quarta-feira, 12 de setembro de 2018

O BATISMO É INDISPENSÁVEL À SALVAÇÃO?


“Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado” (Mc 16.16).

A fé salvífica precede o batismo. A Bíblia não diz “quem crer será salvo, desde que seja batizado”. Somente os salvos são batizados, confirmando publicamente sua filiação à família de Deus e se integrando na membresia da igreja local. Para não restar dúvida, o evangelista acentua: “Quem não crer será condenado”. Condenados estão os que não crerem.

Salvação, depois batismo. Esta é a sequência bíblica. Da mesma forma ocorre com os que participam da ceia do Senhor (Mt 28.19; At 2.37-38; 8.12-13; 9.36-39; 16.31-33; 18.8).

Não se pode estabelecer uma doutrina com base em um único texto bíblico, mas no conjunto de textos disponíveis, de modo que tudo fique muito bem entendido e interpretado.

A questão está muito clara em João 3.18: “Quem nele crê [em Jesus] não é condenado; mas quem não crê já está condenado.

Também em Efésios 2.8: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé…”;

Romanos 10.9: “Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, SERÁS SALVO”.

Exemplo clássico é o da salvação do ladrão que foi perdoado por Jesus, no Calvário, independente de batismo. Após arrepender-se e clamar por misericórdia, ouviu de Jesus: “Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso” (Lc 23.43).

Finalmente, somos justificados e salvos pela fé e não pelo batismo.

BATISMO DE CRIANÇAS – O batismo de criancinhas não encontra amparo na Palavra de Deus. Como vimos, somente os que creem devem ser batizados. Criancinhas de um ano possuem condições de crer? Claro que não. Elas não podem ser batizadas com base na fé de seus pais.

Pr. Airton Evangelista da Costa

Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário