sexta-feira, 30 de setembro de 2016

O TESOURO CHAMADO RESSURREIÇÃO

Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.
Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem. Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo. 1 Coríntios 15:20-22

Não ficaremos no céu apenas com as nossas almas, mas após o retorno de Cristo, seremos ressuscitados (corpo + alma) para vivermos com Jesus fisicamente no novo céu e nova terra.

[1] A MORTE E A RESSURREIÇÃO DE JESUS CRISTO SÃO O CENTRO DO EVANGELHO, v.1-4. O Evangelho é a mensagem central da fé cristã, é o que pregamos, é o conteúdo que só a igreja pode proclamar ao mundo. Podemos afirmar que o Evangelho é a mensagem do cordeiro que morre pelos pecadores, mas triunfa sobre a morte ao terceiro dia.

[2] A RESSURREIÇÃO DE CRISTO NÃO É UMA FANTASIA, MAS UMA REALIDADE CONCRETA, v.5-11. Algumas pessoas não acreditam que mortos podem ressuscitar e, de fato, é algo totalmente contra a natureza. Contudo, a ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo é um milagre real. Paulo testifica que em seu próprio tempo, além dele mesmo e dos demais apóstolos, mais de 500 pessoas viram Jesus ressuscitado diante de seus olhos.

[3] A RESSURREIÇÃO DE CRISTO É A GARANTIA DA NOSSA ESPERANÇA DE RESSURREIÇÃO FUTURA, v.12-13. A partir daqui Paulo começa a descrever quais são os resultados práticos da ressurreição de Jesus para a vida do seu povo. A primeira delas é justamente a de que, por causa da ressurreição de Cristo, temos a promessa de viver eternamente.

[4] A RESSURREIÇÃO DE CRISTO É A MOTIVAÇÃO DA NOSSA PREGAÇÃO, v.14. A segunda implicação da ressurreição é missiológica. Porque Jesus venceu a morte nós temos o privilégio e a missão de anunciar a todo mundo que Ele vive. Jesus é o salvador do mundo que tem toda autoridade no céu e na terra sobre si. Em outras palavras, o mundo é dele. Ir em missão nada mais é que comprar de volta aqueles que são dele por direito.

[5] A RESSURREIÇÃO É A CERTEZA DE QUE NÓS SOMOS LIVRES DO PECADO, v.17. A terceira implicação prática da ressurreição é que o pecado pode ser vencido, pois o poder da ressurreição também está dentro de nós, seguidores de Jesus. Não devemos jamais render-nos ao conformismo que tenta paralisar a obra de santificação que o Espírito Santo opera em nós; Jesus vive dentro de nós!

[6] A RESSURREIÇÃO É A GARANTIA QUE OS NOSSOS IRMÃOS QUE MORRERAM PERMANECEM VIVOS DIANTE DE DEUS, v.18. A quarta implicação desta doutrina é consoladora: todos os nossos irmãos que faleceram estão com seus corpos dormindo nesta terra, sim, mas suas almas estão alegres e vivas diante do Deus Triúno. Só há razões para ter esperança de um breve reencontro.

[7] A RESSURREIÇÃO É A MOTIVAÇÃO PARA VIVERMOS INTENSAMENTE, v.32. A quinta implicação da ressurreição é encorajadora. Por sabermos que Jesus venceu a morte, nós também lutamos com todas as nossas forças para destruirmos as obras do mal que nos assolam diariamente. Todo cristão, por isso, deveria viver uma existência vibrante nesta terra. Não há motivos para viver desanimado.

[8] A RESSURREIÇÃO É A NOSSA ESPERANÇA DE VITÓRIA CONTRA A MORTE, v.54. E finalmente, a sexta implicação da ressurreição de Jesus é que toda a igreja, indivíduo por indivíduo, irá provar em sua própria carne a ressurreição dos mortos no último dia. Não ficaremos no céu apenas com as nossas almas, mas após o retorno de Cristo, seremos ressuscitados (corpo + alma) para vivermos com Jesus fisicamente no novo céu e nova terra.

Aqueles que mereciam morrer foram substituídos pelo único que merecia viver. Mas a morte não conseguiu dete-lo, Jesus ressuscitou! E hoje, todos os que mereciam morrer, crendo nele, podem também ressuscitar.

Jean Francesco

Por Litrazini

Graça e Paz

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

A VERDADE SOBRE O ARREBATAMENTO DA IGREJA

Arrebatar significa tirar com violência ou força; raptar; arrancar; tirar rapidamente. Portanto, a Igreja será retirada da Terra por meio sobrenatural. Será um milagre de proporções gigantescas porque alcançará todo o planeta. O arrebatamento só será plenamente compreendido quando acontecer. É ainda mistério porque não nos foi revelado nos mínimos detalhes (1 Co 15.51).

AS PROMESSAS: ...virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também..." (Jo 14.3); "Venho sem demora. Guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa" (Ap 3.11); "Eis que cedo venho!" (Ap 22.12); "E ele enviará ao seus anjos, com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos..." (Mt 24.31; 1 Ts 4.13-18).

QUANDO ACONTECERÁ"Porém daquele dia e hora ninguém sabe... Portanto vigiai, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. Por isso estais vós também apercebidos, porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis" (Mt 24.35,36,42-44; 25.1-13). A surpresa será uma das características do arrebatamento.

COMO SERÁ O ARREBATAMENTO: Não há palavras com que se possa descrever esse momento de glória e de manifestação do poder de Deus. Será um acontecimento extraordinário e glorioso. "Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor" (1 Ts 4.13-18). Participarão desse evento:

1 - O SENHOR JESUS..."o mesmo Senhor descerá do céu..."(1 Ts 4.16-a)
2 - O ARCANJO MIGUEL: "Nesse tempo se levantará Miguel... livrar-se-á teu povo, todo aquele que se achar escrito no livro" (Dn 12.1); "e com voz de arcanjo" (1 Ts 4.16-a). O chamamento será ouvido apenas pelos salvos. Outra característica do arrebatamento é que não será percebido, ouvido ou detectado pelo mundo.
3 - OS MORTOS EM CRISTO - Estes serão os primeiros; ressuscitarão em corpos espirituais, gloriosos e incorruptíveis: "Assim também é a ressurreição dos mortos. Semeia-se o corpo em corrupção, é ressuscitado em incorrupção; semeia-se em ignomínia, é ressuscitado em glória; semeia-se em fraqueza, é ressuscitado em poder; semeia-se corpo animal, é ressuscitado corpo espiritual" (1 Co 15.40-58).
4 - OS VIVOS DE CRISTO - Logo após a ressurreição e arrebatamento dos mortos, os vivos, num tempo que não se pode medir, terão seus corpos transformados e então todos, juntos (mortos ressuscitados e vivos transformados), subirão para o encontro com o senhor Jesus nos ares (1 Co 15.51, 52; 1 Ts 4.17).

QUAL A DURAÇÃO DO ARREBATAMENTO: Será numa rapidez tão grande, que nenhum instrumento poderá medir sua duração. Será na menor fração de tempo possível. A Bíblia diz que será "num momento, num abrir e fechar de olhos" (1 Co 15.52). Nesta passagem, Paulo usou o termo grego átomos que sugere "algo impossível de ser cortado ou dividido". Pode haver uma fração de tempo menor que um bilionésimo de segundo (o tempo de um segundo dividido em um bilhão)? Pois bem: num tempo menor que esse, que não pode ser dividido, os remidos (vivos e mortos) serão arrebatados. A velocidade da luz é a maior conhecida pelo homem, e é de exatos 299.792, 5km/s - arredondados para 300.000km/s no ar e no vácuo. Essa velocidade é fantástica. Nós seremos arrebatados numa velocidade superior à da luz. Para Deus tudo é possível.

ONDE SERÁ O ARREBATAMENTO: Não haverá um lugar especial. Os vivos serão arrebatados onde e como estiverem: no trabalho, mesmo que esteja trabalhando debaixo das águas ou debaixo da terra; no meio da rua; dentro de ônibus; fazendo compras; dirigindo veículos; tomando banho; dormindo; pilotando aviões; dentro de elevadores. Não importa a situação em que se encontrem. Importa que sejam lavados e remidos no sangue do Cordeiro.

As leis naturais do Universo não impedirão a operação do formidável milagre do arrebatamento. Agindo Deus, quem impedirá? A Gravidade - atração exercida pela Terra - não impedirá que os corpos flutuem e voem para o encontro com o Senhor Jesus; a terra não conseguirá reter os corpos dos mortos em Cristo. Nada impedirá a retirada do povo de Deus deste planeta. O encontro da Igreja com Jesus dar-se-á nos ares, acima das nuvens, num lugar não alcançado pelos olhos do mundo.

OS MORTOS EM CRISTO RESSUSCITARÃO: Não importa se tenham morrido há dois dias ou há dois mil anos; se tenham sido cremados e suas cinzas espalhadas sobre o mar; se seus corpos tenham ficado retidos a 500 metros de profundidade, na terra ou nas águas. Todos ressuscitarão. Ressuscitar significa a volta à vida do corpo original; o retorno da alma ao corpo físico primitivo. Noutras palavras, ressuscitar significa reviver. O novo corpo será igual ao corpo de Cristo (Fp 3.21; 1 Co 15.35-54; 1 Jo 3.2). Cristo foi o primeiro a ressuscitar: "Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda" (1 Co 15.23). O apóstolo Paulo escreveu, solene:

"Eis que vos digo um mistério: ... os mortos ressurgirão incorruptíveis, e nós seremos transformados" (1 Co 15.51-54; 1 Ts 4.16-17). Paulo acreditava na volta iminente de Jesus. Por isso, disse que "nem todos dormiremos" (1 Co 15.51), ou seja, nem todos daquela geração passariam pela morte física, mas seriam arrebatados e transformados.

A RESSURREIÇÃO SERÁ LITERAL, ou seja: a alma e o espírito unir-se-ão ao corpo original. Este, porém, será revestido de um corpo espiritual. A regra serve para justos e ímpios: "Não vos maravilheis disto, pois vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz [a voz do Senhor Jesus] e sairão: os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida, e os que praticaram o mal, para a ressurreição da condenação" (Jo 5.28-29).A diferença está em que os crentes em Jesus ressuscitarão em corpo glorioso. Esta ressurreição faz parte do contexto da Primeira Ressurreição, que se divide em três fases:

1) Ressurreição de Cristo e de muitos santos, constituindo estas o primeiro molho de trigo colhido. Significa dizer que Jesus ressuscitou com um grupo, um "feixe", um "molho", "as primícias dos que dormem". A Festa das Primícias, de Levítico 23.10-12, tipificava a ressurreição de Cristo e a dos santos (Mt 27.52; 1 Co 15.20-23). Vejamos essa tipologia:
a) A colheita das primícias (os primeiros frutos maduros) de Levítivos 23.10-11, diz respeito ao primeiro molho colhido da Primeira Ressurreição, a de Cristo e dos santos ressuscitados com Ele (Mateus 27.52; 1 Coríntios 15.20);
b) A colheita geral aponta para o arrebatamento da igreja (1 Tessalonicense 4.16-170;
c) A colheita das espigas caídas (restolho ou sobras) de Levítivos 23.22 tipifica os salvos da Grande Tribulação: os 144 mil judeus de Apocalipse 7.4 e 14.1-4 e os gentios salvos de Apocalipse 7.13-14. Todavia, Jesus continua sendo o primeiro que ressuscitou dentre os mortos, porque a ressurreição dos santos, de que trata Mateus 27.52, deu-se após a dEle (Cl 1.18).
2) Ressurreição dos mortos no arrebatamento (1 Ts 4.14-17).
3) Ressurreição dos "mártires da Grande Tribulação", correspondente ao restolho da ceifa (Ap 6.9-11; 7.9-17; 14.1-5; 20.4-5).

A Segunda Ressurreição será a dos ímpios e dar-se-á após o Milênio, para que diante do Grande Trono Branco recebam a condenação. Esta é a segunda morte (Ap 20.5-6; 11-15; Hb 4.13). Daí porque devemos fazer parte da primeira ressurreição.

OS VIVOS SERÃO TRANSFORMADOS: O intervalo entre a ressurreição dos salvos mortos e a transformação dos salvos vivos será o menor possível, ou seja, o menor tempo que se possa imaginar. É o que depreendemos de 1 Co 15.52 e 1 Ts 4.16-17. Primeiro, a ressurreição; logo em seguida, a transformação. E todos seguirão em corpos incorruptíveis para se encontrarem com Jesus muito longe da terra. A transformação de nossos corpos será necessária porque nada impuro entra no céu. Teremos um corpo imortal apropriado às regiões celestiais. O nosso corpo glorioso terá semelhança com o corpo de Cristo, como já dissemos.

Com o arrebatamento, estaremos livres da ira vindoura; livres da Grande Tribulação e da morte eterna (1 Ts 1.10; 5.1-11; Lc 21.36).A Igreja não conhecerá o Anticristo. Atentemos para as palavras do Senhor Jesus: "Visto que guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da tribulação que há de vir sobre todo o mundo, para provar os que habitam sobre a terra" (Ap 3.10).

Pr. Airton Evangelista da Costa

Por Litrazini

Graça e Paz

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

O MARAVILHOSO ESPÍRITO SANTO


Cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar (Atos 2:1).

O dia de Pentecostes correspondeu exatamente à festa da oferta dos pães movidos (Levítico 23:15-21), realizada anualmente e que apontava profeticamente para a vinda do Espírito Santo.

Durante séculos o povo judeu celebrou essa festa; agora o seu verdadeiro significado seria revelado.

Depois de Sua ressurreição, o Senhor Jesus disse a Seus discípulos para permanecerem em Jerusalém “até que do alto sejais revestidos de poder” (Lucas 24:49).

Cinquenta dias após a ressurreição e dez dias após a ascensão do Senhor, a Sua promessa foi cumprida. O Espírito Santo estaria tanto com eles (ou seja, Ele agiria por meio deles na Terra) e neles (ou seja, Ele habitaria dentro deles e os guiaria).

Desde então, todo verdadeiro crente desfruta deste privilégio. Então é de se admirar que Deus tenha apontado o momento em que isso deveria acontecer?

O ESPÍRITO SANTO TEM MUITAS TAREFAS DIFERENTES NA TERRA:
Ele guia os crentes em toda a verdade, Ele convence o mundo do pecado, da justiça e do juízo;
Ele não reivindica nenhuma honra para Si mesmo, embora seja uma Pessoa da trindade, mas glorifica o Filho, e em todas as provações recorda os cristãos de seu Exemplo no céu.

Como os discípulos devem ter se sentido desamparados quando o Senhor, a quem estavam tão ligados até então, de repente desapareceu de suas vistas!

Mas que maravilhoso “Consolador” Deus já tinha em mente para eles em Seus sábios planos!

E como rapidamente lhes enviou o Seu Espírito, que consola os filhos de Deus durante o tempo de ausência do seu Senhor!

Extraído do devocional BOA SEMENTE

Por Litrazini

Graça e Paz

terça-feira, 27 de setembro de 2016

POR QUE DEUS PERMITE O MAL?

A Bíblia descreve Deus como sendo santo (Isaías 6:3), justo (Salmo 7:11), reto (Deuteronômio 32:4) e soberano (Daniel 4:17-25). Esses atributos nos dizem o seguinte sobre Deus:
(1) Deus é capaz de prevenir o mal, e
(2) Deus deseja eliminar o mal do universo.

Assim, se ambos são verdadeiros, por que Deus permite o mal? Se Deus tem o poder de prevenir o mal, e deseja fazê-lo, por que não o faz? Talvez uma boa maneira de encarar esse dilema seria considerar algumas situações alternativas de como as pessoas gostariam que Deus dirigisse o mundo:

1) Deus poderia mudar a personalidade de todas as pessoas para que não pudessem pecar. Isto também significaria que não teríamos o livre arbítrio. Não seríamos capazes de escolher entre o certo e o errado porque seríamos "programados" para apenas agir corretamente. Se Deus tivesse escolhido fazer isso, não haveria relações significativas entre Ele e a Sua criação.

Em vez disso, Deus fez Adão e Eva inocentes mas com a capacidade de escolher o bem ou o mal. Sendo assim, eles poderiam responder ao Seu amor e confiar nEle ou escolher a sua própria vontade. De fato, escolheram satisfazer a sua própria vontade. Porque vivemos em um mundo real onde podemos escolher as nossas ações mas não as suas consequências, o seu pecado afetou aqueles que vieram depois deles (nós). Da mesma forma, as nossas escolhas de pecar têm um impacto sobre nós e sobre aqueles que nos rodeiam.

2) Como uma outra opção, Deus compensaria pelas ações perversas através de uma intervenção sobrenatural 100% do tempo. Por exemplo, se um motorista embriagado provocasse um acidente automobilístico, Deus teria que proteger o motorista e as pessoas no outro carro de qualquer dano, pois haveria muitas pessoas que possivelmente sofreriam pelo acidente ou pela morte/ ferimentos dos envolvidos no acidente. Deus teria que proteger o motorista bêbado de bater nos postes de alta tensão, prédios, etc., porque essas coisas fariam com que pessoas inocentes sofressem.

Um outro exemplo pode envolver uma pessoa preguiçosa fazendo o encanamento de uma casa, e ele não se preocupa em verificar se há vazamentos antes da casa ser terminada. Deus teria que fazer que o encanamento não vazasse porque senão os compradores da casa teriam que sofrer por causa do pecado da pessoa preguiçosa.

Se um pai se viciasse em drogas e gastasse todo o seu dinheiro nesse vício, Deus de alguma forma teria tanto que milagrosamente proporcionar a comida quanto cuidar das necessidades sociais das crianças para que não tivessem que ser adversamente afetadas pelo mal do pai.

Em um mundo assim, Deus seria como um mau pai que permite um comportamento destrutivo de um filho desobediente. Não haveria consequências por suas ações e, como resultado, ninguém aprenderia integridade, pureza, honra, responsabilidade ou auto-controle. Não haveria "consequências boas" pelo comportamento correto, nem "consequências más" pelo comportamento errado. O que as pessoas se tornariam além de mais rebeldes e pecadoras?

3) Uma outra opção seria que Deus julgasse e removesse aqueles que escolhem cometer atos maus. O problema com esta possibilidade é que não sobraria mais ninguém, pois Deus teria que remover todos nós. Todos pecamos e cometemos atos maus (Romanos 3:23; Eclesiastes 7:20, 1 João 1:8). Embora algumas pessoas sejam mais perversas do que outras, onde Deus traçaria a linha? Em última análise, todas as perversidades causam danos a outras pessoas.

Em vez dessas ou outras opções, Deus escolheu criar um mundo "real" no qual as escolhas reais têm consequências reais. Neste nosso mundo real, as nossas ações afetam outras pessoas. Porque Adão escolheu pecar, o mundo hoje vive sob uma maldição e todos nascemos com uma natureza pecaminosa (Romanos 5:12). Haverá um dia quando Deus julgará o pecado no mundo e renovará todas as coisas, mas Ele está propositalmente "atrasando" a fim de permitir mais tempo para que as pessoas se arrependam e não precisem mais ser julgadas por Ele (2 Pedro 3:9). Até então, Ele SE PREOCUPA com o mal. Ao criar as leis do Antigo Testamento, Ele estabeleceu leis que desencorajassem e punissem o mal. Ele julgou as nações e os reis que desprezavam a justiça e buscavam o mal.

Da mesma forma no Novo Testamento, Deus afirma que o governo tem a responsabilidade de prover a justiça a fim de proteger os inocentes do mal (Romanos 13). Ele promete também graves consequências aos que cometem atos malignos, especialmente contra os "inocentes" (Marcos 9:36-42).

Em resumo, vivemos em um mundo real onde as nossas boas e más ações têm consequências diretas e indiretas sobre nós e sobre os que nos rodeiam. Deus deseja a nossa obediência para o nosso bem, para que “bem lhes fosse a eles e a seus filhos para sempre” (Deuteronômio 5:29).

Em vez disso, o que acontece é que escolhemos o nosso próprio caminho e então culpamos a Deus por não fazer nada sobre isso. Tal é o coração do homem pecador. Entretanto, Jesus veio para mudar os corações dos homens através do poder do Espírito Santo. Assim Jesus é capaz de agir a favor dos que se voltam contra o pecado e clamam a Ele para que os salve do pecado e das suas consequências (2 Coríntios 5:17).

Deus previne e restringe alguns atos de maldade. Este mundo seria MUITO PIOR se o Senhor não estivesse restringindo o mal. Ao mesmo tempo, Deus nos deu a capacidade de escolher entre o bem e o mal, e quando escolhemos o mal, Ele permite que nós e os que nos rodeiam soframos as suas consequências.

Ao invés de culpar e questionar a Deus sobre os Seus motivos para não impedir todo o mal, deveríamos nos ocupar com a proclamação da cura ao mal e suas consequências - Jesus Cristo!

Fonte: GotQuestion

Por Litrazini

Graça e Paz

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

BOMBARDEIOS SATÂNICOS NA BATALHA ESPIRITUAL

Satanás bombardeia a nossa mente com idéias malignas

Foi no campo da mente que Satanás derrotou Adão e Eva. Ao estudar a conhecida história da queda do homem, você conhecerá as estratégias que o diabo usa até hoje para manter o ser humano preso a uma vida de derrota.

Observe que Satanás atacou a mente de Eva. Falando por meio da serpente, ele cravou as suas setas inflamadas – pensamentos de dúvida – na cabeça da mulher. Ele sabia que Deus havia ordenado a Adão que não comesser da árvore do conhecimento do bem e do mal, mas semeou a dúvida no coração de Eva. Queria que ela questionasse a Palavra de Deus.

Hoje, a estratégia de Satanás é exatamente a mesma.

Quando o cristão recebe a Palavra de Deus relativa à cura física, Satanás bombardeia a sua mente com os dardos inflamados da dúvida e da incredulidade, a fim de que ele questione a Palavra de Deus, o que a torna ineficaz em sua vida.

O primeiro erro que Eva cometeu – e que a levou ao pecado – foi ouvir Satanás. Ele mentiu para Eva. Ele contradisse a Palavra de Deus. Garantiu-lhe que ela não morreria se comesse do fruto proibido. Eva não apenas ouviu Satanás, conversou com ele também. Eva sabia o que Deus lhe tinha ordenado a respeito do fruto proibido. Sabia que Deus lhe advertira que, se ela e Adão comessem daquele fruto, morreriam. Contudo em vez de rejeitar as mentiras de Satanás, ela preferiu dar ouvidos.

Milhares de cristãos hoje vivem derrotados porque dão ouvido às mentiras de Satanás. Em vez de reconhece-lo como mentiroso e rejeitar suas mentiras, preferem escutá-las. Argumentam com o inimigo e, a exemplo de Eva, absorvem as idéias dele e caem em sua armadilha. Para obter vitória consante sobre Satanás, você precisa discernir a voz dele e rejeitar o seu ardil. Se você parar para escutá-lo, como fez Eva, ele acabará tendo acesso à sua mente e o levará a derrota.

Para discernir a voz de Satanás, você deve conhecer a Palavra de Deus e saber como o inimigo ataca.

É chegado o tempo em que o povo de Deus precisa estreitar ao máximo o seu relacionamento com Cristo, de modo que conheça a sua voz. Caso contrário, será enganado por falsos mestres e falsos profetas, vindo a desviar-se - João 10.3-5: A este o porteiro abre; e as ovelhas ouvem a sua voz; e ele chama pelo nome as suas ovelhas, e as conduz para fora. Depois de conduzir para fora todas as que lhe pertencem, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz; mas de modo algum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.

Todo desejo ou pensamento que se opunha à Palavra de Deus deve ser considerado a voz do estranho, de um intruso. Sempre que uma idéia o fizer duvidar da Palavra de Deus ou de suas promessas, reconheça-o como proveniente de Satanás. Recuse-se a ouvir as suas mentiras. Rejeite-as no momento em que entrarem em sua mente.

Quando vierem à sua mente pensamentos que o impeçam de fazer a vontade de Deus, que o tentem a pecar, reconheça-os como Satanás, o tentador, e rejeite-os imediatamente                                                                                                                                                 
Fonte Bíblia de estudos batalha espiritual

Por Litrazini

Graça e Paz

domingo, 25 de setembro de 2016

CANAL DE INFLUÊNCIA

Vivemos em uma cultura na qual os valores judaicos cristãos são motivo de chacota e a imoralidade permeia todos os meios sociais e de comunicação; uma cultura em que a violência, a banalidade, a mediocridade e o comportamento pessoal em desintegração destroem a civilidade e colocam em risco nossas comunidades. Por outro lado, quando cristãos de boa fé se esforçam para evitar certas barbaridades, como temos visto nos meios de comunicação, são taxados de intolerantes e fanáticos.

Como cristãos, devemos influenciar o mundo e implantar o Reino de Cristo nesta terra, como nos recomenda o apóstolo Paulo em Romanos 12.2. Nossa missão é mostrar ao mundo que o cristianismo é um sistema de vida compreensível, que responde às perguntas mais antigas da humanidade como: De onde vim? Por que estou aqui? Para onde estou indo? A vida tem algum significado e propósito?

Somente o cristianismo oferece uma maneira para compreender a ordem física, moral, espiritual e emocional do ser humano. Ao criar-nos, Deus teve o cuidado de deixar para nós o seu manual de sobrevivência neste mundo, a Bíblia Sagrada. Que linda prova de amor! 

O escritor e teólogo C S. Lewis declarou: "Eu descobri em mim mesmo desejos os quais nada nesta Terra podem satisfazer. A única explicação lógica é que eu fui feito para outro mundo". Temos desejos e carências que somente Deus pode preencher. Porém, há quem tente preencher seus vazios com uma cultura cada vez mais perversa, que leva o ser humano à decadência. 

Deus nos criou e fez as leis morais para nos mantermos saudáveis; criou nossas mentes e a lei da lógica e da imaginação; criou-nos como seres sociais e políticos; criou um mundo de beleza e princípios de criação estética e artística. Contudo, a humanidade tem desafiado as leis morais, sociais e espirituais que Deus estabeleceu para o homem. Como consequência, o amor do homem está esfriando e a iniquidade e a violência têm se multiplicado. 

Nenhuma transgressão à lei moral e espiritual que Deus estabeleceu para o ser humano ocorre sem consequências dolorosas. Nosso chamado não é somente para ordenar nossas próprias vidas pelos princípios divinos, mas para nos comprometermos em transformar o mundo sendo sal e luz.

Enfrentamos conflitos culturais de todos os lados sem nos dar conta de que a própria guerra está ao nosso redor. Estes não dizem respeito somente à discussão sobre o aborto, o direito dos homossexuais ou o declínio da nossa educação. 

O verdadeiro embate se dá entre a cosmovisão cristã e as cosmovisões seculares e espirituais contrárias à Igreja de Cristo. Por isso, devemos nos preparar e ser efetivos para evangelizar o mundo e transformá-lo a fim de que reflita a sabedoria do Seu Criador

Dra. Elizete Malafaia

Por Litrazini

Graça e Paz

sábado, 24 de setembro de 2016

DEUS SEMPRE VAI TE DAR UMA SAÍDA

Deus está no meio dela; não se abalará. Deus a ajudará, já ao romper da manhã. Salmos 46:5.

Qual é a situação atual da tua vida? Você está satisfeito como está?

Talvez as lutas tenham sido tão grandes, que você já até pensou que este é o teu fim; que está será a sentença para tua vida. Eu tenho uma palavra de Deus para você, se desperte, este enredo ruim não é para finalizar a tua historia, este é, apenas o inicio para que coisas grandiosas venham a acontecer no decorrer da tua vida. Este é o dia que fez o Senhor; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele. Salmo 86:24.

Quem sabe as tuas forças já esvaíram-se, e as tuas lágrimas te tem sido como bebida forte, te fazem cambalear de tantas aflições, o teu pão esteja com gosto amargo em teu paladar, nada tenha bom sabor a tua boca, já não há mais alegria para viver em teu coração, os teus dias tem sido de densas chuvas, as nuvens escuras tenha armado lona sobre ti, e, a tua voz parecer embargar na tua garganta, teus pulmões parecem estarem feridos, já não tem mais forças para levantar um clamor, e a esperança que ainda te restava parecer não mais sair da UTI da vida. Ainda assim, eu te afirmo, este não é o teu fim. Eu não morrerei, mas viverei e contarei as obras do Senhor. Salmo 118:17.

Acredite, Você não será lançado no mar do esquecimento, o Senhor Poderoso em feito e tremendo em obras, jamais te abandonará, o inimigo não celebrará a tua ruína, os que ti perseguem não comemorarão a tua derrota. Há um Deus que é justo é fiel, Ele não irá te deixará prostrado, não permitirá que os teus zombadores escarneçam o nome dele na tua vida, este cenário terrível que te envolveu, está próximo a findar-se, tudo novo se fará. Deus está cuidando de ti. O Senhor está comigo entre aqueles que me ajudam; pelo que verei cumprido o meu desejo sobre os que me aborrecem. Salmo 118:08

Pode até parecer que nada mais tem jeito para você, você pode até ter chegado no limite das tuas forças, não desfaleça, não visualize como uma decisão, esta escuridão a tua volta, o que determina a tua vitória é o que vem de Deus, isto sim, é com lei para tua vida, o senhor Deus já rasgou o véu que encobria a luz, contemple pela fé, o sol da sua justiça brilhando sobre ti.

Não há fortaleza das trevas o suficiente para te deixar preso, o Senhor dos Exércitos, já se levantou em teu favor, Ele já quebrou os grilhões das trevas, já aniquilou o poder do mal, já destruiu os ferrolhos de bronze e lançou por terra as trancas de ferro. Não temas, se despida das vestes de tristezas, e se vista com as vestes da alegria de Deus, o pacto satânico para te destruir já foi quebrado, e os seus projetos foram um por um frustrados, alegre o teu coração, o senhor obrou em teu favor. E Ezequias, e todo o povo se alegraram, de que Deus tinha preparado o povo; porque apressuradamente se fez esta obra. II Crônicas 29:36

O que não entendes agora, entenderás depois, toda essa fúria das trevas sobre a tua vida, é porque o mal saber o que Deus vai fazer por ti, não temas apenas confie em Deus, Ele já se levantou do seu trono de glória, e, ordenou o inimigo calar-se em teu favor, os venenos destilados foram secados, sugado pela boca do abismo, não causará mais dano em ti.

O que você pensava ser para a morte, será para vida, a glória do Senhor já brilhou sobre ti, e tudo que estava travado já foi liberado, o que estava preso começou a desprender-se, o que estava oculto já vai se manifestar . Onde não havia paredes, Deus abriu portas, e neste labirinto fechado, Deus já colocou varias saídas. Senhor Jeová! Já começaste a mostrar ao teu servo a tua grandeza e a tua forte mão; porque, que Deus há nos Céus e na terra, que possa obrar segundo as tuas obras, e segundo a tua fortaleza?   Deuteronômio 03:24.

Mesmo que, a batalha que te envolve, seja ferrenha, Deus está contigo, no meio dela, Ele vai te fazer sair desta situação. Ninguém há que possa impedir o seu agir, Ele é grande, Poderoso, Justo e Fiel e trabalha noite e dia para te dá a vitória. Espere e Confia em Deus, você vai ver o que Ele vai fazer na tua vida e através de ti. Porque tu és grande e operas maravilhas; só tu és Deus. Salmo 86:10

Descanse o teu coração e confie no senhor!

Pra. Elza Amorim Carvalho

Por Litrazini

Graça e Paz

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

FERIDAS QUE NÃO CICATRIZAM

Andei procurando por fósseis da nostalgia. Encontrei preservado o que deveria ter sido destruído no passado, e destruído o que poderia ter ficado preservado até agora"(Mery Medeiros).

Existem feridas, ou seja, dores que carregamos em nossos corações daquilo que vivenciamos em nossa infância, lembranças do que poderia ter sido melhor ou diferente e sentimentos de impotência pelo que foi perdido no passado.

O QUE SÃO OS TRAUMAS DE INFÂNCIA?
Segundo Alexandre Salvador, membro da Sociedade Paulista de Psicanálise, o trauma é a incapacidade do sujeito de superar determinados acontecimentos de sua vida, pois as cargas que foram impostas em certos eventos causaram impactos emocionais mais intensos do que o indivíduo poderia suportar.

Esses traumas podem impedir o crescimento da pessoa em muitos sentidos da vida, devido ao fato de inibir as energias para se viver uma vida plena.
Exemplos de traumas:
1. Morte repentina do pai, mãe ou algum parente muito próximo à criança;
2. Acidentes de trânsito intensos com pessoas feridas;
3. Separação dos pais;
4. Brigas e xingamentos constantes dos pais;
5. Afastamento dos pais, ou seja, falta de afeto de um ou de ambos os pais;
6. Surras ou gritos constantes com a criança;
7. Ofensas de colegas da escola e/ou professores;
Entre outros tipos de acontecimentos que podem ter ocorrido na infância e desencadeiam "travas" ou insegurança no indivíduo.

O enfraquecimento do EU
Os conflitos internos que podem acontecer a pessoas com traumas, muitas vezes podem passar despercebidos até mesmo pela própria pessoa que está vivenciando o trauma, dessa forma, a observação e conversa de alguém muito próximo a essa pessoa pode ajudar muito nessa percepção.

A neurose causada por essa ferida, gera um enfraquecimento do EU nas pessoas, ou seja, uma desordem de autocensura entre os desejos próprios e as ideias colocadas pelas pessoas externas (família, amigos, colegas).
Essas "travas" aparecem nos momentos mais inesperados do dia a dia, e questiona-se: Por quê? De onde vem esses medos e receios? Medo de ser feliz, medo de amar, medo de se entregar, medo de ceder, entre outros.

Alguns comportamentos presenciados na infância pela criança podem sim determinar as escolhas que ela fará no futuro, especialmente no que se refere ao seu cônjuge.

Mas podemos escolher ficar presos e amarrados ao passado, ou redescobrir um futuro muito mais iluminado, mais bonito, mais paciente, com um amor verdadeiro e puro, aquele amor sincero que nos permite crescer juntos, o amor doação.

PLANTANDO NOVAS SEMENTES
Precisamos recriar momentos, compreender as circunstâncias já passadas, esquecer alguns fatos, perdoar algumas falhas, redescobrir novas possibilidades, enfrentar os medos e anseios.

Para que tenhamos a capacidade de fazer essas coisas, não podemos lidar com os problemas de forma superficial, apenas fingindo que não estão ali, ou então mascarando nossas dores com medicações. Se os problemas são profundos nossa intervenção precisa ser tão ou mais profunda.

Uma pessoa com medo de aranhas, precisa aprender a matá-las para que esse medo desapareça. Alguém com medo de amar, precisa se entregar de corpo e alma para outra pessoa. Corre-se o risco da aranha picar, mas a vida é para ser vivida.

O AMOR TUDO CRÊ
Conforme ensina Alexandre Salvador, as sequelas mais comuns que permanecem em adultos com traumas são: achar que está sempre desamparado; medo de ser abandonado; medo de ficar sozinho; torna-se uma pessoa insegura; tímida e com medo de arriscar.

Se você ama alguém que sente algum desses tipos de traumas, ajude-o a ser mais resiliente, ou seja, a recuperar sua capacidade de vencer obstáculos, de lidar com seus problemas e encontrar soluções saudáveis. O amor, o carinho e a atenção da família e amigos é essencial para o fortalecimento do EU.

Normalmente surge-se a necessidade de terapia para que o indivíduo consiga organizar aquilo que ficou enfraquecido no decorrer da vida.

Josué Gonçalves

Por Litrazini

Graça e Paz

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

O INTERCESSOR E SUAS CARACTERÍSTICAS

Deus prepara os intercessores para grandes coisas.

Deus criou todas as coisas, portando, Seu reino inclui toda a criação – Sl. 103:19; Jesus é o primogênito, portando, herdeiro legal do trono e da criação de Deus; Cada crente é filho de Deus por adoção com os mesmos direitos legais que Jesus tem. Quando recebemos a Cristo nos tornamos herdeiros – Rm. 8:15-17; Ap. 21:7.

A Bíblia provê muitos textos que provam este conceito: Mt. 25:35; Dn. 7:8; Gl. 6:4-7; Tt. 3:5; Tg. 2:5.
Nosso destino futuro depende da nossa lealdade presente “Nós, redimidos dentre a humanidade nos constituímos a eterna companheira de Jesus. Sua noiva. Essa companheira deverá compartilhar do trono do universo com seu amado e Senhor”. Ela precisa ser treinada para sua função de rainha afim de que aprenda as técnicas de vitória através da oração”.

intercessor ou INTERCESSOR? Qual a diferença?

a) O de letra minúscula, intercede em obediência à ordem de orar por todos. Ele é crente e sabe qual é a importância da oração.

b) O de letra maiúscula, tem um ministério. Vive para interceder. Não intercede só um instante. O faz pela manhã, ao meio-dia, à tarde, à noite, de madrugada, retira-se para interceder, fica por longos períodos em intercessão, jejua, ora 1 dia, ora 2 dias, ora 3 dias... O Espírito pode acordá-lo para interceder e ele fica na madrugada orando. É movido pela compaixão de Deus.

QUE É PRECISO PARA O INTERCESSOR?
1) AMOR. João 15:13 "Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos amigos"

2) IDENTIFICAÇÃO. Sentir a necessidade do outro. Colocar-se no lugar da pessoa. Ter empatia (Dt. 9:18-20);

3) COMPAIXÃO. "Livra os que estão sendo levados à morte, detém os que vão tropeçando para a matança. Se disseres: Eis que não o sabemos; porventura aquele que pesa os corações não o percebe? Aquele que guarda a tua vida não o sabe? E não retribuirá a cada um conforme a sua obra?" (Pv. 24:11,12);

4) PERSEVERANÇA. "Com toda a oração e súplica, orando em todo o tempo no Espírito e para isto vigiando em toda perseverança e súplica por todos os santos"(Ef. 6:18) "...na oração sede perseverantes" (Rm. 12:12);

5) OUSADIA. Liberdade e franqueza no falar. "Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho ... acheguemo-nos, portanto, destemida, confiada e ousadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça..." (Hb. 10:19 e 4:16 - Versão Amplificada);

6) PESO DE INTERCESSÃO. É algo que faz o coração sentir que está na hora de interceder por aquele ou aquilo. Você sente o peso no ombro do outro.

7) DISCERNIMENTO. Saber separar as coisas. Agudeza de juízo. O sistema de comunicação mais completo vem do Espírito Santo. Não existe serviço de inteligência mais completo.
- Pedro discerne o Espírito de mentira em Ananias e Safira (Atos 5);
- Paulo discerne as mais tendências de Elimas, o encantador (Atos 13:8-0). Qual é o obstáculo que está impedindo o fluir da benção de Deus?

8) GEMIDOS. A intercessão chega a uma intensidade de um sentimento parecido com aquele que Paulo descreve em Gálatas 4:19 "dores de parto". É um orar inaudivelmente, com suspiro, com gemido, com contorção (Atos 7:34).

Por Litrazini
Graça e Paz

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

BOAS RAZÕES PARA MEMORIZAR AS ESCRITURAS

A MEMORIZAÇÃO DAS ESCRITURAS PODE:

PURIFICAR OS SEUS PENSAMENTOS – Filipenses 4.8 = “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.”

AUMENTAR A EFICÁCIA DE SUAS ORAÇÕES – João 15.7 = “Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito”

SER ÚTIL PARA O SEU TESTEMUNHO – Atos 8.35-36 = “Então, Felipe explicou; e, começando por essa passagem da Escritura, anunciou-lhe a Jesus. Seguindo eles caminho afora, chegando a certo lugar onde havia água, disse o eunuco: eis aqui água, que impede que eu seja batizado?”

AJUDÁ-LO EM SUA MEDITAÇÃO – Salmo 119.97 =“Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!”

ENRIQUECER SEU ESTUDO E CONHECIMENTOS BÍBLICOS – 2 Timóteo 3.16 = “Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para educação na justiça.”

APERFEIÇOAR SEU ENSINO OU ACONSELHAMENTO – Provérbios 15.23 = “O homem se alegra em dar resposta adequada, e a palavra, a seu tempo, quão boa é!”

GUIÁ-LO EM SUAS DECISÕES – Salmo 119.24 = “Com efeito, os teus testemunhos são o meu prazer, são os meus conselheiros.”

ENCORAJÁ-LO QUANDO SENTIR-SE DERROTADO – Romanos 15.4 = “Pois tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito, afim de que, pela paciência e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança.”

FORTALECE-LO QUANDO FOR TENTADO – Salmo 37.31 = “No coração, tem ele a lei do seu Deus; os seus passos não vacilaram.”

AUMENTAR A SUA FÉ – Romanos – 10.17 – “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.”

Por Litrazini
Graça e Paz


terça-feira, 20 de setembro de 2016

A INTERCESSÃO MUDA A LEI DO LIVRE-ARBÍTRIO

Livre-arbítrio a expressão usada para significar a vontade livre de escolha, as decisões livres.

Na Bíblia sagrada podemos notar varias passagens nos provando que somos livres para escolher nosso caminho, mas gostaria de compartilhar o que Deus falou comigo, o poder da nossa intercessão. Em nenhum momento direi que não temos o livre-arbítrio, mas que assim como ele nos da vontade livre de escolha e decisões livre podemos errar, pois que está perfeitamente certo do que faz? Se fosse assim nunca erraríamos! Deus por nos tratar como filhos nos orienta e mesmo nas nossas escolhas nos guarda e cuida de decisões que nos levaria até mesmo a morte, assim como o exemplo dado na Bíblia que vou citar.

Gênesis capitulo 18 do versículo 23 ao 32 nós vemos Abraão interceder por Sodoma e Gomorra, no seu ultimo pedido Abraão diz ao Senhor: “Não te ires, Senhor, mas permite-me falar só mais uma vez. E se apenas dez forem encontrados? ” Ele respondeu: “Por amor aos dez não a destruirei”.

Gênesis capitulo 19 do versículo 15 ao 16 está escrito: Ao raiar do dia, os anjos insistiam com Ló, dizendo: “Depressa! Leve daqui sua mulher e suas duas filhas, ou vocês também serão mortos quando a cidade for castigada”.Tendo ele hesitado, os homens o agarraram pela mão, como também a mulher e as duas filhas, e os tiraram dali à força e os deixaram fora da cidade, porque o Senhor teve misericórdia deles

Gênesis capitulo 19 versículo 29 está escrito: Quando Deus arrasou as cidades da planície, lembrou-se de Abraão e tirou Ló do meio da catástrofe que destruiu as cidades onde Ló vivia. Abraão vai à presença de Deus (oração) e intercede por Ló, mesmo Ló hesitando em sair os anjos do Senhor tiraram ele e sua família a força porque Deus lembrou da oração de Abraão. Ló usou o livre-arbítrio e escolheu ficar, mas por causa da oração de Abraão Deus o Salvou. Imagine se Ló tivesse intimidade com Deus e orasse a favor da cidade, ele mesmo viria à necessidade de sair.

A intercessão é uma arma rara, poucos dedicam parte da vida para interceder por si mesmo ou muito menos pelos outros, creio que se não houvesse intercessores nações estariam muito piores, pois Deus ouve os intercessores e trás o livramento.

Satanás a todo tempo nos polui para que a intercessão não faça parte de nossas vidas, Deus não resiste a um coração quebrantado e a um filho pedindo justamente.Existem pessoas que não intercede pelo mundo, pelo país, pela cidade e nem por elas mesmas. Só vivem pela misericórdia de Deus.

Deus quer ver sua boca aberta pedindo a ele, intercedendo pelas causas impossíveis de sua vida, interceder pela sua vida espiritual, profissional, familiar, etc.Todas as áreas de sua vida dependem de intercessões suas primeiramente.

Satanás não quer que você interceda, assim que você inicia intercedendo por algo ele transforma aquele momento em uma guerra onde tenta fazer você desistir pelo cansaço ou por não enxergar saídas, mas Deus nos pede para viver pela fé, seria não enxergar a vitória, mas crer que ela existe.

Hoje estamos vivendo tempos onde é pregado por alguns lideres religiosos somente promessas, fazendo com que o povo não aprenda a lutar e assim que alguma situação o leva a enfrentar o inimigo facilmente é derrotado porque não tem instrução.

Por que não interceder então pelo seu marido, sua esposa, seus filhos, seus pais, seu emprego, sua empresa, seu ministério, seus sonhos, etc. Se a intercessão é poderosa assim para mudar a lei do livre-arbítrio ela é poderosa para mudar a sua vida e realizar seus pedidos conforme a vontade de Deus!

Todo tempo Interceda por sua vida, lute, não “durma”, ore, busque intimidade com Deus e corra atrás de seus sonhos, não se iluda com ensinamentos que só de vocês crer e/ou obedecer as coisas vão cair do céu, Deus quer te ver em ação, Jesus creu em Deus e era obediente, mas nunca ficou parado, pregava, orava, intercedeu até o ultimo minuto e ainda o faz: 

Romanos 8: 34 Quem os condenará? Foi Cristo Jesus que morreu; e mais, que ressuscitou e está à direita de Deus, e também intercede por nós.

Se você acha que é difícil o combate e não esta suportando pense nisso como uma frase de minha autoria: “Encarar as lutas é uma vitória, vence-las é um bônus” Ou seja, só de você lutar já é uma vitória, pois muitos nem lutam.

Sua intercessão faz diferença, ela tem poder!

Marcio Souza

Por Litrazini

Graça e Paz