sábado, 19 de outubro de 2019

COMO REAGIR À INVERSÃO DE VALORES


1. DENUNCIAR O PECADO E OS VALORES MUNDANOS. Devemos confrontar com a Palavra de Deus os princípios amorais e antiéticos difundidos através de filmes, peças teatrais, novelas, músicas e revistas (Hb 4.12; Ez 44.23). 

Certo diretor afirmou que “o cinema e a televisão suplantaram a igreja como grandes comunicadores de valores e crenças”.

Mas, quais são esses valores e crenças? Geralmente, são padrões e crenças anticristãs. A Igreja, “coluna e firmeza da verdade” (1 Tm 3.15), tem como missão, não apenas anunciar o evangelho, mas denunciar os pecados e os valores mundanos dos homens (1 Tm 1.18-20).

2. ENSINAR E VIVER OS VALORES DO REINO DE DEUS. Como Igreja do Senhor, temos a obrigação viver e ensinar os mais elevados princípios éticos e morais do Reino de Deus (Lv 20.7; 1 Pe 1.16). 

A verdadeira mensagem do evangelho não se conforma aos discursos politicamente corretos, mas aos elevados padrões da santidade divina (Mt 5.20; 48; 1 Tm 3.15; 6.11).

Os elevados preceitos exarados na Palavra de Deus são imutáveis e servem de regra para orientar os homens em todas as gerações (Is 30.21; Mt 24.35; 2 Tm 3.16). 

Esses valores são insubstituíveis, e devem ser coerentes com o testemunho cristão – a igreja deve viver o que prega e pregar o que vive.

Fonte: Casa Publicadora das Assembléias de Deus

Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário