segunda-feira, 16 de julho de 2018

ORIGEM DA IDOLATRIA


Nem a Bíblia, nem a história informam ao certo quando teve início a idolatria. Porém, através das escrituras, conclui-se que ela teve origem no pecado de Adão e Eva. A geração de Enos (filho de Sete, filho de Adão), começou a invocar o nome do Senhor, isto é, a cultuar o Deus verdadeiro, os demais corrompidos pela violência e imoralidade, certamente, criaram para si deuses (ídolos) à semelhança de homens e de animais, para adorá-los. Os israelitas caíram repetidamente nessa última prática. Em Êxodo 32 - Criação do Bezerro de Ouro, enquanto Moisés recebia as Leis do Senhor.

Desde o início se condenou qualquer forma de idolatria. O pecado da idolatria é indiscutivelmente condenado no primeiro e segundo mandamentos em Êxodo 20.3 a 5: “Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas nem as servirás; pois eu, o Senhor Teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a maldade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.” “Na fareis para vós ídolos, nem vos levantareis imagens de escultura nem estátua, nem poreis figuras de pedra na vossa terra, para inclinar-vos a ela; porque eu sou o Senhor, vosso Deus :Levítico 26.1; O seu castigo (ler) está claramente determinado em Deuteronômio 4.23 a 28 ; 7.25,26 .

Os profetas sempre falaram contra qualquer tipo de idolatria. No Salmo 115.3 a 8: “O Nosso Deus está nos céus, ele faz tudo o que lhe agrada. Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos do homem. Têm boca mas não falam, têm olhos, mas não vêem; têm ouvidos, mas não ouvem, tem nariz, mas não cheiram; tem mãos, mas não apalpam, tem pés mas não andam; nem som algum sai da sua garganta. Tornem-se semelhantes a eles os que os fazem, e todos os que neles confiam”. Ler Isaias 2.8 e Isaías 40.18 a 20 - Em Isaías 42.8, lemos que: “Eu sou o Senhor, este é o meu nome e a minha glória a outrem não a darei nem meu louvor às imagens de escultura”em Isaias 45.20: “...Nada sabem os que conduzem em procissão suas imagens de escultura”.

Em Isaías 44.6 a 20 e Jeremias 10..3 a 11, verificamos claramente a indignação do Senhor quanto às pessoas que fazem e prestam cultos à imagens fabricadas pelos homens, e posteriormente por eles adoradas, Até as cores das roupas usadas hoje são citadas pelo profeta Jeremias.

O pecado da idolatria era, sob a Lei, castigado com a morte, quer se tratasse do indivíduo “O que sacrificar aos deuses e não só ao Senhor será morto”: Êxodo 22.20, quer de uma comunidade e em Deuteronomio. 13.6 a 11; e o induzidor da idolatria era tratado com igual severidade.

“Gastam o ouro da bolsa, e pesam a prata nas balanças, pagam a ourives e eles fazem um deus, e diante dele se prostram, e se inclinam. Sobre os ombros o tomam e o levam-no, e põe no seu lugar. Ali está, do seu lugar não se move. Se recorrerem a ele, resposta nenhuma dá, e a ninguém livra da sua tribulação. Lembrai-vos disto, considerai, trazei-o à memória, ó rebeldes”: Isaías 46.6-8.

No Novo testamento, a idolatria tem inquietado os convertidos à religião de Jesus. “Mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, da prostituição, do que é sufocado e do sangue”: Atos 15.20 E, enquanto Paulo os esperava em Atenas, o seu espírito se comovia em si mesmo, vendo a cidade tão entregue à idolatria”: Atos 17.16. Quando o Cristianismo se tornou dominante na Europa, a idolatria foi proibida por lei, no ano de 324 d.C. Fala-se da avareza, como sendo também idolatria (Colossenses 3.5 comparar com Mateus 6.24).

Para esclarecermos que a adoração e veneração de Maria e dos santos não é justificada e é condenada por Deus, analisaremos alguns textos bíblicos: Em Mateus 4.10; “Então, Jesus lhe disse: Vai-te, Satanás! Pois está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a Ele servirás.” Em João 2.12: “Depois disto desceu para Cafarnaum, com sua mãe, seus irmãos e seus discípulos. E ficaram ali muitos dias.” “Não é este o filho do carpinteiro? E não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos, Tiago, e José, e Simão e Judas?: Mt.13.55. Verificamos nestes textos que Jesus tinha mais irmãos e irmãs, por parte de mãe). Em Atos 10.25 e 26: “Entrando Pedro, saiu Cornélio a recebê-lo e, prostrando-se a seus pés, o adorou. Mas Pedro o levantou, dizendo levanta-te, que eu também sou homem”

Veja em Apocalipse 19.10 e 22. 8, 9  que o mesmo fato se sucede em relação à um Anjo do Senhor. Onde ele deixa bem claro que o único  digno de adoração é Deus. Como podemos constatar Maria, os apóstolos, os anjos não aceitaram adoração, pois “Só o Senhor é Deus”(Deuteronômio 4.39), único digno de adoração e louvor.

Em 1 Coríntios 10. 7 e 14 diz: “Não vos façais idólatras, como alguns deles...” “Portanto, meus amados, fugi da idolatria”.

O Apóstolo João nos dá uma grande ordem em 1 Epistola de João 5.21: “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos”. O Apóstolo Paulo nos mostra o que fazer para ter direito ao reino de Cristo em Efésios 5.5: “Pois bem sabeis isto; nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus”.

UMA PEQUENA SÍNTESE A IDOLATRIA CONSISTE EM:
1. Prostrar-se perante imagens e adorá-las:  Exodo 20.5; Deuteronômio 5.9; Levítico 26.1; Salmos 115.3 a 8; Isaías 2.8; Isaías 45.18 a 20; Isaías 46.6 a 8; Jeremias 10; etc. 
2. Adorar outros deuses: Deuteronômio 30.17; Salmo 81.9; Isaías 40.18 a 20; Mateus 12 46 a 50; At.10.25,26.
3. Adorar os exércitos dos céus (o sol, a lua, as estrelas, os planetas, os astros): Deuteronômio. 4.15 a 19 e 17.3
4. Adorar os animais: Salmo 106.19,20; Romanos 1.23
5. Adorar os demônios: Mateus 4.9,10 ; Apocalipse  9.20
6. Adorar os anjos: Colossenses 2.18. Apocalipse 19.10 e 22.8,9

Transcrito Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário