segunda-feira, 24 de julho de 2017

O AMOR COBRE MUITOS PECADOS

Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados. (1 Pedro 4.8)

Pedro desenvolve aqui uma passagem do livro de Provérbios: “O ódio provoca dissensão, mas o amor cobre todos os pecados” (Pv 10.12).

E é isto o que Pedro quer dizer: Se você não refrear a sua natureza e desejos pecaminosos, você facilmente se tornará irado com outras pessoas. Você será incapaz de perdoar aos outros facilmente.

Assim, certifique-se de que você restringe os seus desejos maus. Então, você será capaz de amar e perdoar aos outros, pois o amor cobre pecados.

Algumas pessoas interpretam esse versículo como se ele fosse contra a fé. Elas podem dizer: “Você afirma que somente a fé torna uma pessoa piedosa e que ninguém pode se desvencilhar do pecado por meio das suas obras. Então, por que Salomão e Pedro dizem que o amor cobre pecados?”.

Você pode respondê-las assim: “Salomão está dizendo que aquele que odeia outra pessoa não para de procurar brigas e contendas. Mas, onde há amor, este cobre o pecado por perdoá-lo de bom grado.

Onde há ira, você encontrará uma pessoa desafiadora que não se reconcilia e que permanece cheia de ódio.

Por outro lado, as pessoas cheias de amor não se tornam iradas, não importa o quanto alguém tente ofendê-las. Elas cobrem todos esses pecados e fingem não vê-los.

Apesar de conseguirem menosprezar o pecado do seu próximo, elas não podem fazer com que Deus os menospreze.

Ninguém pode cobrir o seu próprio pecado diante de Deus. Somente a fé pode fazer isso. Mas, com o nosso amor, podemos cobrir o pecado do nosso próximo.

E, assim como Deus cobre os nossos pecados com o seu amor se nós crermos, assim também nós devemos cobrir o pecado do nosso próximo.

Pedro diz que devemos amar uns aos outros para que uma pessoa possa cobrir o pecado da outra.

O amor não cobre apenas um, dois ou três pecados, mas toda uma multidão de pecados”. 

Retirado de Somente a Fé – Um Ano com Lutero. Editora Ultimato.

Por Litrazini

Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário