sábado, 4 de janeiro de 2020

3º DONS DO FILHO (Para facilitar e equipar o corpo da igreja)


Em Efésios 4.11 a 13, as palavras dorea (singular) e doma (plural) são também usadas para designar dons, referindo-se àqueles dons como capacitadores ou equipadores para o culto pessoal no Reino de Deus. Efésios 4.12 explica que nossos dons são para o aperfeiçoamento dos santos, desempenho do ministério e Edificação do corpo de Cristo. Ler 1Co.12.28

Os dons que o Filho de Deus deu são essenciais para assegurar que as duas primeiras categorias de dons sejam aplicados no corpo da Igreja. Efésios 4.7 diz: “Mas a cada um de nós foi dada a graça conforme a medida do dom de Cristo”, não apenas indica os dons de ofícios que Cristo colocou na Igreja junto com seu propósito. O ministério desses líderes é equipar o corpo, dando assistência para que cada pessoa:
1)- Perceba o lugar que o criador fez para que ele o preencha, através de sua obra criativa nele, bem como perceba as possibilidades que a salvação agora abre para a realização daquilo para o que ele foi feito.
2)- Receba o poder do Espírito Santo e comece a responder aos seus dons, os quais são dados para desenvolver as capacidades de cada cristão além da ordem criada e em direção à dimensão redentora do ministério, para a edificação da Igreja e a evangelização do mundo.

1. APÓSTOLOS - Nos dias apostólicos, referia-se a um grupo seleto escolhido para desempenhar diretamente o ministério de Cristo; incluía a tarefa determinada, dada a alguns, de completar o sagrado cânon das Sagradas Escrituras. Implica o exercício de um papel representativo distinto de liderança ampla dada por Cristo. Agem como mensageiro ou porta-voz de Deus. Nos tempos contemporâneos refere-se aos que tem o espírito do apostolado de estender notavelmente o trabalho da igreja, abrindo campos ao evangelho e supervisionando seções mais amplas do corpo de Jesus Cristo. Apóstolo é enviado, é aquele que lança os fundamentos da vida da Igreja. Trabalha edificando a Igreja nas suas bases.

2. PROFETA – Um porta voz ou proclamador espiritualmente maduro com uma mensagem dirigida de forma especial e divina à igreja ou ao mundo. Uma pessoa dotada unicamente em certas épocas com compreensão para eventos futuros.
É aquele que aponta a direção para a Igreja. Enxerga onde a Igreja esta caminhando, para onde ela deve ir, tem a visão de Deus para encaminhar a Igreja. (Não é adivinho, que prevê o futuro, nem determina passos práticos na vida individual dos cristãos) É um canal de revelação de Deus para a igreja. Ajuda os santos a compreenderem o que foi revelado pelo Senhor.

3. EVANGELISTA – Refere-se principalmente a um dom especial de pregar ou testemunhar de forma a trazer o descrente à experiência da salvação. Funcionalmente, o dom de evangelista opera para o estabelecimento de novos trabalhos, enquanto pastores e professores o sucedem para organizar e sustentar o novo trabalho estabelecido. Essencialmente, o dom do evangelista opera para estabelecer convertidos e reuni-los, espiritual e literalmente, ao corpo de Cristo. É a pessoa que Deus usa para estender o alcance do evangelho e fazer com ele seja obedecido nas diferentes localidades

4. PASTOR / PROFESSOR - A palavra pastor vem de uma raiz que significa proteger, da qual nós temos o termo pastor de ovelhas. Na função de um pastor/líder está incluído nutrir, ensinar e cuidar das necessidades espirituais do corpo.

Pastor e mestre são uma mesma função e ministério. O texto de Ef 4.11 diz: "...A outros pastores e mestres." e não "...A outros pastores e a outros mestres " O termo pastor é uma expressão alegórica (figurativa de pastor de ovelhas) cuja correlação literal seria mestre. O pastor tem ovelhas, o mestre tem discípulos. O dom que opera no pastor é o dom de mestre, por isso não aparece o ministério de pastor na lista de ministérios de 1Co 12.28 (que é conforme os dons).

COMO PASTOR: È o que cuida de vidas, (apascenta); Tem aliança com o povo, toca nas vidas, apascenta. Está envolvido com o povo. Pastor é uma função e não um cargo ou título.Todos aqueles que cuidam de vidas são pastores e mestres.
COMO MESTRE: É o que ensina a doutrina (doutor). Pega as verdades mais difíceis e complicadas e traz de maneira clara para a Igreja entender.

5. MISSIONÁRIO – (alguns vêem a figura do apóstolo ou evangelista). Implica o desdobramento de um plano para tornar o evangelho conhecido por todo o mundo: “Porque não me envergonho do evangelho, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego”- Rm.1.16. Ilustra uma atitude de humildade necessária para receber um chamado para áreas remotas e situações desconhecidas: “Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem irá por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim. Disse, pois, ele: Vai, e dize a este povo: Ouvis, de fato, e não entendeis, e vedes, em verdade, mas não percebeis”- Is.6.8-11.

Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário