segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

SANTIFICAÇÃO (MATURIDADE CRISTÃ)

Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; I Pedro 2.9

O desafio da vida cristã leva-nos a desejar sermos santos na presença de Deus. Nesta busca, precisamos disciplinar-nos numa constante comunhão com Deus através de uma hora devocional. Deus nos chamou para a santificação (I Ts 4.7) deu-nos a ordem de santificar-nos (I Pe 1.15), portanto temos que alcançar tal benção. Ter um tempo com Deus através da hora devocional é muito importante: veja só:

1. Os grandes homens e mulheres da Bíblia que alcançaram vitória e muita comunhão com Deus tinha sua hora devocional. Mc 1.35-39; Mt 6.5-8; Gn 5.24.

2. Sua hora devocional deve incluir: Oração, leitura bíblica e momentos de louvor e gratidão a Deus.

3. Procure vencer os seguintes obstáculos para que sua hora devocional seja um momento precioso de comunhão íntima com Deus:
a) Falta de tempo – reserve um tempo (dia e hora) para este momento, não deixe ao acaso. (Dn 6.1; Sl 5.3)
b) Interrupções – escolha um lugar tranqüilo onde ninguém possa incomoda-lo e longe de telefone.
c) Pensamentos vagos – ore sempre em voz alta e seja específicos assim seus pensamentos não o afastarão da comunhão com Deus.
d) Falta de perseverança – muitos começam e param, estão sempre começando e fazendo novos propósitos. Seja perseverante pois é na perseverança que ganhará sua alma (Lc 21.19).

Com um tempo devocional específico e periódico, certamente você viverá em santidade com Deus.

O QUE É SANTIFICAÇÃO?
Não é nosso propósito analisar teologicamente a doutrina santificação, mas sim declarar que: Santificação é o ato de Deus em nos separar para um fim específico. Deus nos separa e nos faz andar segundo a sua vontade, mas este ato deve estar em harmonia com a nossa vontade, Deus não nos violenta. A santificação é vivida, pelo menos em dois aspectos:

1. SANTIFICAÇÃO INSTANTÂNEA – (Hb 10.28-8; 13.12) Quando nascemos de novo, Jesus nos separa do pecado, nos purifica, nos justifica e assim nos tornamos santos diante dele separados, mortos para o mundo e vivos para Deus. (Rm 6.11).

2. SANTIFICAÇÃO PROGRESSIVA – ( I Tm 2.21; Rm 6.22). Cristo nos separa do pecado, nos dá poder sobre o pecado, porém nos deixa a missão de nos livrarmos dos efeitos dos pecados. Somos libertos dos efeitos do pecado através da oração, da meditação na Palavra de Deus, quando nos submetemos ao Espírito Santo para que ele nos ensine todas as coisas. Assim vamos nos separando cada vez mais do pecado, das coisas do mundo a caminho da santificação pela até chegarmos a estatura de Cristo. Esta caminhada é a santificação. Fl 2.12; I Tm 4.5; I Co 10.23; Jo 14.26.

PORQUE A SANTIFICAÇÃO É NECESSÁRIA?
1. Porque é a vontade de Deus para seus filhos – I Ts 4.3
2. Porque sem a santificação ninguém verá a Deus – Hb 12.14
3. Porque através da santificação abandonamos o pecado e as coisas que aborrecem a Deus. Ap 21.8; I Co 6.9-10; Gl 5.11,19; Ef 5.3-5; At 5.11; 20.33.

COMO ALCANÇAR A SANTIFICAÇÃO?
Tudo começa quando você toma a decisão de nascer de novo.

Santificação não é um tema para estudo e debate, é um estilo de vida a ser vivido pelos cristãos, é um estado de pureza onde a presença do Espírito Santo é uma realidade transformando nosso corpo em templo do Espírito Santo.

Observações:
1. Se você deseja ver Deus, desfrutar da presença maravilhosa do Espírito Santo, precisa ser santo.
2. Ser santo é uma ordem e portanto temos que obedece-la.
3. A santidade não implica em perfeição, mas, em separar-nos das coisas que podem levar-nos ao pecado.
4. É Deus quem opera primeiramente em nós o ato da santificação e cabe a nós dar continuidade, desenvolvendo a nossa salvação. Fl 2.12.
5. Quando se busca a Deus e a santificação, ele opera maravilhas na nossa vida, pois a santificação é parte fundamental do caráter de Cristo na vida dos cristãos

Fonte: Explicando as Escrituras

Por Litrazini

Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário