segunda-feira, 10 de setembro de 2018

UMA VEZ SALVO, SALVO PARA SEMPRE?


Não tem respaldo bíblico a crença do “uma vez salvo, salvo para sempre”. O livre arbítrio do homem não é cassado no momento em que aceita, pela fé, o Senhorio de Cristo. Os defensores dessa doutrina apresentam, dentre outros, a fala de Jesus; “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (Jo 6.37). Os que saem do Caminho, o fazem por livre e espontânea vontade.

“Uma vez salvo, salvo para sempre” não admite que haja apostasia (grego apostasia). “O termo grego é definido como decaída, deserção, rebelião, abandono, retirada ou afastamento daquilo a que antes se havia ligado. Na apostasia o relacionamento salvífico com Cristo é cortado.

Não é a simples negação de doutrinas do NT, e se dá em quem já experimentou a salvação e a renovação pelo Espírito Santo” (Bíblia de Estudo Pentecostal).

Meditemos:
(1) “Porque se pecarmos voluntariamente, depois de termos rec.26). Pecar de forma voluntária e regular, entristecendo o Espírito (Ef 4.30), apagando o fogo (1 Ts 5.19) e profanando o templo (1 Co 3.16) resulta no afastamento do Espírito Santo (Sl 51.11).

(2) “Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar [apostatar] do Deus vivo” (Hb 3.12). A carta aos hebreus foi destinada aos salvos, para fortalecê-los na fé. Se prevalecesse o “salvo uma vez, salvo para sempre”, certamente não caberia a advertência paulina sobre não ser infiel e se apartar do Caminho. Ao contrário, diria: Pela graça de Deus em Cristo Jesus vocês estão salvos e justificados e jamais apostatarão da fé; prossigam tranquilos rumo à mansão celestial. As advertências bíblicas sobre a apostasia – o abandono da fé – devem ser recebidas como uma realidade possível.

(03) Ligado à Videira – É imperioso que o crente continue ligado a Cristo, em submissão total. Daí a advertência:“Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor” (Mt 24.42). Do contrário não herdará o reino de Deus (V. Mateus 24.36-51; Jo 15.1-6).

(04) A exortação bíblica é que os fiéis PERMANEÇAM na fé perseverante (Atos 14.21-22).

(05) O SENHOR Jesus deseja uma igreja santa e irrepreensível, e inculpável, “SE, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé e não vos moverdes da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda a criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro” (Cl 1.22-23).

(06) “Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina; persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem” (1 Tm 4.1, 16).

Os salvos em Cristo devem manter fidelidade até à morte, a fim de receberem a coroa da vida (Ap 2.10).

Pr. Airton Evangelista da Costa

Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário