quarta-feira, 28 de março de 2018

DEUS QUER FAZER GRANDES COISAS PELO SEU POVO


“... alegrai-vos no Senhor vosso Deus, porque ele vos dará em justa medida a chuva temporã; fará descer a chuva no primeiro mês, a temporã e a serôdia. E as eiras se encherão de trigo, e os lagares trasbordarão de mosto e de azeite. E restituir-vos-ei os anos que comeu o gafanhoto, a locusta, e o pulgão e a lagarta, o meu grande exército que enviei contra vós. E comereis abundantemente e vos fartareis, e louvareis o nome do Senhor vosso Deus, que procedeu para convosco maravilhosamente; e o meu povo nunca mais será envergonhado. E vós sabereis que eu estou no meio de Israel, e que eu sou o Senhor vosso Deus, e que não há outro; e o meu povo nunca mais será envergonhado.(Joel 2.21-27).

AS CHUVAS COPIOSAS (Joel 2.23).
As chuvas sobre a terra eram um prenúncio e um símbolo de uma chuva mais preciosa, o derramamento do Espírito Santo.

AS ESTAÇÕES FRUTÍFERAS (Joel 2.22).
Mediante o arrependimento, Deus está revertendo as calamidades, a assolação, advindas pelo pecado, transgressão e iniqüidade.O tempo da restauração da parte do Senhor, está vindo sobre a sua vida, família e ministério.

COLHEITAS ABUNDANTES (Joel 2.24,25).
No lugar da pobreza o povo de Deus recebeu a prosperidade; safras abundantes, colheitas recordes; a pobreza extrema deu lugar à prosperidade e à riqueza. Deus restituiu a eles tudo aquilo que fora destruído pelos gafanhotos, pela seca, pelos inimigos.

O DEUS A QUEM SERVIMOS, É O DEUS DA RESTITUIÇÃO.
(1Sm.30.4-9; Jó42.10-17).

A RESTAURAÇÃO DO LOUVOR (Joel 2.26).
Onde cessa a alegria do culto, cessa o sentido da vida. É na presença de Deus que há plenitude de alegria. (Sl16.11).

A MANIFESTAÇÃO DA PRESENÇA DIVINA (Joel 2.27).
Uma coisa é a onipresença de Deus, outra bem diferente é a sua presença manifesta. Tão logo o povo voltou-se para o Senhor, Ele lhes deu a conhecer a gloria de sua presença. (Isaias 64.1,2).

RESTAURAÇÃO DA ALEGRIA (Joel 2.23).
O templo cheio de gente que celebra a Deus com alegria é melhor do que todas as bênçãos materiais. A alegria do Senhor é a nossa força.

A LIBERTAÇÃO DA VERGONHA (Joel 2.27).
Quando nos voltamos para Deus em lágrimas, Ele se volta para nós em graça.

Quando tomamos a decisão de voltar para a casa do Pai, sempre encontraremos o Seu abraço de amor, Seu beijo de perdão e a Sua festa de reconciliação.

Transcrito Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário