quarta-feira, 28 de outubro de 2015

SABENDO MAIS SOBRE A ORAÇÃO

Oração = hebraico – tephillah: oração, súplica e intercessão

E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á; Porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á. E qual o pai de entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente? Ou, também, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem? Lc.11. 9 a 13.

Orar é comunicar-se com Deus. Esta comunicação é em forma de diálogo. Ou seja, nós falamos com Deus, buscamos comunhão com Ele e aguardamos a sua resposta. Não é só falar com Deus é comunicar-se com Deus, é permitir que Ele também fale conosco.

Oração deve ser acompanhada de:
ARREPENDIMENTO, CONFISSÃO, AUTO-HUMILHAÇÃO: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” II Cr. 7.14;
CHORO- “Virão com choro, e com súplicas os levarei; guia-los-ei aos ribeiros de águas, por caminho direito, em que não tropeçarão; porque sou um pai...”Jr 31.9;
JEJUM -“Então, jejuando, orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram” At.13.3;
VIGILÂNCIA,“E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto, sede sóbrios e vigiai em oração” I Pe 4.7;
LOUVOR, “A ele clamei com minha boca, e ele foi exaltado pela minha língua” Sl 66.17;
AÇÕES DE GRAÇA, “Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas.” Sl. 9.1.

POSTURAS MAIS USADAS EM ORAÇÃO
DE PÉ, DE MÃOS LEVANTADAS E pôs-se Salomão diante do altar do Senhor, em frente de toda a congregação de Israel, e estendeu as mãos para os céus” I Rs 8.22; Prostrado, ajoelhado e de bruços “Ò, vinde, adoremos e prostremo-nos! Ajoelhemos diante do Senhor que nos criou” Sl 95.6.

Não devemos nos preocupar com palavras,

Jesus nos ensinou que é na simplicidade das palavras que nossa oração tem valor. Observe alguns conselhos dados por Jesus:
a)- Não ficar repetindo palavras – “E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que, por muito falarem, serão ouvidos” Mt 6.7
b)- Não precisamos falar muito, deixemos Deus também falar.
c)- Orar sempre e em todo lugar – “Orai sem cessar” I Ts 5.17
d)- Saber que Deus sempre está escutando a oração –“Bendito seja Deus, que não rejeitou a minha oração, nem desviou de mim a sua misericórdia” Sl 66.20

Toda oração deve alcançar os propósitos pelos quais Deus nos deu esta oportunidade de comunicar com ele:
A)- GLORIFICAR A DEUS Atos 16:25 diz: “...Mas a meia-noite, orando Paulo e Silas, cantavam hinos a Deus e os presos ouviam”. Como resultado disto houve um terremoto que até as correntes foram quebradas.
B)- SATISFAZER NOSSAS NECESSIDADES BÁSICAS –“Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno” Hb. 4.16
C)- OBTER RESPOSTA DE DEUS PARA SITUAÇÕES ESPECÍFICAS –“Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.” Mt. 7.7
D)- MANTER E AUMENTAR NOSSA COMUNHÃO COM DEUS – “O caminho do ímpio é abominável ao Senhor, mas a oração dos retos é o seu contentamento” Pv 15.8
E)- OBTER VITÓRIA SOBRE A TENTAÇÃO – “E não nos induzas à tentação, mas livra-nos do mal; porque teu é o Reino…”Mt 6.13
F)- INTERCEDER PELO NOSSO PRÓXIMO – “Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações intercessões e ações de graças por todos os homens” I Tm 2.1

Lidiomar T. Granatti

Por Litrazini


Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário