mas que ele herdara de seus país a tendência para pecar.

"POR QUE TEMOS QUE SER CASTIGADOS POR ALGO QUE ADÃO FEZ?"
Pense nisso. Será que você teria agido diferentemente de Adão? Estou certo de que eu não teria.

Nós todos somos pecadores por escolha própria. Quando atingimos a idade da razão, e nos defrontamos com a escolha entre o bem e o mal, todos falhamos. Deliberamos ficar com raiva, ou mentir, ou praticar atos egoísticos. Passamos adiante mexericos ou denegrimos o caráter de alguém. Nenhum de nós pode realmente confiar no próprio coração, assim como ninguém pode confiar em um leão.

Em certa reserva florestal da África Oriental, os leões podem vaguear à vontade, como se estivessem em seu próprio habitat. Os visitantes têm permissão para atravessar a área de carro ou de jipe, para ver os animais, mas são advertidos a que nunca se aproximem deles. Uma senhora, porém, arriou a vidraça do veículo para ver melhor e, inesperadamente, um leão a atacou, ferindo-a gravemente. Aquele animal parecera tão manso, tão dócil, mas em questão de instantes tornou-se feroz.

A Bíblia aplica este princípio da seguinte maneira: "Eis que o pecado jaz à porta"(Gn. 4:7.) Quando as circunstâncias favorecem, a maioria das pessoas é capaz de qualquer coisa. Davi foi um exemplo clássico. Premido pelas circunstâncias do desejo carnal, ele possuiu a mulher de outro homem; depois, tomou previdências para que o marido dela fosse eliminado, enviando-o para a linha de frente da batalha.

Mas alguém pode estar dizendo: "O senhor faz todo mundo parecer tão podre que isso não pode realmente ser verdade." Naturalmente, que não é. Mas é possível um indivíduo possuir moral ilibada e, no entanto, não ter amor por Deus, que é o requisito fundamental da lei.

E quando deixamos de preencher os requisitos de Deus, somos culpados e estamos sob condenação. O fato de sermos culpados implica em que merecemos castigo.

A própria santidade de Deus reage contra o pecado: "A ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversão dos homens..." (Rm. 1:18.)

Extraído do Livro COMO  NASCER  DE  NOVO de autoria de Billy Graham

Por Litrazini

Graça e Paz