quarta-feira, 22 de novembro de 2017

ADMINISTRANDO O ESTRESSE

Todos nós precisamos de técnicas para administrar o estresse. Tensões e esgotamento, até certo ponto, fazem parte da condição humana. O problema é que a maioria das pessoas não sabe como conviver com situações contrárias ou oposição.

O estresse é um fenômeno complexo e perigoso em potencial. O apóstolo Paulo, em Filipenses 4.4-9, oferece ajuda para evitar o estresse. Paulo sofria enormes pressões diariamente. Testemunhando e plantando igrejas sob grande oposição. Evitar o estresse não significa impedir a pressão. Paulo conseguiu realizar mais na sua vida do que a maioria das pessoas consegue imaginar ou sonhar. E ele fez isso sob tormento constante e diante de fortíssima hostilidade. Muitas pessoas mentiram acerca dele. Ele foi aprisionado injustamente (a carta aos filipenses foi escrita da cela de uma prisão). Mais tarde, ele foi executado por causa do seu trabalho.

Paulo com certeza sabia o que era a pressão, mas ele, nem por isso, deixou de cumprir a sua missão e realizar feitos memoráveis. Por isso Paulo é tão qualificado para ajudar a qualquer pessoa a suportar a pressão sem ficarem estressados ou derrotados pelo esgotamento. No texto de Filipenses, Paulo ensina quatro princípios que nos auxiliarão.

NÃO PERCA A ALEGRIA (v. 4).
“Portanto não vos entristeçais, pois a alegria do Senhor é a vossa força” (Neemias 8.10). “O coração alegre aformoseia o rosto; mas pela dor do coração o espírito se abate” (Provérbios 15.13). “O coração alegre serve de bom remédio; mas o espírito abatido seca os ossos”(Provérbios 17.22). Paulo sabia da importância de não perder a alegria. Mesmo na prisão ele não perdeu a alegria. Filipenses é chamada “a carta da alegria”. Nela, Paulo usa a palavra alegria e seus derivados treze vezes.

SEJA AMÁVEL (v. 5).
Perder o controle e agredir as pessoas nos momentos de estresse não produz livramento, apenas piora a situação. “O que pronto se ira faz loucuras” (Provérbios 14.7). “O precipitado exalta a loucura, mas o de ânimo tranqüilo encontra a solução” (Provérbios 14.29-30). “Melhor é o longânime do que o herói de guerra, e o que domina o seu espírito do que o que conquista uma cidade”(Provérbios 16.32). Perder a calma e ferir as pessoas, além de multiplicar a confusão, é insensatez; “O insensato só tem prazer em externar o seu interior” (Provérbios 18.2).“A sua boca é a sua própria destruição” (Provérbios 18.7).

VENÇA A ANSIEDADE (v. 6).
Esses versos são dignos de serem memorizados. Escreva-os e coloque-os em um lugar bem visível para que você possa lê-los diariamente. Quem se entrega a pensamentos negativos, rancorosos, indelicados ou derrotistas, ficará da mesma forma, tenso, infeliz, deprimido e apavorado. Quem permite que notícias negativas dominem seu espírito, fica tão para baixo que não encontra respostas para as crises. Assim com a economia é afetada pela queda, valorização ou rumores da Bolsa de Valores, igualmente a vida das pessoas é comprometida pelo estado de espírito.

ORE, SUPLIQUE, DÊ GRAÇAS E APRESENTE SEUS PEDIDOS A DEUS (v. 6).
Ainda que você esteja sobrecarregado pelos problemas emocionais, sofrendo com crises existenciais profundas, vivendo uma vida de frustrações e decepções, levando uma vida religiosa formal e vazia, decepcionado com tudo e com todos, sendo vitima de injustiças e incompreensões, desatinado e desorientado, sem saber qual rumo ou direção tomar, sem nenhuma perspectiva de mudança, sem propósito ou sentido de viver, mergulhado no caos, afundando em depressão profunda, completamente perdido e desesperado, enredado num emaranhado de idéias confusas, sem conseguir “sair do fundo do poço”, sem ver nenhuma “luz no fim do túnel”, apavorado e sem esperança de dias melhores, A ORACAO MUDA TUDO.

A oração pode nos tirar da pior. Quando oramos, revelamos nossa dependência de Deus. Seja qual for o seu problema, seja qual for o seu estado, seja qual for à crise que você está enfrentando, busque a Deus; confie nele; ele tem a solução.

MUDE SUA MANEIRA DE PENSAR (v. 8).
Ninguém pode esperar que o seu estado de espírito seja saudável e positivo quando continua a alimentar a mente com o negativismo. Quem reafirma o tempo todo que não consegue, que é incapaz, que foi injustiçado, continua carregando desesperança. Este tipo de pensar não forma vencedores; pelo contrario, polui o espírito.

A mente dá voltas e mais voltas em torno dos mesmos assuntos, medos, mágoas e frustrações. Ela se recusa a trabalhar, produzir com criatividade e quebrar o círculo vicioso da derrota. A maneira para romper a barreira é mudar o modo de pensar, arrancar o lixo mental e preencher o vazio com novidade de vida. “Transforme-se pela renovação da sua mente, para que seja capaz de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12.2).

LEVANTE OS OLHOS PARA COISAS MAIS ELEVADAS.
Tire sua mente das atitudes destrutivas. Redirecione sua mente, desprendendo-a da autopiedade, das amarguras dos fracassos e ressentimento. Conduza sua mente a voar para os lugares de refrigério e paz.

Qualquer pessoa pode sofrer esgotamento. O autor de Hebreus afirma: “Não percamos a esperança, pois quem prometeu é fiel” (Hebreus 10.23). “Nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o Senhor falara... Tudo se cumpriu” (Josué 21.45). Podemos nos sentir alquebrados e perdidos, mas existe Jesus. Em Cristo a esperança jamais termina. Com ele posso continuar. Seu poder me protege e restaura.

Transcrito Por Litrazini

Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário