segunda-feira, 31 de julho de 2017

ROMPENDO A DIFICULDADE DA DOR... COM CRISTO

Em termos de relacionamento, ninguém está mais perto do que Cristo. Cristo é melhor do que o marido mais fiel, mais compreensivo, do que a esposa mais consoladora, mais confiável e do que o melhor amigo.

Ninguém está mais perto do que Cristo. Não existe amigo que se importe mais conosco do que Ele. Não há ninguém que nos aceite de forma tão incondicional. Não há ninguém mais disponível ou mais interessado com quem podemos conversar no meio da noite ou, em qualquer outro horário do dia, clamar em oração. Ele entende até mesmo os seus murmúrios - Ele tem poder para colocar o significado correto em seus gemidos inexprimíveis! Ele prometeu que nunca iria deixá-lo. Ele não vai abandoná-lo. Ninguém está mais perto do que Cristo. Repito: "ninguém."

No nosso íntimo, ninguém cura de forma mais profunda do que Cristo. Você pode até dizer: "Nunca vou me recuperar desta tristeza". Sim, você consegue, mas não sozinho.

Cristo é o maior consolador. Ele é o "Homem de Dores". Lembre-se de que Ele "conhece a sua dor" de modo íntimo. Ele sabe o que está em jogo. Ele perdeu tudo por você. A sua própria família achava que Ele era louco. No meio do seu ministério, ela veio buscá-lo porque estava convencida de que Ele havia perdido o juízo. Ele sabe o que é sofrer em silêncio, o que é ser o centro das críticas injustas, se sentir desanimado quando ninguém entende, quando ninguém fica ao seu lado. Seu bálsamo confortante penetra fundo. Ninguém cura de forma mais profunda do que Cristo.

Fisicamente, ninguém consola melhor do que Cristo. No meio da sua mais profunda dor, a sua presença traz consolo e força. Ele pode decidir restaurar a sua saúde física, mas falando francamente, Ele pode preferir não curar. Apesar disso, a sua graça é abundante o suficiente para você. A sua mão está sobre a sua vida nas horas de aflição. Ela é melhor do que a mão de um amigo, de um parceiro, dos pais ou de qualquer filho, porque quando nos toca, Ele traz grande compaixão e alívio duradouro. Ninguém consola melhor do que Cristo.

Por fim, ninguém vê os benefícios da sua dor de forma mais clara do que Cristo. Ele vê o final do túnel sinuoso e escuro do seu Getsêmani. Você só consegue ver a densa, assustadora e persistente escuridão. Ele vê além, até a brilhante luz da eternidade. Maturidade, crescimento, estabilidade, sabedoria e, por fim, a coroa da vida esperam aqueles que confiam em sua mão invisível. Não se esqueça, Ele tem o mapa do Getsêmani. Ninguém conhece os benefícios da sua dor de forma mais clara do que Cristo.

Não importa o que esteja enfrentando hoje, lembre-se de que sua dor não é vã. Não é um acidente de percurso. Na verdade, a sua dor é exatamente o que Cristo usará para colocar você de joelhos, para que você se aproxime do seu coração e descubra a sua paz.

"Homem de Dores" - que nome! É o nome do Filho de Deus. Seu nome é Jesus. É o nome que representa os extremos de dor e entendimento, de companhia e alívio.

Talvez você nunca tenha reconhecido a sua necessidade de um relacionamento pessoal com Deus, através da fé em Cristo. Você agarrou firmemente as rédeas da sua vida. Sugiro que você as solte e as entregue a Deus. 

Venha a seu Filho, Jesus. Admita onde você está e expresse a sua necessidade a Ele. Quero terminar com uma simples oração que pode ser feita no silêncio do seu coração àquele que deseja andar com você por meio da dificuldade da dor pessoal.

Senhor Jesus, sei que sou um pecador. Fiz um grande estrago em minha vida. Estou cansado de lutar. Estou cansado de caminhar. Estou cansado da dor que acrescentei à minha vida vivendo como se o Senhor não existisse. Hoje venho a ti, crendo que tu morreste por mim e que ressuscitaste dos mortos. Viro minhas costas ao meu modo de vida e me entrego a ti. Toma as rédeas da minha vida, Senhor Jesus. Eu as entrego a ti. Aceito teu perdão e clamo por tua graça, aceitando o dom da vida eterna. Amém.

Extraído do Livro Rompendo Dificuldades de Charles R. Swindoll

Por Litrazini

Graça e Paz

domingo, 30 de julho de 2017

ROMPENDO AS BARREIRAS DO SOFRIMENTO

Ser ou não servos de Deus não nos deixa imunes ao sofrimento, nem ás dores, doenças, injustiças, decepções... Jesus disse: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passai por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.” (Jo. 16.33).

Podemos constatar em nossas vidas as palavras do Mestre.“Tu, porém, tens seguido, de perto, o meu ensino, procedimento, propósito, fé, e os meus sofrimentos... que variadas perseguições tenho suportado!. De todas, entretanto, me livrou o Senhor. Ora, todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos.”(2 Tm. 3.10-12). O sofrimento nos confirma como membros da raça humana em geral e do povo de Deus em particular.

Muitas vezes vivenciamos ódio, raiva e ressentimento em nossa alma, associados às lembranças dolorosas. Esses sentimentos atualizam diariamente a dor que um dia sofremos. Remoemos a mágoa, relembramos a ofensa, revivemos a dor, ruminamos o sofrimento, dando assim poder ao que nos feriu ontem de ferir hoje e amanhã também..

O ressentimento muitas vezes se apresenta como obstáculo à obra restauradora de Deus e do seu Santo Espírito. O Senhor quer nos curar, mas, nós nos recusamos a esquecer, a deixar para trás, a olhar para frente.

O sofrimento associado ao ressentimento, produz a escravidão. Ficamos presos à tristeza, amarrados ao passado e começamos a ficar parecidos com aqueles que nos ofenderam. “A quem perdoais alguma cousa, também eu perdôo; porque, de fato, o que tenho perdoado, se alguma cousa tenho perdoado, por causa de vós o fiz na presença de Cristo; para que satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhes ignoramos os desígnios. “ (2 Co. 2.10,11).

Onde há magoa, o diabo leva vantagem e ficamos em situação de desvantagem na luta!

O ressentimento nos torna marionetes de satanás: amarrados, controlados, escravizados, fazendo exatamente o que ele quer.

As correntes e amarras só podem ser rompidas através do perdão. Perdoar é mais do que uma demonstração de grandeza no caráter. É um ato de liberação e conquista. Perdoar é usar uma arma contra a qual o inimigo não tem defesa, pois a partir do momento em que perdoamos, não há mais mal que ele possa causar-nos.

Perdoar é libertar-nos do domínio de quem nos magoou e da opressão do inimigo, proveniente do ressentimento. É deixar de viver o passado, é livrar-se dele para desfrutar do presente e conquistar o futuro.

PERDOAR É PERMITIR QUE A CURA INTERIOR DE DEUS SE EFETUE, ALIVIANDO AS DORES DA ALMA.

O perdão é a provisão divina para garantir a nossa felicidade. Você pode culpar alguém pelo sofrimento causado ontem, mas, não pelo que você sofre hoje. 

Exponha a Deus sua necessidade de perdoar e a sua dificuldade em fazê-lo, renuncie ao ressentimento e à vingança.

Permita que o amor de Cristo feche a ferida do seu coração para sempre. Ele também perdoou os que o magoaram, e o fez na cruz (Lc. 23.34). Ele deseja nos ver feliz, libertos de traumas emocionais.

O perdão e a ação do Espírito Santo produzem em nossa vida a cura para as feridas do coração e para as lembranças mais dolorosas.

Extraído Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

sábado, 29 de julho de 2017

O DEUS QUE RESPONDE

"Sinto-me só!"

QUANDO VOCÊ DIZ: TENHO MEDO!
Deus responde: “Porque eu, o SENHOR, teu Deus, te tomo pela tua mão direita e te digo: Não temas, que eu te ajudo.” Isaías. 41.13

QUANDO VOCÊ DIZ: SINTO-ME SÓ!
Deus responde: “Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares.” Josué 1.9.

QUANDO VOCÊ DIZ: NÃO AGUENTO MAIS!
Deus responde: “Sede fortes, e revigore-se o vosso coração, vós todos que esperais no SENHOR.” Salmo. 31.24.

QUANDO VOCÊ DIZ: ESTOU FRACO!
Deus responde: “Bendito o homem que confia no SENHOR e cuja esperança é o SENHOR. Porque ele é como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se perturba, nem deixa de dar fruto.” Jeremias 17.7,8.

QUANDO VOCÊ DIZ: NÃO HÁ MAIS ESPERANÇA!
Deus responde: “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação. O SENHOR Deus é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente.”Habacuque 3.17,18.

QUANDO VOCÊ DIZ: ABATIDA ESTÁ A MINHA ALMA!
Deus responde: “Porque assim diz o Alto, o Sublime, que habita a eternidade, o qual tem o nome de Santo: Habito no alto e santo lugar, mas habito também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos.” Isaías 57.15.

Fonte: Igreja Batista V. Mariana

Por Litrazini

Graça e Paz

sexta-feira, 28 de julho de 2017

AS BOAS NOVAS SÃO VELHAS. E PORQUE SÃO VELHAS, SÃO AS NOVAS

Ele é Deus de vero Deus! Ele é verdadeiro Deus e verdadeiro homem. Ele sempre é desde sempre! Desde antes da fundação do mundo
 
Separado para o evangelho de Deus, que ele antes havia prometido pelos seus profetas nas santas Escrituras, Rm 1,1b,2
 
As boas novas são velhas...
 
As boas novas anunciam o cumprimento das promessas aos patriarcas e profetas.
 
Jesus é a criança da promessa, prometido em Gn 3.15, a criança que venceria a serpente.
 
Ele é o grande profeta referido por Moisés em Dt 18.15,18
Ele é o Redentor vivo que se levantaria sobre a terra Jó 19.25
Ele é o Senhor que se assentaria à direita do Senhor e dominaria sobre Sião Sl 110.1
Ele é o filho da virgem Is 7.14Ele é o menino maravilhoso, conselheiro, Deus forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz Is 9.6
Ele é a raiz de Jessé Is 11.1,10 
Ele é o servo sofredor que levaria a nossas inquidades Is 53
Ele é o Ungido do Senhor para libertar os cativos Is 61.1
Ele é o salvador prometido Is 62.11; Zc 9.9
Ele é o buscado pelos gentios Is 42.1; 65.1
Ele é o Ungido que demarca os tempos Dn 9.25,26
Ele é o renovo que vem da casa de Davi Jr 23.5; 33.14,15; Ez 16.7; Zc 6.9,12
Ele é o que traz a paz a todas as nações Mq 4.1-4
Ele é o rei que viria de Belém, porém, originário da Eternidade Mq 5.2
Ele é o Sol da Justiça que traz salvação nas suas asas Ml 4.1
E há muito mais que se poderia dizer...
 
A suma é: chegou o Salvador, bem aventurado aquele que nele se refugiar Sl 2.12
 
Ele chegou, mas ele sempre esteve...
Ele é o Senhor que aparece, em carne e osso, a Abraão e lhe faz promessas e suscita intercessão Gn 18
Ele é a Rocha de Israel Ex17.6; Nm 20.8; 1Cor 10.4; Dt 32.4; 32.18,30; 1Sm 22.47; 23.3; Hb 1.12
Ele é o quarto homem na fornalha com Hananias, Misael e Azarias Dn 3.25
E há muito mais dele que se pode ver no Antigo Testamento...
 
Ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, em cujas pisaduras somos sarados, o nosso Salvador, o nosso Senhor.
 
Ele é Deus de vero Deus! Ele é verdadeiro Deus e verdadeiro homem. Ele sempre é desde sempre! Desde antes da fundação do mundo. Todas as coisas foram feitas nele, por ele e para ele! Sem Ele nada do que foi feito se fez!
 
Ele é o cumprimento de todas as promessas do Deus!
Ele voltará em carne e osso da ressurreição e todo olho o verá! (Is 53.5; Jo 1.3,29; 6.35; 8.12,28,52; 20.28; At 1.11; 2Co 1.20; Cl 1.13-18; Ap 1.7)
 
As boas novas são velhas. E porque são velhas, são as novas! As Boas novas!
 
Autor: Ariovaldo Ramos
 
Por Litrazini
Graça e Paz

quinta-feira, 27 de julho de 2017

O ESPÍRITO SANTO E VOCÊ

O fato de sermos cristãos não elimina nossas necessidades sociais. O isolamento é companheiro da miséria; a comunhão é essencial à felicidade. Do mesmo modo como devemos comunicar-nos com os demais, devemos também comunicar-nos com Deus. O vazio do nosso interior só Deus pode preencher. Enquanto Deus não entrar na nossa vida, nada teremos no centro dela.

Todos os que são feitos novos em Cristo tem o Espírito Santo vivendo dentro deles. A sua presença interior é a evidência de que lhe pertencemos, pois, “Se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele” (Rm. 8.9).

Sem o elo do Espírito Santo seria impossível nossa vinculação com Deus, porque ele é a ponte que nos une a Cristo e ao Pai. Ele é a presença de Deus em nossa peregrinação, que de outra sorte ocorreria em silêncio.

Jesus disse que precisava subir para o Pai a fim de enviar-nos o Espírito. “Convém que eu vá, porque se eu não for, o Consolador não virá para vós...” (Jo.16.7). Depois de nascer em Belém, o Filho de Deus viu-se limitado, quanto ao seu corpo, à nossa geografia; Ele só podia estar em um lugar por vez.
Para escapar das limitações geográficas de existir em forma humana, Jesus tinha de ir-se embora. Por intermédio do Espírito Santo Ele voltou no Pentecoste, como o Cristo invisível e residente, presente em toda a parte, em comunhão interna com todos os cristãos. 

Não nos contentamos meramente com que o Espírito Santo viva em nós. Mas, da nossa comunhão com o Espírito Santo nasce nossa felicidade. O Espírito passa a morar em nós desde o momento de nossa conversão, e continuará pela eternidade, mas nossas temporadas de felicidade só ocorrem quando estamos vivendo em sinceridade diante de Deus. Sua morada em nós significa que Ele estará sempre ao nosso lado. Quando estamos cheios do Espírito podemos conversar abertamente com Ele. A felicidade provém desta última condição.

Muitos cristãos vivem em derrota. Vivem juntos com Deus, mas não querem conversa com Ele. Seu relacionamento com Deus é estritamente convencional. Outros cristãos são culpados de fingir relacionamentos. Nos cultos da igreja parecem estar contentes em sua relação com Deus, mas na realidade eles não tem conversado com Ele durante semanas ou meses. Cada dia afogam-se na frustração e derrota de um viver amputado.

O ateu pode realmente ser tão feliz quanto o cristão que perdeu toda a comunhão com o Cristo interior. O segredo da nossa felicidade não é somente a intimidade com Deus mediante o seu Espírito Santo. Vai mais além da integração emocional de nossa vontade com a dele: é a substituição de nossa vontade pela vontade de Deus.
Quando tentamos permitir que ambas as vontades habitem uma só vida, o resultado é impostura. Quando permitimos que nossa vontade dispute pelo controle com a vontade de Deus, não podemos ter a presença plena do Espírito Santo. Ele não pode encher nossas vidas quando estamos cheios de nós mesmos. Visto que ninguém pode ter um copo cheio de leite e completamente cheio de água, Ele só enche nossas vidas quando deixamos de lado nossos próprios desejos e alvos, e nos contentamos em ser servos.

Deus não nos pede que vivamos em perfeição, mas nos pede que aceitemos sua posse e controle. Fazemos este acordo quando transferimos-lhe nossas vidas. A este ato se dá, na escritura, o nome de aliança. 

Deus nos ama e está preparado para prometer-nos vida eterna se lhe prometermos nossos seres integrais. 

Extraído Por Litrazini

Graça e Paz

quarta-feira, 26 de julho de 2017

ESCLARECENDO PRÁTICA E CONSEQUÊNCIAS DA IDOLATRIA

Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira. (Ap. 22.15)

PEQUENO RESUMO DE QUE CONSISTE A IDOLATRIA
1. Prostrar-se perante imagens e adorá-las:  Exodo 20.5; Deuteronômio 5.9; Levítico 26.1; Salmos 115.3 a 8; Isaías 2.8; Isaías 45.18 a 20; Isaías 46.6 a 8; Jeremias 10; etc. 
2. Adorar outros deuses: Aqui eu incluo: líderes espirituais (pastores, profetas), esposo (a), filhos, bens materiais, etc. Deuteronômio 30.17; Salmo 81.9; Isaías 40.18 a 20; Mateus 12 46 a 50; At.10.25,26.
3. Adorar os exércitos dos céus (o sol, a lua, as estrelas, os planetas, os astros): Deuteronômio. 4.15 a 19 e 17.3
4. Adorar os animais: Salmo 106.19,20; Romanos 1.23
5. Adorar os demônios: Mateus 4.9,10 ; Apocalipse  9.20
6. Adorar os anjos: Colossenses 2.18. Apocalipse 19.10 e 22.8,9

CONSEQÜÊNCIAS DA IDOLATRIA
1– PERCA DA COMUNHÃO COM DEUS.“Antes, digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demônios. Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios”: I Corintios 10.20,21;  “Os que se entregam à idolatria vã, abandonam aquele que lhes é misericordioso”: Jonas 2.8.
2- TRAZ MALDIÇÃO. “Maldito o homem que fizer imagem de escultura ou de fundição, abominável ao Senhor”:Deuteronômio 27.15. “Sejam confundidos todos os que servem imagens de escultura”: Salmos 97.7.
3- CORRUPÇÃO -“No dia em que o Senhor vosso Deus falou convosco em Horebe, do meio do fogo,não vistes figura nenhuma. Portanto, guardai com diligência as vossas almas, para que não vos corrompais, fazendo um ídolo, uma imagem de qualquer tipo, figura de homem ou de mulher”: Deuteronômio. 4.15,16.
4- PERCA DA SALVAÇÃO E TRAZ A MORTE ETERNA - Apocalipse  21.8; Gálatas  5.19 a 21

Gostaria ainda de lembrá-los que a idolatria diz respeito não só a imagens, mas a qualquer pessoa ou objeto que a pessoa coloca à frente de Deus em sua vida, podendo ser até seus pais, marido, mulher ou filhos e amigos, veículos, objetos, etc. Dê a Deus o devido lugar: o primeiro em tudo.“Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”: Mateus 6.33.

Um homem estava na casa dele, quando alguém bateu na porta. Ele foi ver quem era, e era Satanás... Satanás disse para o homem:
-  Posso colocar um preguinho na sua parede? O homem disse não!
- Está é a Casa do Senhor Jesus, e você não irá colocar o seu preguinho na parede. E insistentemente, Satanás ia até a casa deste homem:
- Deixa eu colocar um preguinho na parede da sua casa ? 
- Não eu já disse que não... E isso se repetiu, mais vezes, mais vezes [...] até que, o homem questionou:
-  O que pode haver de errado, afinal é só um preguinho [...]  e Satanás entrou na casa do Homem e pendurou o seu preguinho....

E Satanás, voltou à casa do homem, e sem bater na porta, entrou e pendurou sua sujeira no preguinho... E o homem irritado c/ Satanás, disse:
- Esta casa é minha [...] como você entra aqui sem bater na porta e pendura esta sua sujeira  no preguinho, e Satanás, diz para o Homem:
- A parede é sua, mas  o prego é meu e eu penduro o que eu quiser nele. Daí por diante, Satanás entrava e saía, a hora que queria, contaminando o Homem com a sujeira dele... (AD)

O que mais chama atenção, é que o 1.º passo é sempre nosso, ou seja, nós escolhemos se queremos ou não aceitar o que Satanás nos oferece, e por mais insistente que ele seja, temos que ter uma única escolha, JESUS.

ALGUMAS DEFINIÇÕES NECESSÁRIAS PARA ENTENDER MELHOR NOSSA REFLEXÃO
ÍDOLO: A palavra ídolo vem do grego eidólon, e significa “imagem”. É uma representação artificial de alguma pessoa ou coisa, a qual se usa como objeto de adoração.
Não se encurvar: não fazer gestos como beijar, ajoelhar, dobrar-se, reverenciar, humilhar-se, tocar, etc.
NÃO SERVIR: prestar homenagem como cânticos, louvores, beijo, petições, procissões, etc.
SEMELHANÇA DO QUE HÁ NOS CÉUS E NA TERRA: imagens de Deus, Jesus Cristo, Espírito Santo, Anjos e dos que morreram em Cristo.
IDOLATRIA: É o culto que é prestado aos ídolos. A idolatria é o culto prestado à criatura ao invés de ao Criador (Romanos 1.25), seja como culto a deuses pagãos ou a imagens que representem o Senhor.

Não de brecha amado(a), esteja na brecha !!! Orai, vigiai, sempre!

Extraído por Litrazini

Graça e Paz

terça-feira, 25 de julho de 2017

JESUS, O REMÉDIO PARA UMA IGREJA ENFERMA


Alguns estudiosos da Bíblia, dentre as fileiras do Dispensacionalismo, afirmam que as setes igrejas da Ásia Menor são um símbolo dos sete períodos da história da igreja, assim classificados: 

Éfeso simboliza a igreja apostólica; 
Esmirna, a igreja dos mártires; 
Pérgamo, a igreja oficial dos tempos de Constantino; 
Tiatira, a igreja apóstata da Idade Média; 
Sardes, a igreja da Reforma; 
Filadélfia, a igreja das missões modernas e 
Laodicéia, a igreja contemporânea. 

Essa classificação, entretanto, não tem qualquer amparo histórico nem qualquer fundamentação bíblica. 

Jesus elogia duas dessas igrejas: Esmirna e Filadélfia, mesmo sendo a primeira pobre e a segunda fraca. Quatro delas recebem elogios e censuras: Éfeso, Pérgamo, Tiatira e Sardes. A última, Laodicéia, só recebe censuras e nenhum elogio. Algumas lições podemos aprender com essas igrejas: 

1. JESUS CONHECE PROFUNDAMENTE A SUA IGREJA 
Jesus está no meio da igreja e anda no meio dela. Para cinco dessas igrejas (Éfeso, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia) Jesus disse: “Eu conheço as tuas obras”. Para a igreja de Esmirna Jesus disse: “Eu conheço a tua tribulação” e a para a igreja de Pérgamo, Jesus disse: “Eu conheço o lugar onde habitas, onde está o trono de Satanás”

Jesus conhece as obras da igreja, os sofrimentos da igreja e o lugar onde a igreja está estabelecida. 

2. JESUS NÃO SE IMPRESSIONA COM AQUILO QUE IMPRESSIONA A IGREJA. 
O diagnóstico de Jesus difere da nossa avaliação. O que nos impressiona, não impressiona a Jesus. 

À pobre igreja de Esmirna Jesus disse: “Tu és rica”; mas à rica igreja de Laodicéia Jesus disse: “Tu és pobre”. 

A riqueza de uma igreja não está na beleza do seu santuário nem na pujança de seu orçamento, mas na vida espiritual de seus membros. 

À igreja de Sardes que dá nota máxima para sua espiritualidade, julgando-se uma igreja viva, Jesus diz: “Tu estás morta”. 

À igreja de Filadélfia que tinha pouca força, Jesus diz: “Eu coloquei uma porta aberta diante de ti”. 

3. JESUS NÃO SE CONTENTA COM DOUTRINA SEM AMOR NEM COM AMOR SEM DOUTRINA. 
Jesus elogia a igreja de Éfeso por sua fidelidade doutrinária, mas a reprova pelo abandono do seu primeiro amor. A igreja de Éfeso era ortodoxa, mas faltava-lhe piedade. Tinha teologia boa, mas não devoção fervorosa. 

Por outro lado, Jesus elogia a igreja de Tiatira pelo seu amor, mas a reprova pela sua falta de zelo na doutrina. A igreja tinha obras abundantes, mas estava tolerando o ensino de uma falsa profetisa. Não podemos separar a ortodoxia da piedade nem a doutrina da prática do amor.

4. JESUS SEMPRE SE APRESENTA COMO SOLUÇÃO PARA OS MALES DA IGREJA. 
A restauração da igreja não está na busca das novidades do mercado da fé, mas em sua volta para Jesus. Ele é o remédio para uma igreja enferma, o tônico para uma igreja fraca e o caminho para uma igreja transviada. 

À igreja de Sardes, onde havia morte espiritual, Jesus se apresenta como aquele que tem os sete Espíritos de Deus, para reavivá-la. 

À igreja de Esmirna que enfrenta a perseguição e o martírio, Jesus se apresenta como aquele que venceu a morte. 

Jesus é plenamente suficiente para suprir as necessidades da sua igreja, plenamente poderoso para restaurar a sua igreja e plenamente gracioso para galardoar a sua igreja. 

5. JESUS SE APRESENTA À SUA IGREJA PARA FAZER ALERTAS E TAMBÉM PROMESSAS. 
Para todas as igrejas Jesus faz solenes alertas e também generosas promessas. 

Andar pelos atalhos da desobediência é receber o chicote da disciplina e permanecer no pecado é receber o mais solene juízo. Mas permanecer na verdade é ser vencedor. 

Arrepender-se e voltar-se para Deus é receber do Filho de Deus as mais gloriosas promessas de bênçãos no tempo e na eternidade, na terra e no céu! 

Fonte: Hernandes Dias Lopes 

Por Litrazini

Graça e Paz

segunda-feira, 24 de julho de 2017

O AMOR COBRE MUITOS PECADOS

Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados. (1 Pedro 4.8)

Pedro desenvolve aqui uma passagem do livro de Provérbios: “O ódio provoca dissensão, mas o amor cobre todos os pecados” (Pv 10.12).

E é isto o que Pedro quer dizer: Se você não refrear a sua natureza e desejos pecaminosos, você facilmente se tornará irado com outras pessoas. Você será incapaz de perdoar aos outros facilmente.

Assim, certifique-se de que você restringe os seus desejos maus. Então, você será capaz de amar e perdoar aos outros, pois o amor cobre pecados.

Algumas pessoas interpretam esse versículo como se ele fosse contra a fé. Elas podem dizer: “Você afirma que somente a fé torna uma pessoa piedosa e que ninguém pode se desvencilhar do pecado por meio das suas obras. Então, por que Salomão e Pedro dizem que o amor cobre pecados?”.

Você pode respondê-las assim: “Salomão está dizendo que aquele que odeia outra pessoa não para de procurar brigas e contendas. Mas, onde há amor, este cobre o pecado por perdoá-lo de bom grado.

Onde há ira, você encontrará uma pessoa desafiadora que não se reconcilia e que permanece cheia de ódio.

Por outro lado, as pessoas cheias de amor não se tornam iradas, não importa o quanto alguém tente ofendê-las. Elas cobrem todos esses pecados e fingem não vê-los.

Apesar de conseguirem menosprezar o pecado do seu próximo, elas não podem fazer com que Deus os menospreze.

Ninguém pode cobrir o seu próprio pecado diante de Deus. Somente a fé pode fazer isso. Mas, com o nosso amor, podemos cobrir o pecado do nosso próximo.

E, assim como Deus cobre os nossos pecados com o seu amor se nós crermos, assim também nós devemos cobrir o pecado do nosso próximo.

Pedro diz que devemos amar uns aos outros para que uma pessoa possa cobrir o pecado da outra.

O amor não cobre apenas um, dois ou três pecados, mas toda uma multidão de pecados”. 

Retirado de Somente a Fé – Um Ano com Lutero. Editora Ultimato.

Por Litrazini

Graça e Paz

domingo, 23 de julho de 2017

BUSCANDO CRESCIMENTO EM DEUS

A humanidade está dívida entre aqueles que realizam e aqueles que assistem o que foi realizado por outros. Deus criou cada ser humano com um propósito e com potencial para esse propósito.

Infelizmente, a maioria das pessoas termina essa vida, sem a menor ideia de seu propósito e sem conhecer o seu potencial.

A vida não nos foi concedida para ser vivida por inércia, mas intencionalmente.

Deus nos deu uma folha em branco, para registrarmos ali nossa história, a cada dia, com cada ato e escolha que fazemos, determinamos o tipo de história que será contada a nosso respeito.

Uma folha em branco, para alguns, é uma experiência assustadora, pois não tem a mínima ideia do que fazer com a caneta, não sabem como começar, nem ainda onde chegar, enquanto para outros, a folha em branco é um presente de Deus, uma oportunidade de fazer funcionar sua fé e seus dons, e de chegar até onde essa fé os puder levar.

Esses não estão estáticos, esperando oportunidades, mas estão em movimento, gerando essas oportunidades. São aqueles que se recusam a viver aquém das promessas de Deus, não se conformam, mas buscam crescimento, desenvolvimento e expansão, em Deus. Sim, em Deus!!!

Pois descobriram por si mesmos, o que Freud não pode ensinar, que as respostas não estão em seu interior, mas em sua origem, e sua origem é Deus!

Ap. Rina

Por Litrazini

Graça e Paz

sábado, 22 de julho de 2017

SONHANDO OS SONHOS DE DEUS

“Chegando, pois, Gideão, eis que certo homem estava contando um sonho ao seu companheiro e disse: Tive um sonho. Eis que um pão de cevada rodava contra o arraial dos midianitas e deu de encontro à tenda do comandante, de maneira que esta caiu, e se virou de cima para baixo, e ficou assim estendida....” (Juízes,7:13-15)

Sonhar os nossos próprios sonhos é algo relativamente fácil, desafiador mesmo é sonhar os sonhos de Deus: para nossas vidas, para o nosso ministério, para nossa igreja, ara futura geração ou ara nossa cidade, para uma nação inteira e acreditar que Deus vai nos usar para transformar os sonhos Dele em realidade.

Sonhar os sonhos de Deus é desafiador pelo fato de que Deus não pensa como nós pensamos.

Os planos Dele são infinitamente maiores que os nossos, os caminhos que ele usa para realizar os sonhos dele são caminhos bem diferente dos nossos caminhos. Isaías 55:9 - Assim como o céu está muito acima da terra, assim os meus pensamentos e as minhas ações estão muito acima dos seus.

Sonhar os sonhos de Deus é desafiador porque requer de nós a compreensão de alguns fatores:

SONHOS X CIRCUNSTÂNCIAS.
Não importa a circunstância que você veio a este mundo e nem sua família, importante mesmo é que você saiba, Deus lhe trousse a este mundo para cumprir os seus propósitos em sua vida.

Você não veio a este mundo para sofrer, nem para causar sofrimento a ninguém. Se isto parece ser uma realidade em sua vida, você pode reverter esta situação. “Foi Jabez mais ilustre do que seus irmãos; ... E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido”. (I crônicas, 4:9-10). Semelhante de Jabez, você pode vencer as circunstancias e, se tornar um grande homem ou uma grande mulher de Deus. 

SONHOS X OPORTUNIDADES. (JUIZES, 6:16-19).
Ao compreender que se tratava de algo sobrenatural de Deus, Gideão não deixou passar a oportunidade.

Deus está lhe dando uma grande oportunidade para sonhar os sonhos dele e conquistar as nações. Muitas oportunidades que temos hoje, jamais se repetirá. Faça como o Cego de Jericó: Clame mais alto ainda. Hoje você tem oportunidade de servir a Deus, honra-lo, se acertar, etc...

SONHOS X DESAFIOS. (JUIZES, 6:25-27).
Se você quiser sonhar os sonhos de Deus, esteja pronto para encarar grandes desafios. Deus só compartilha os sonhos Dele com quem tem atitude diante de um grande desafio. Deus só compartilha os sonhos Dele com pessoas corajosas. O medo é o mais que impede uma pessoa de agir para realizar os sonhos de Deus. Deus não nos deu Espirito de medo, mais de coragem (2Tm 1:7)

SONHOS X OBEDIÊNCIA
Elias sempre é o grande exemplo de obediência. Deus falava e ele obedecia. Deus só compartilha os sonhos Dele com pessoas obedientes, a desobediência tem sido a principal causa do fracasso de muitas pessoas que Deus levantou como líderes.

SONHOS X DEPENDÊNCIA DO ESPIRITO DE DEUS
Só existe uma maneira saudável de atrair pessoas para nossa igreja; é dependendo totalmente do Espirito Santo e se deixando possuir por Ele. O Senhor Jesus Cristo é quem nos ensina sobre isto. E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder. Lucas 24:49 

Conhecimento da bíblia ou dos feitos de Jesus não traz este poder. Os discípulos receberam os ensinamentos de Jesus, viram Jesus realizar muitos milagres, viram a Jesus ressurreto, entretanto, só foram cheios do poder, quando foram possuídos pelo Espirito Santo.

Atos, 2:1-4. Cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; e, de repente, ... E todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.

SONHOS X TEMPO CROMOS E TEMPO KAIRÓS.(Juizes,6:36-40 7:1, 13-15).
Os sonhos de Deus só se realizam no tempo de Deus. Juizes, 7:1, 13-15. Deus não age fora de tempo, Galatas,4:4Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei.

Deus nos orienta quanto a esperar o tempo certa para todas as coisas.  (Ec,3:1-8)
Deus nos manda ficar atentos quanto ao tempo das oportunidades (Gálatas 4:10)
Deus só compartilha os sonhos Dele com quem sabe esperar o tempo certo para realizá-los.

SONHOS X FIDELIDADE E EXCELÊNCIA
Juizes,7:16-18 – “Então, repartiu os trezentos homens em três companhias e deu-lhes, a cada um nas suas mãos, trombetas e cântaros vazios, com tochas neles...”Deus só compartilha os sonhos Dele com pessoas que buscam e valorizam a excelência. Pessoas que valorizam a excelência são excelentes independentemente do tamanho da tarefa que lhe foi confiada e do local a onde ela será executada. Deus só compartilha os sonhos Dele com servos fieis.

Deixe de sonhar seus próprios sonhos e passe a sonhar os sonhos de Deus para sua vida, para seu ministério, para sua igreja, para sua família, etc....

Transcrito Por Litrazini
Graça e Paz