sábado, 17 de novembro de 2018

O LIVRAMENTO DO SENHOR: A PREPARAÇÃO DOS GUERREIROS


Os líderes ouvem a Palavra, organizam o exército, treinam os guerreiros, mas os guerreiros é que vão e cumprem a Palavra e trazem o livramento!

O Senhor precisava selecionar os guerreiros. Não era qualquer um que serviria.

1. A PRIMEIRA ETAPA FOI DESPEDIR OS TÍMIDOS E OS MEDROSOS. (Jz 7:3)
Deus sempre está fazendo algo novo! E para entrarmos nestas coisas novas de Deus é necessário coragem! Tímidos e medrosos retardam o que Deus quer realizar! II Sm 5:6-9. Desde os tempos dos juízes os Jebuzeus haviam se instalado no centro de Israel e ninguém ousou tirá-los dalí. Um dos montes mais importantes para Israel estava em posse de seus inimigos. Davi e seus guerreiros ousaram tomar aquele monte. Ele não aceitou conviver com as heranças não possuídas em sua geração. Ele creu que Deus poderia dar-lhes aquele monte e o possuiu. ISTO É UMA FIGURA PARA NÓS HOJE!

O Senhor mandou Gideão despedir os tímidos, medrosos, os confusos, os inseguros. Deus queria fazer algo grande, mas não podia contar com estes. Por isso, é bom deixarmos Deus trabalhar em nós nesta época, para que não venhamos a ficar fora daquilo que Deus tem para nós no futuro.Os homens se atemorizam diante do novo e do desafio, porque não têm uma Palavra de Deus.

2. A SEGUNDA ETAPA FOI DESPEDIR OS DESCUIDADOS ( Jz 7:4-7 ).
Eles foram descuidados, deram as costas para o inimigo. Se queremos ser usados por Deus, precisamos estar atentos e em prontidão.

Agora Gideão tinha que enfrentar o exército dos Amalequitas e Midianitas (Jz.7:12) só com trezentos homens. Que tarefa impossível ao homem! Gideão havia posto Deus à prova. Agora, era Deus quem colocava Gideão à prova! A questão agora não era mais a força do exército de Israel, ou quantos soldados bons e valentes eles tinham. MAS, A FORÇA DO DEUS DE ISRAEL!

Quando olhamos para a história dizemos: 'Ah, o tempo da Igreja primitiva' . Mas não existia nada de especial naqueles irmãos que nós também não possamos ter. A questão não era os Apóstolos, mas o Deus que eles criam.!! E o Deus daquele tempo é o mesmo de hoje!

O LIVRAMENTO DO SENHOR: OS MEIOS
'Os meus caminhos são mais altos do que os vossos caminhos e os meus pensamentos são mais altos do que os vossos pensamentos'(Is 55:9)

Estamos hoje numa situação parecida com o povo de Israel no tempo dos Juízes; temos semeado muito e colhido pouco (Quanto a isto, precisamos considerar o nosso passado - Ag 1:6,7), e, como conseqüência disto, tem havido uma certa desmotivação entre os irmãos.

Estamos sendo saqueados por ' Midianitas ' . Mas Deus não está aquém desta história. O Senhor tem para nós um livramento. Entendemos que Deus realizará isto através de vidas dispostas e preparadas. Mas agora, é hora de entendermos A MANEIRA como o Senhor irá realizar isto. O texto de Isaías 55:9 nos mostra que Deus não está preso aos nossos esquemas e nem se restringe à nossa compreensão.

Muitas vezes cremos que Deus irá agir, mas queremos que seja da nossa maneira. Mas Deus não pode se prender à nossa compreensão.

E é para suprir essa nossa deficiência que Deus nos deu a fé. O Senhor diz: 'O meu justo viverá pela fé. Ora, a fé é a substância das coisas que se esperam e a convicção de fatos que se não vêem. E, de fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador daqueles que o buscam.' (Hb 10:38; 11:1,6).

Cremos que Deus, neste tempo, estará colocando uma Palavra de fé nos corações de alguns irmãos dispostos a ouví-Lo, para que estes possam dizer como Josué e Calebe: 'Eia, subamos e possuamos a terra, porque certamente prevaleceremos contra ela' (Nm 13:30).

Pr. Anésio Rodrigues de Souza

Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário