domingo, 1 de abril de 2018

MISSIONÁRIO SOBREVIVE A ATAQUE TERRORISTA ENQUANTO CRISTÃOS INTERCEDEM: “PODER DA ORAÇÃO”


Enquanto prestava assistência médica a uma unidade do Exército Iraquiano durante ação contra o grupo terrorista Estado Islâmico, um missionário cristão vivenciou a proteção de Deus e o poder da oração.

Em maio de 2017, Dave Eubank conheceu o tenente Hussein durante uma ação militar para libertar Mossul, no Iraque, das mãos dos terroristas. Ele estava ali em nome da organização cristã Free Burma Rangers.

Quando o soldado perguntou ao missionário por que ele estava se arriscando para ajudá-los, Dave respondeu: “Deus nos enviou e estamos com você, como uma família”. Depois de orarem juntos, Hussein partiu para liderar a libertação do bairro Tamuzz.

No quarto dia do avanço, Hussein e Dave estavam numa das ruas do bairro quando foram alvo de três combatentes do Estado Islâmico, que dispararam diversos tiros a apenas sete metros de distância. “Um deles gritava ‘Allahu Akbar’ (Alá é maior) enquanto atirava”, conta o missionário.

Hussein recebeu três tiros no peito, dois no braço esquerdo e um na perna esquerda. Dave foi atingido com uma bala no braço esquerdo. Enquanto os soldados iraquianos combatiam os terroristas, o missionário estava prestando os primeiros socorros e se mantendo em oração.

O tenente foi levado por um tanque, juntamente com outros soldados feridos no ataque e Dave não teve mais notícias dele. Meses depois, ele soube que Hussein sobreviveu e foi considerado um “milagre” pelos médicos.

“Um médico disse a ele: ‘Eu nunca vi ninguém sobreviver a feridas como esta, só Deus poderia ter ajudado você’. Os outros missionários e eu agradecemos a Deus por sua sobrevivência e continuamos orando por ele”, disse Dave.

Em sua última missão no Iraque, em fevereiro de 2018, Dave voltou a encontrar Hussein. “Fiquei impressionado com gratidão dele e juntos agradecemos a Deus. Me lembrei do poder da oração e disse que muitas pessoas estavam orando por ele”, o missionário afirma.

“Dois de nossos amigos nos Estados Unidos me disseram, meses depois, que na época em que estávamos sendo alvejados, sentiram uma vontade forte de orar. Eles pararam o que estavam fazendo e oraram intensamente. Eles não sabiam o que tinha acontecido até mais tarde. Eu disse a eles: ‘Vocês salvaram as nossas vidas com essas orações. Não tinha como ter sobrevivido sem a ajuda de Deus”, relata Dave.

Depois de contar isso a Hussein, ele reconheceu o agir de Deus sobre sua vida. “Deus colocou a mão em mim naquele dia”, disse o tenente aos missionários. “Ele me salvou para eu fazer alguma coisa. Obrigado pela sua ajuda e agradeço ao meu Deus por me salvar”.

Hussein ainda precisa passar por mais cirurgias, pois tem dificuldade de andar e movimentar o braço ferido. “Deus tem algo especial para ele e faremos o possível para continuar ajudando”, declara Dave.

Fonte: Guiame, com Informações de Faithwire

Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário