sábado, 1 de abril de 2017

ORAR PRA QUE? SE EU JÁ SEI O QUE FAZER!

Se Deus já conhece o meu coração, para que eu devo orar? E quem decide aqui sou eu! Senhor manda pra mim uma namorada, Senhor, estou te pedindo, envia ó Pai, mas que seja a “Mariazinha” porque é dela que eu gosto.

Essa geração tem estragado os relacionamentos. Vejo isso a todo o tempo. Pessoas a todo o momento chegam dizendo que oraram e Deus não respondeu. Quando pergunto por quanto tempo foi o período de oração ainda tenho que ouvir coisas do tipo “longas 2 semanas”. Estamos acostumados a receber tudo no regime “Fast Food” e achamos que Deus é obrigado a se moldar as nossas vontades ou se adequar ao nosso tempo.

Lamento te informar, mas não é assim que funciona.

A oração não é para que Deus atenda o seu pedido apenas, mas sim para que o seu coração seja moldado segundo o desejo do coração do Pai. A sua oração fala muito sobre quem você é. Se você pede de mais; se você não se lembra de agradecer; se todos os assuntos dela são relativos à sua vida ou se são dedicados as outras pessoas também.

A Bíblia nos diz que o Senhor procura dois tipos de pessoas:
1 – Verdadeiros Adoradores (João 4.23)
2 – Alguém que se coloque na brecha e ore pelo povo (Ezequiel 22.30).

Outro ponto importante a se frisar é que muitos fazem da oração algo muito impessoal. Vejo pessoas normais, com vocabulários normais, que ao iniciar uma oração, usam palavras de um vernáculo tão rebuscado que acho que nem “Deus entende” (brincadeirinha), mas se a oração é algo pessoal e se Deus te conhece por dentro e por fora, então porque não ser sincero ao falar com Ele.

Você está passando por um problema muito grande com algum irmão, seu coração está cheio de dor, mas na oração você nem toca no assunto ou então age como se fosse o homem mais santo e bom do mundo. Ora, seja sincero, diga: “Deus eu to em frangalhos, estou com tanto ódio no meu coração que não consigo suportar, se eu pegasse o irmãozinho tal, eu gostaria de matar, mas sei que não posso, então me ajuda!”

Seja sincero, será muito melhor. Quando abrimos o coração a amizade floresce. Jesus foi muito sincero na “Oração do Pai Nosso”. Ele chamou Deus de Pai enquanto todos ainda chamavam de Senhor. Isso mostra intimidade!

Homens e mulheres mudaram a história por onde passaram simplesmente porque mantiveram firmes em seus momentos a sós com o Pai. 

Pessoas são libertas, guerras são vencidas, portas são abertas, tudo isso pode acontecer dentro das quatro paredes do seu quarto.

Quando era pequeno, uma frase marcou minha vida e quero compartilhar com você: “Muita oração, muito poder, pouca oração, pouco poder, nenhuma oração, nenhum poder.” E entenda que quando um cristão ora, os céus se abrem, o inferno treme e coisas novas acontecem.

Na paz DAquele em quem oramos, “Em nome de Jesus, amém”.

Pr. Felipe Heiderich

Por Litrazini:
http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário