sábado, 19 de dezembro de 2020

A BÍBLIA E OS ANJOS

 SÃO CRIATURAS - Os anjos não são eternos na mesma essência que Deus. Deus sempre existiu, não teve princípio de dias – os anjos são seres criados – tiveram um princípio.

Quando lemos da criação dos céus e da terra em Gênesis, ali se acha implícita a criação de todo o exército celestial. Como criaturas, recusam receber adoração. Em Ap. 22.8,9, vemos João: “Eu, João, sou o que ouvi e vi estas coisas. E quando as ouvi e vi, prostrei-me aos pés do anjo que mas mostrava, para o adorar. Mas ele me disse: Olha, não faças tal; porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus”; Isto revela a tendência do homem à idolatria!

SÃO ESPÍRITOS - Conforme o texto de Hb. 1.14 que diz: “Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor dos que hão de herdar a salvação?”, a Bíblia os define como sendo espíritos, possuem todas as características de um espírito, pois não possuem limitações naturais e físicas, podem, entretanto, assumir forma corpórea.

A maneira como os anjos se manifestavam na Bíblia, geralmente era de uma forma tão normal em sua apresentação visual, que chegavam a ser confundidos com os homens.

A integração dos anjos é tão perfeita entre os humanos que Hb 13.1,2 nos traz uma advertência!: “Permaneça o amor fraternal. Não vos esqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, sem o saberem, hospedaram anjos” Esta integração em nossos dias implicaria em recebermos a visita de um anjo, não vestido com uma túnica branca e com asas, mas talvez vestido de Jeans e camiseta, usando tênis. Diversos testemunhos em nossa época confirmam isto.

SÃO IMORTAIS - Os anjos tiveram um princípio, todavia não terão um fim, conforme Lc 20:36: “Porque já não podem mais morrer; pois são iguais aos anjos, e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição”. Atravessam os séculos, acompanhando toda a história humana.

Se o termo “legião” usado por Jesus é o mesmo usado para o agrupamento militar do império romano, então uma legião conta com 6000 membros. Como vemos em Mt.26.53, Jesus poderia facilmente rogar ao pai para ter o auxílio de 12 legiões, ou seja: 72.000 anjos somente no Getsêmani. Entretanto, o número aproximado que a Bíblia nos dá é que são miríades de miríades, ou milhões de milhões, isto é: bilhões.

SEM SEXO – O homem em seu gênero possui sexo e, como tal, sente-se na contingência de casar-se. Os anjos, entretanto, não se casam, pois não tem sexo. Foram criados, individualmente. Em Lc. 20.34 a 36 vemos: “Respondeu-lhes Jesus: Os filhos deste mundo casaram-se e dão-se em casamento; mas os que são julgados dignos de alcançar o mundo vindouro, e a ressurreição dentre os mortos, nem se casam nem se dão em casamento; porque já não podem mais morrer; pois são iguais aos anjos, e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição.” 

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário