terça-feira, 22 de outubro de 2019

AFINAL DE CONTAS, O QUE É A VIDA?


Homens e mulheres passam seus dias apressados, ocupados com um milhão de coisas para fazer. No meio de tanta agitação, é fácil esquecer aquilo que mais importa e para os quais fomos criados: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao nosso próximo como a nós mesmos.

O amor é o ápice da experiência humana. Dar e receber este sentimento são a maior vocação do ser humano.

Como filhos de Deus, precisamos ter a convicção de que sempre recebemos o amor dele diariamente e que igualmente estamos sempre dando e recebendo amor. Mas como só podemos controlar o que oferecemos, e não o que ganhamos de volta, nossa responsabilidade é doarmos amor em todos os lugares aonde vamos e a todas as pessoas que encontramos.

O QUE NESTA VIDA É MAIS IMPORTANTE PARA VOCÊ? SE A SUA VIDA TERMINASSE AMANHÃ, O QUE FICARIA POR REALIZAR? O QUE DEVERIA TER DITO, E NÃO O FEZ? AFINAL DE CONTAS, O QUE É A VIDA?

Uma vida significativa não depende do tipo de sapato que se calça, de morar em certa rua, de uma casa grande e luxuosa. Não depende da marca do carro que se dirige, do time de futebol para o qual se torce, da universidade onde se estuda ou onde os filhos estudarão. Viver não é nada disso.

Uma vida significativa não depende do dinheiro, da posição social, do poder que alguém tenha nem do fato de ser famoso ou não. Viver bem não está ligado ao fato de tirar ou não férias nos lugares desejados, do estilo de roupa que se veste nem do fato de serem de grife. A vida não é nada disso.

A vida é amor. Logo, depende de quem se ama e a quem se magoa. Depende da maneira como alguém ama a si mesmo e como se prejudica; se ama e se fere as pessoas mais próximas ou quem cruza o seu caminho por um instante.

Conscientize-se de que a vida é amor. E ame a si mesmo e ao seu próximo.

A PALAVRA DE DEUS NOS ENSINA:
Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.Mateus 7.12

Acima de tudo deixem que o amor dirija a vida de vocês, porque assim toda a igreja permanecerá unida em perfeita harmonia.Colossenses 3.14 (A Bíblia Viva)

UM NOVO MANDAMENTO VOS DOU: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. João 13.34,35

Amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor. […] Se Deus de tal maneira nos amou, devemos nós também amar uns aos outros. Ninguém jamais viu a Deus; se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor é, em nós, aperfeiçoado. 1 João 4.7,8,11,12 (ARA)

Dra Elizete Malafaia

Por Litrazini
Graça e Paz

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

CRER OU NÃO CRER? EIS A QUESTÃO


Não é porque hoje alguém joga de acordo com as regras de Deus que vai jogar para sempre assim. O risco de trocar as regras de Deus por outras regras, existe para todos.

Que o diga o povo de Judá, da época de Isaías. Esse povo se viu diante da questão: Crer ou não crer em Deus? Optaram por não crer mais nele. E pior do que deixar de crer, foi crer que a vida seria melhor sem crer.

Mas Deus não deixou de alertar o povo. Ele frisou que a vida do seu povo não seria, como muitos diziam, melhor, mas, sim, pior, muito pior "porque a cama será tão curta, que ninguém se poderá estender nela; e o cobertor, tão estreito, que ninguém se poderá cobrir com ele (Is. 28:20). Essas duas imagens usadas por Deus foram claras e fortes para o povo da época.

Quem vivia numa região de clima quente e terra árida como aquela, sabia o quanto a vida no campo era difícil. Quem vinha do campo para casa, vinha com o corpo moído. O que um corpo assim menos queria era uma cama curta para se deitar. Quem se deita numa cama curta, sabe que vai acordar com o corpo todo doido. Não há alivio para quem passa a noite numa carma curta.

ESSA É A PRIMEIRA LIÇÃO DE DEUS: NÃO HÁ ALÍVIO PARA QUEM DEIXA DE CRER NELE. Fomos criados por Deus e para Deus. A nossa alma só acha alívio quando se acha nele. Assim como a criança que acabou de mamar fica quieta nos braços da mãe, a alma que se enche de Deus até a tampa alcança alívio (Sl 131:2).

Coisa não alivia. Crack não alivia. Mulher não alivia. Álcool não alivia. Rave não alivia. Compra não alivia. Viagem não alivia. Sexo não alivia. Só há alivio em Deus.

Quem se deita, mesmo que numa cama curta, quer ter algo para se cobrir. Mas o que tem não dá para cobrir o corpo todo. Se cobre as pernas, os braços ficam descobertos. Se cobre os braços, as pernas ficam descobertas. O cobertor é estreito.

ESSA É A SEGUNDA LIÇÃO DE DEUS: NÃO HÁ ABRIGO PARA QUEM DEIXA DE CRER NELE.
E sem o abrigo de Deus, não tem como viver contente em toda e qualquer situação. Não tem como aguentar a tentação, o tentador, a solidão, a saudade, o imprevisto, a tristeza, o estresse, a depressão, a demora, a opressão, o desamor, a decepção, o fracasso.

Mas não é assim com quem se abriga em Deus: "A pessoa que se abriga na sombra protetora do Todo-Poderoso pode dizer a ele: “Ó SENHOR Deus, tu és o meu defensor e o meu protetor" (Sl 91;1-2, NTLH).

Talvez você pensou que a sua vida seria melhor sem crer em Deus. Mas olha só como está a sua alma agora. Está sem alívio e sem abrigo.

Saia da sua cama curta. Deixe o seu cobertor estreito. Volte a jogar de acordo com as regras de Deus.

Venha, ainda hoje, para Deus, Ele não vai impor a você nada que seja muito pesado e complicado. As regras dele não são pesadas. Viva com e para ele, e você vai ver de novo o que é viver aliviado e seguro.

Genilson Soares da Silva

Por Litrazini
Graça e Paz

domingo, 20 de outubro de 2019

SOBREPONDO AS FORÇAS DAS TREVAS


Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo. 1 João 3:8

Sempre existem pessoas em nosso caminho que irá nos causar grandes transtornos, muitas vezes, são mentiras ditas ao nosso respeito, falsidades para conosco, testemunhas falsas, muito são caluniadores, alguns farão o possível para nos prejudicar, sem mencionar aqueles que se pudesse já teria nos matado, na maioria das vezes.

O que estás pessoas sentem é inveja, inveja de não ser quem somos, de não ter o que temos, de não poder o que podemos, dai o coração destes, não se conforma, pois, eles queriam ser exatamente quem somos, e, por isso ser impossível, estas pessoas terminam sendo agente do inimigo contra as nossas vidas, e acredite, se, não houver uma mudança dentro delas, o que elas puderem fazer contra nos, farão.

Geralmente isto sucede com pessoas as quais consideramos amigas, pessoas que sempre nos rodeiam, porque, se isto acontece com alguém que não se tem aproximação ou não se conhece, já tornou-se psicótico, estes precisam urgente de ajuda da medicina.

Mas, porque esse sentimento tão fútil e pessimista está alojado dentro dessas pessoas? Tudo sucede do coração, se lá dentro de nós, surgiu intento ruim, e nós, não rejeitarmos, ao contrario, viermos a os alimentar, essas qualidades negativas passam a ter morada dentro de nós, e, quando esses sentimentos imperam na vida de alguém, esta pessoa acaso pode ter Deus dentro delas?

Não! Porque essas obras são, obras das trevas, e onde há trevas há a ausência de luz.

Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas. 1 João 2:9 esta pessoa, passou a exigir mais alerta da nossa parte, porque ela virou algo danoso. Àquele que cuida em fazer mal, chamá-lo-ão de pessoa danosa. Provérbios 24:8, logo, Deus está distante dela, Tais são, na verdade, as moradas do perverso, e este é o lugar do que não conhece a Deus. Jó 18:21

O que a palavra de Deus nos diz é; E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as. Efésios 5:11, isto é, não ter nenhuma afinidade, não ter nenhum contato, ignorar a sua existência.

A natureza humana esta tendenciada a possuir atitudes maléfica, visto, o homem ter desobedecido às ordens de Deus, Porquanto se rebelaram contra as palavras de Deus, e desprezaram o conselho do Altíssimo. Salmos 107:11, quando se descumpre as orientações de Deus, automaticamente, cumpre-se as ordens do seu opositor, exatamente porque essas características são provenientes da natureza maligna, este é ladrão das nossas almas, e o intuito dele é destruir de qualquer forma o que Deus construiu. O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. João 10:10.

Quando uma pessoa esta pensando prejudicar uma outra, ela esta sobre influencia de satanás, quando o ato é consumado ela foi usada por ele, porque ninguém usado por Deus tem vontade de destruir outra pessoa, Amado, não sigas o mal, mas o bem. Quem faz o bem é de Deus; mas quem faz o mal não tem visto a Deus. 3 João 1:11

Mesmo que a pessoa venha só pensar em fazer o mal para outra, já tem o toque do inimigo nos seus ouvidos, Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Tiago 1:13.

Deus é vida e vida em abundancia, isto que dizer que, aquele que esta sendo usado por Deus deseja sempre que a outra pessoa esteja bem, até mesmo quando deseja que seja feita a justiça, pois, quando arguimos “eu quero que a justiça seja feita” e deixamos para que isto seja com legitimidade, dentro da lei, estamos apenas usando nosso direito como cidadão, o que não podemos é retribuir o mal com o mal, assim passaríamos a ser um deles, nos tornaríamos tanto errados, quanto eles, e, também usados pelo inimigo, e quem ganharia com isto? O inimigo das nossas almas, pois, este é o seu proposito, um abismo chama outro abismo, logo ambos estão atolados no lamaçal.

É verdade que existem pessoas que por si só, tem uma natureza tão ruim, que são capazes de enganar até ao inimigo. Mais, o que precisamos entender, é que, os olhos de Deus estão sobre a terra, e Deus é Justiça, e, cada um receberá de acordo com seus feitos, ainda que a justiça humana venha falhar, Deus jamais falhará. Como a justiça encaminha para a vida, assim o que segue o mal vai para a sua morte. Provérbios 11:19, temos que nos conscientizar disto, que mais cedo ou mais tarde ao nosso ponto de vista, Deus entrara com providência e o justo verá a justiça, porque a hora de Deus é diferente da nossa, o tempo de Deus é o certo, ainda que para nos pareça ser longínquo.

Às vezes, esquecemos que, só se colhe o fruto da semente que é lançada no chão, tudo, que fazem contra as nossas vidas, essas pessoas terão o seu pago, isto também nos adverte, que, precisamos fazer o que é correto, porque nada escapa da justiça de Deus, se fizermos as coisas certas iremos ter recompensa de vitorias, Os que dão mal pelo bem são meus adversários, porquanto eu sigo o que é bom. Salmos 38:20

Só então, estaremos sobrepondo às astutas ciladas do mal, estaremos sempre distante dos projetos do inimigo, porque o nosso coração, onde estão alojadas as raízes da vida, foi adubado com os feitos oriundos de Deus, A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens. Romanos 12:17, obviamente, os frutos que nascerão através de nós, serão dignos de arrependimentos, outros verão e sentirão desejos em agir assim como nós, porque o nosso coração é de Cristo.

Pra Elza Carvalho

Por Litrazini
Graça e Paz

sábado, 19 de outubro de 2019

COMO REAGIR À INVERSÃO DE VALORES


1. DENUNCIAR O PECADO E OS VALORES MUNDANOS. Devemos confrontar com a Palavra de Deus os princípios amorais e antiéticos difundidos através de filmes, peças teatrais, novelas, músicas e revistas (Hb 4.12; Ez 44.23). 

Certo diretor afirmou que “o cinema e a televisão suplantaram a igreja como grandes comunicadores de valores e crenças”.

Mas, quais são esses valores e crenças? Geralmente, são padrões e crenças anticristãs. A Igreja, “coluna e firmeza da verdade” (1 Tm 3.15), tem como missão, não apenas anunciar o evangelho, mas denunciar os pecados e os valores mundanos dos homens (1 Tm 1.18-20).

2. ENSINAR E VIVER OS VALORES DO REINO DE DEUS. Como Igreja do Senhor, temos a obrigação viver e ensinar os mais elevados princípios éticos e morais do Reino de Deus (Lv 20.7; 1 Pe 1.16). 

A verdadeira mensagem do evangelho não se conforma aos discursos politicamente corretos, mas aos elevados padrões da santidade divina (Mt 5.20; 48; 1 Tm 3.15; 6.11).

Os elevados preceitos exarados na Palavra de Deus são imutáveis e servem de regra para orientar os homens em todas as gerações (Is 30.21; Mt 24.35; 2 Tm 3.16). 

Esses valores são insubstituíveis, e devem ser coerentes com o testemunho cristão – a igreja deve viver o que prega e pregar o que vive.

Fonte: Casa Publicadora das Assembléias de Deus

Por Litrazini
Graça e Paz

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

A INVERSÃO DE VALORES


Atualmente, tem havido uma “inversão” de valores: a ética e a moral cristãs, antes aprovadas pela sociedade, vêm sendo sistematicamente substituídas por princípios amorais mundanos (Is 5.18-25; Cl 2.8). Em 2 Pedro 1.3-10, a Palavra de Deus estabelece os princípios éticos, as virtudes e valores necessários à boa conduta dos filhos de Deus.

I – INVERSÃO DOS VALORES BÍBLICO-CRISTÃOS

1. CAUSAS DA INVERSÃO DOS VALORES.
Ao folhearmos alguns jornais e revistas seculares, constatamos o quanto os valores éticos e morais cristãos têm sido desprezados pela sociedade moderna.

A) ASCENSÃO DO RELATIVISMO MORAL. Segundo esta teoria filosófica, não existe norma moral ou ética válida para todas as pessoas. As normas variam de cultura para cultura, de pessoa para pessoa. Cada um vive conforme as regras que estabeleceu para si mesmo. Assim, há uma ética para o cristão, outra para o ateu e uma terceira para os que não se enquadram nas anteriores. Não existem, de acordo com esse pensamento mundano, normas, verdades ou valores que sirvam para todas as pessoas em todos os lugares.

B) MANIFESTAÇÃO SOCIAL DO PLURALISMO. O pluralismo reconhece que há uma multiplicidade de culturas, religiões e posições éticas e morais conflitantes. Essa doutrina filosófica, todavia, diz que essas posições contraditórias podem coexistir, como se cada uma delas trouxesse uma parte da verdade e, nenhuma, a verdade completa ou absoluta.

Assim, a verdade encontra-se em cada sistema religioso, filosófico ou moral. Então, segundo esse pensamento, o cristianismo traz uma parte da verdade, o budismo outra e assim sucessivamente. Segundo o pluralismo, assumir e respeitar diferentes valores em uma sociedade em constante mudança é uma manifestação de empatia e tolerância com o outro.

C) CRESCENTE MUNDANISMO. O mundanismo faz constante oposição à igreja e aos valores cristãos (Tg 4.4; 1 Jo 2.15-17). A sociedade organizada e rebelada contra Deus, tem estabelecido suas próprias leis, sem a menor consideração aos mandamentos divinos. O que temos visto, infelizmente, é o sagrado e o religioso curvarem-se ante o profano e o secular, até mesmo em certas denominações evangélicas.

2. OS VALORES CRISTÃOS INVERTIDOS.
Há uma lista considerável de princípios bíblicos que não apenas foram desvalorizados, mas ultrajados pela sociedade pós-moderna. Vejamos:

A) QUANTO AO CASAMENTO: Atualmente, em algumas sociedades, já se aceita a união entre pessoas do mesmo sexo. A Bíblia é implacável neste caso: “Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos... herdarão o Reino de Deus” (1 Co 6.9-10 – NVI).

B) QUANTO À FAMÍLIA: As virtudes cristãs concernentes à família estão sendo substituídas por valores anticristãos: filhos que não respeitam os pais; pais permissivos quanto à moralidade; e a substituição do culto à moralidade; e a substituição do culto doméstico por entretenimentos perniciosos etc.

QUANTO À IGREJA: Nesses “tempos trabalhosos”, muitas comunidades cristãs valorizam mais o “ministério” bem-sucedido do pregador que a santidade e o testemunho mantido por ele; mais o marketing ministerial do que os verdadeiros sinais do poder de Deus. Pregadores santos e tementes a Deus são preteridos por aqueles que buscam o louvor próprio em vez da glória de Cristo.

Fonte: Casa Publicadora das Assembléias de Deus

Por Litrazini
Graça e Paz

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

O QUE DIZ A BÍBLIA SOBRE A FÉ?


O QUE DIZ A BÍBLIA SOBRE A FÉ?
Hebreus 11:1 nos diz que a fé é "a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem." Talvez nenhum outro componente da vida cristã seja mais importante do que a fé. Não podemos comprá-la, vendê-la ou dá-la aos nossos amigos.

ENTÃO, O QUE É A FÉ E QUAL É O SEU PAPEL NA VIDA CRISTÃ?
O dicionário define a fé como "crença, devoção ou confiança em alguém ou alguma coisa, especialmente sem prova lógica." Ele também define a fé como "crença e devoção a Deus." A Bíblia tem muito mais a dizer sobre a fé e sua grande importância. Na verdade, ela é tão importante que sem fé não temos lugar com Deus, e é impossível agradá-lo (Hebreus 11:6). A fé é a crença no único e verdadeiro Deus, sem realmente vê-Lo.33

DE ONDE A FÉ VEM?
A fé não é algo que podemos criar por conta própria, nem é algo com que nascemos; também não é resultado da diligência no estudo ou busca do espiritual. Efésios 2:8-9 deixa claro que a fé é um dom de Deus, não porque a merecemos ou por sermos dignos de tê-la ou ganhá-la. Não é de nós mesmos; ela é de Deus. Não é obtida por nosso poder ou vontade própria, mas simplesmente nos é dada por Deus, juntamente com a Sua graça e misericórdia, de acordo com o Seu santo plano e propósito. Por causa disso, Ele recebe toda a glória.

POR QUE TER FÉ?
Deus planejou uma maneira de distinguir entre aqueles que pertencem a Ele e aqueles que não pertencem, e isso é chamado de fé. Simplificando, precisamos de fé para agradar a Deus. Deus nos diz que agrada-lhe quando cremos nEle mesmo quando não podemos vê-lo.

Uma parte fundamental de Hebreus 11:6 é que "Ele se torna galardoador dos que o buscam." Isso não quer dizer que temos fé apenas para obter algo dEle. No entanto, Deus ama abençoar aqueles que são obedientes e fiéis.

Vemos um exemplo perfeito disso em Lucas 7:50. Jesus está tendo um diálogo com uma mulher pecadora quando Ele nos dá um vislumbre da razão pela qual a fé é tão gratificante. "A tua fé te salvou; vai-te em paz." A mulher teve fé em Jesus Cristo e Ele a recompensou por isso.

Por último, a fé é o que nos sustenta até o fim, sabendo pela fé que vamos estar no céu com Deus por toda a eternidade. "…a quem, não havendo visto, amais; no qual, não vendo agora, mas crendo, exultais com alegria indizível e cheia de glória, obtendo o fim da vossa fé: a salvação da vossa alma" (1 Pedro 1:8-9).

EXEMPLOS DE FÉ.
Hebreus capítulo 11 é conhecido como o "capítulo da fé" porque nele grandes obras da fé são descritas.

Pela fé Abel ofereceu um sacrifício agradável ao Senhor (v. 4); pela fé Noé preparou a arca em um momento em que a chuva era desconhecida (v. 7); pela fé Abraão saiu de sua casa e obedeceu a ordem de Deus para ir a um lugar que ainda não conhecia e, em seguida, ofereceu voluntariamente o seu único filho (vv. 8-10, 17); pela fé Moisés guiou os filhos de Israel para fora do Egito (vv. 23-29); pela fé Raabe recebeu os espiões de Israel e salvou a sua vida (v. 31).

Muitos outros heróis da fé são mencionados, "os quais, por meio da fé, subjugaram reinos, praticaram a justiça, obtiveram promessas, fecharam a boca de leões, extinguiram a violência do fogo, escaparam ao fio da espada, da fraqueza tiraram força, fizeram-se poderosos em guerra, puseram em fuga exércitos de estrangeiros" (vv. 33-34). Claramente, a existência da fé é demonstrada pela ação.

A FÉ É A BASE DO CRISTIANISMO.
Sem demonstrar fé e confiança em Deus, não temos lugar com Ele. Acreditamos na existência de Deus pela fé. A maioria das pessoas têm uma noção vaga e desarticulada de quem é Deus, mas falta a reverência necessária para a Sua posição exaltada em suas vidas. Essas pessoas não têm a verdadeira fé necessária para ter um relacionamento eterno com o Deus que as ama.

A nossa fé às vezes falha, mas porque é o dom de Deus dado a Seus filhos, Ele proporciona momentos de provação e teste a fim de provar que a nossa fé é real e para aguçar e fortalecê-la. É por isso que Tiago nos diz para considerar motivo de "toda alegria" porque o teste da nossa fé produz perseverança e nos amadurece, fornecendo a prova de que a nossa fé é verdadeira (Tiago 1:2-4).

Fonte: GotQuestion

Por Litrazini
Graça e Paz

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

O GRANDE RISCO EM ESCOLHER UMA PORTA ERRADA


A salvação da alma, como tudo o mais em nossa vida, possui também a sua porta de entrada. Esta porta é única, eterna e insubstituível.

Corremos portanto, um sério risco em nos darmos por satisfeitos com alguma porta religiosa, filosófica, ou qualquer outra que tenhamos escolhido como porta para a nossa salvação, e no fim da nossa vida, quando esta for aberta, não nos conduzir para o céu, para o nirvana, ou para outras condições agradáveis em relação ao destino eterno do nosso espírito, uma vez que este tiver deixado o nosso corpo pela morte.

Ora, é bem patente que se fosse deixado por Deus, que por nossa própria escolha, viéssemos a adotar o modo de vida ou pensamento que nos conduzirá ao céu, é bem certo que todos nós nos perderíamos, porque, afinal, Deus é espírito invisível, e seus caminhos não são os nossos caminhos e nem os seus pensamentos os nossos pensamentos.

Se no próprio mundo físico em que vivemos e apalpamos pelo nosso tato, e vemos com os nossos olhos, muitas coisas permanecem encobertas ao nosso conhecimento e entendimento, quanto mais isto não é verdadeiro de modo absoluto quanto ao que se refere ao mundo espiritual, celestial e invisível.

Por isso, Deus, em Sua infinita bondade e misericórdia para conosco, não nos deixou sem a sua ajuda e direção para nos levar à porta que se abre para o cominho da salvação, do céu, da vida eterna.

Ele não somente nos deu o Senhor Jesus Cristo para morrer no nosso lugar, pagando o preço exigido pela Sua justiça quanto aos nossos pecados, como também nos atrai para Ele, revelando a Sua pessoa divina, para que pelo poder da Sua graça, possa não somente desvendar os nossos olhos para o mundo espiritual verdadeiramente santo e celestial, como também operar a transformação de nossas vidas, segundo o caráter e virtudes que foram por Ele descritas na Sua Palavra que foi revelada a nós para confirmar o Seu propósito eterno relativo ao modo da nossa salvação.

Assim, as Escrituras não contêm apenas mandamentos de Deus, mas também descrevem as características que passam a existir nas vidas dos que são salvos, pela Sua graça e mediante o arrependimento e fé em Jesus.

Elas, portanto, confirmam se estamos ou não entrando pela única porta e caminho que conduz à salvação, a saber, a pessoa do próprio Senhor Jesus Cristo, que passa a viver em nós em espírito.

É sobretudo neste sentido que Jesus afirma que não fomos nós que o escolhemos, mas Ele que nos escolheu. Não meramente num sentido eletivo, mas revelador, diretivo, instrutivo, operativo, porque se não fosse pelo Seu trabalho de nos trazer para a porta e caminho da salvação, jamais conheceríamos aquela vida espiritual, celestial e divina, que é comum a todos que dela têm participado pela fé nEle.

Então, não é pela escolha que faço de uma determinada filosofia de vida ou de religião, que posso estar seguro de ir para o céu, ou de estar vivendo do modo que seja agradável a Deus.

Não nos foi dado por Deus escolher o modo de vida que me conduzirá à Sua presença, em espírito, pois este caminho já foi estabelecido por Ele desde antes da fundação do mundo, e não há outros caminhos que possam conduzir ao mesmo objetivo.

Posso orar, louvar, ler a Bíblia, ser caridoso, frequentar os cultos de uma igreja, e ainda assim estar fora do caminho, porque posso fazer tudo isto sem ter tido um encontro pessoal com Cristo, e por conseguinte, não ter sido regenerado e santificado pelo Espírito Santo, que é quem testifica com o nosso espírito que fomos tornados filhos de Deus pela nossa comunhão com Jesus Cristo.

João 15:16 - Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda.

João 15:19 -  Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia.

Pr. Silvio Dutra

Por Litrazini
Graça e Paz

terça-feira, 15 de outubro de 2019

CONQUISTANDO O IMPOSSÍVEL


“Jesus, porém, olhando para eles, disse: Para os homens é impossível, mas não para Deus, porque para Deus todas as coisas são possíveis.” –  Marcos 10:27

Quando pensamos na palavra “impossível” o que nos sobre vem é que, isto é algo que não vai acontecer, é apenas uma quimera, mais quimera também é sonho, e todo sonho é algo que acontece dentro de nós, automaticamente pode ou não ser realizado.

MUITOS DE NÓS TEMOS O SONHO DE CONHECER A DEUS, MAIS SERÁ QUE ISTO É POSSÍVEL? ALGUÉM DE NÓS JÁ VIU DEUS PESSOALMENTE?

Sim e não, Porque, a face de Deus nunca vimos, mais, já vivenciamos fatos e acontecimentos em que vimos claramente a presença de Deus sobre nós, foram livramentos incontestáveis, coisas que para muitos seriam impossível, tantos outros presenciaram, então o irreal, tornou-se real. O fator primordial para isto acontecesse, foi à fé, qualquer coisa pode acontecer na vida dos que acreditam. Simplesmente, confiar é essencial, quando cremos, de alguma forma tende a acontecer.

Pois, conseguimos transportar do invisível o que precisamos no material. Seria como se existisse dois de nós, um aqui neste mundo e outro na dimensão que não podemos ver, e por uma ligação simultânea no mesmo desejo, conseguíssemos untar as mãos transportando o que estava lá no espiritual para cá, fazendo com que o nosso impossível venha a existir.

Na verdade é assim mesmo, somos duas pessoas, o Ser espiritual e o Ser Material/humano, quando equilibramos os dois podemos viver em um patamar de união e consequentemente ver a Deus, não como vemos outro ser humano, mais a sua presença que incendeia dentro de nós, mesmo não visível aos olhos mais convicto que está conosco, simplesmente porque, o nosso espiritual é proveniente da respiração de Deus, ou seja, o nosso verdadeiro ser, o que nos traz a vida, nada mais é que, parte do nosso criador.

Quando o nosso ser humano se coloca na posição que o nosso ser espiritual deseja, então, o Ser espiritual ganha mais forças, logo, ele consegue enviar para nós os nossos sonhos, melhor dizendo, aquilo que nos é impossível, você pode até dizer; que coisa estranha. Esta é mais pura verdade, e é, exatamente por isso que se torna imprescindível essa ligação de harmonia em nossa existência. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. João 3:6.

Se procurarmos fortalecer apenas nossa carne o que acontece? Logicamente que os prazeres da carne irá sufocar o nosso espirito, porque os anseios proveniente da carne alimenta o material, e se, o carnal está mais forte, o espiritual fica fraco, consequentemente, o que poderia então mandar daqui para lá? Nada! Porque a carne não tem domínio no mundo espiritual, a carne é coisa da terra, visível, então, a tendência será o nosso espirito ficar triste, aprisionado, cansado, desiludido e outras coisas mais que são geradas em nossa mente e coração.

Isto fará em nosso espirito, apenas um engodamento, podemos até pensar que está tudo bem, mais não estar, e, em consequência disto que acontece com o nosso espirito?

Ele fica oprimido é impossibilitado de chegar até Deus para pedir os nossos desejos, pois, pelo motivo da carne está alimentada o espirito fica fraco e sedento, e, algo sedento fica manipulado, e quando se esta manipulado não se faz o que se quer, se faz o que o outro quer, neste caso como o espirito não tem como fazer o que a carne quer, por exatamente está em outra dimensão que a carne não alcança, nisto surge um afastamento entre um e outro, então, enquanto a carne faz festa, o espirito fica oprimido, impossibilitando então o agir de Deus em nossas vidas. Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Romanos 8:13.

Por isso que, se o lado espiritual estive forte, tudo que pedirmos com fé crendo em oração podemos receber, E, tudo o que pedirdes em oração, crendo, o recebereis. Mateus 21:22, porque a nossa vitória não provem das nossas forças mais da comunhão que temos com Deus, nisto o impossível fica fácil, Porque para Deus nada é impossível. Lucas 1:37, justamente porque, a ligação que faz um espirito fortificado em Deus, torna-se, uma ponte onde podemos ter acesso ao trono da graça, logo flui em nós uma certeza plena que as nossas orações são ouvida por Deus.

Por mais difícil que seja a situação ao nosso redor, não impedira que, o milagre venha acontecer, pois estaremos certos que Deus está a nos ouvir, E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos. 1 João 5:15.

Alcançar o impossível, só é possível se Confiarmos na pessoa certa, e esta pessoa é O Senhor Jesus Cristo. E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê. Marcos 9:23

Pra Elza Carvalho

Por Litrazini
Graça e Paz

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

O TEMPO DE DEUS NÃO É O NOSSO TEMPO


Hoje com a chamada vida moderna tudo é muito rápido em frações de segundos podemos nos comunicar com o outro lado do mundo. Saber o que esta acontecendo no mundo inteiro, conversar com qualquer pessoa de qualquer lugar do planeta num piscar de olhos.

Através o computador, televisão, telefones e muitas vezes não temos paciência para esperar as bênçãos de Deus em nossas vidas.

Queremos que tudo aconteça assim em um estralo de dedos. Mas tudo tem o tempo certo. Às vezes recebemos uma palavra de Deus e aquilo começa a demorar para acontecer ai começamos a ficar ansiosos e duvidosos será que foi comigo que Deus falou aquele dia? Faz tanto tempo e nada aconteceu ate agora.

Saiba que o tempo de Deus não é o nosso tempo assim como seus pensamentos e os seus caminhos não são os nossos. Nós vivemos o Chronos que é o nosso tempo, o tempo de Deus é o Kairos. Deus sabe o momento certo de nos abençoar os seus caminhos assim como seus pensamentos são totalmente diferentes do que nos pensamos ser.

Por que os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor. Por que, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meu caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos. (Isaías 55.8,9)

Se Deus falou vai se cumprir no tempo certo de Deus. Por que?  Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa; porventura, diria ele e não o faria? Ou falaria e não confirmaria? (Números 23.19)

No capítulo 12 de Gênesis Deus começar uma grande obra na vida de Abraão manda que Abraão saia de sua terra e do meio de sua parentela e promete que faria dele uma grande nação que o abençoaria, que ele seria uma benção e mais abençoaria os que os que os abençoarem e amaldiçoaria os que os que o amaldiçoassem.

Ora, o Senhor disse a Abraão: Sai-te da tua terra, e da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que te mostrarei far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma benção.E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra. (Gênesis 12.1,2,3).

No verso 16 do capítulo 17 vem a promessa de que Abraão teria um filho: Porque eu a hei de abençoar e te hei de dar a ti dela um filho; e a abençoarei, e será mãe das nações; reis de povos sairão dela. (Gênesis 17.16) Abraão na época com 100 anos e Sara com 90 quando Deus lhe prometeu um filho olha que disse Abraão – Então caiu Abrão sobre o seu rosto, e riu-se, e disse no seu coração: A um homem de cem anos há de nascer um filho? E conceberá Sara na idade de noventa anos? Gênesis 17.17

Por isso o nome isaque no hebraico, é “riso”.
Pois quando apareceram três anjos a ele para dizer que por este tempo de vida Sara teria um filho ela também riu. Gn 18.10,11,12

Talvez você esteja também rindo e pensando será possível. Às vezes seu problema é muito grande e já se passou muito tempo. Do chamado de Abraão ate o nascimento de Isaque seu filho passaram-se 25 anos, Abraão também achou impossível já que a idade dele e de Sara era muito avançada para poderem ter um filho gostaria que você lesse Gênesis 18.10ao16, no versículo 14 na parte A do versículo diz assim:“Haveria coisa alguma difícil ao Senhor?” Gn 18.14ª (RC)

O que é difícil para mim e para você é fácil para Deus. O que é humanamente impossível para Deus é possível

Por que para Deus nada é impossível. (Lucas 1.37)

Se o seu problema é grande saiba que para Deus é pequeno, o que é grande para você para Deus é insignificante, não existe problema que ele não possa resolver. Por que o nosso Deus é soberano, não a porta que não possa abrir, basta você crer, confiar e saber esperar o tempo de Deus buscando adorando a Deus a cada dia em Oração.

No capítulo 21 de Gênesis podemos ver a chegado do tempo de Deus na vida de Abraão e Sara.E o Senhor visitou a Sara, como tinha dito; e fez o Senhor a Sara como tinha falado, e concebeu Sara e deu a Abraão um filho na sua velhice, ao tempo determinado, que Deus lhe tinha dito. (Gênesis 21:1,2)

Pr.Luciano Pinheiro.

Por Litrazini
Graça e Paz

domingo, 13 de outubro de 2019

JEOVÁ RAFÁ


É Ele que sara todas as tuas enfermidades. -Salmo 103.3.

Muitos pensam que ser “sarados de todas as nossas enfermidades”, significa ser realmente livres delas, e chegar a ser tão puro quanto Cristo é, o que somente se realizará nos céus. Isso, obviamente não está correto, ao contrário, é um grande erro assim pensar.

O texto não diz: “Ele nos sarou”, como se fosse algo que Deus fez de uma vez por todas e assim não necessita mais fazê-lo. Mas, assim diz: “Ele nos sara”, significando que nossa cura acontece continuamente.

Este processo purificador começa quando Deus acusa, golpeia e derruba o “velho homem” em nós, a nossa “carne”, ou a nossa natureza pecaminosa. Logo, então, o processo continua quando Deus nos levanta do pó, nos consola, reconforta e nos anima a seguir caminhando pela boa vereda, com mais prudência que antes. Ele nos disse: “eu mato, e faço viver; eu firo, e eu curo”.

Podemos ver o desenvolver deste processo claramente na vida de Davi. Ademais de suas faltas menores, houve ocasiões nas quais ele caiu em verdadeiras enfermidades espirituais, em pecados e iniquidades mui graves.

Cobiçou a mulher de seu próximo e fez com que seu marido fosse morto.

O Senhor o feriu, mas logo, quando o profeta denunciou seu pecado e Davi se arrependeu, o Senhor o curou.

Em outra oportunidade, ele se deixou levar pelo orgulho e fez passar um censo entre o povo. Novamente o Senhor o feriu, e mais pra frente o curou.

Oh Amado Deus, não nos chame a prestar contas porque diante de ti ninguém pode justificar-se.

Cada dia pecamos mais do que nos damos conta ou possamos entender.

Não olhes o quão bom ou mal somos e lembre-se de tua infinita misericórdia obtida para nós por teu amado Filho. Amem.

C.O.Rosenius (1816-1858) – Nuevo Dia – Trad. Sóstenes Ferreira da Silva

Por Litrazini
Graça e Paz