quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

LIVRANDO-SE DA AMARGURA

Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem. (Hb.12.15)

O nosso modo de vida cristã precisa ser um modelo da graça de Deus. Nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe; por ela muitos se contamine.

Amargura é angústia, aflição, dor, oculta, ou melhor, encoberta na nossa alma, que nos torna amargos, tristes, depressivos, cheio de ressentimentos por alguém.

Uma pessoa amargurada, além de prejudicar a si mesma, e de ficar impedida de receber as bênçãos do Senhor, acaba corrompendo os outros a sua volta. Torna-se uma pessoa de difícil convivência

A amargura surge quando sou ofendido e não perdôo, a ofensa se transforma em ira. Posteriormente a ira se transforma em ressentimento. E o ressentimento dar lugar à amargura. A amargura surge em nossos corações atingindo até mesmo os nossos relacionamentos mais puros e sinceros.

A alma amarga dá lugar ao diabo (Ef.4:26-27)

A alma amarga contamina a outros. Por meio de suas palavras o amargurado busca adeptos à sua causa. E quem concorda com o amargurado é seu amigo, e quem não concorda é seu inimigo (Tg.3:5-6).

A alma amarga impede que entendamos os verdadeiros propósitos de Deus para a nossa vida.

Ao enfrentarmos tempos difíceis, Deus recebe nossas sinceras orações, mas precisamos ter cuidado para não negligenciarmos o amor, a força e os recursos que Ele provê em nossas vidas. E não podemos permitir que a amargura e a decepção nos desviem das oportunidades que surgem.

Quando damos importância aos problemas não resolvidos ou às promessas não cumpridas, nossos pensamentos enchem-se de mágoa, aumentando o stress e roubando nossa alegria.

Perdoar é deixar estes sentimentos irem embora, essa é a única forma de trazer de volta a paz e calma.

Precisamos combater a amargura em nós mesmos, resistindo a ela com todas as nossas forças. Corte-a pela raiz! Entenda que Satanás é a fonte de todas as atitudes amargas. Quando os sintomas aparecerem, estude e medite nas Escrituras em vez de se entregar a auto piedade. Busque regozijar-se com aqueles que são mais abençoados do que você. Substitua a tristeza pela alegria. E mais do que tudo ore por ajuda.

A palavra do Senhor diz que é necessário nos prevenirmos, e ficarmos atentos, para que nenhum de nós seja impedido, preso ou embaraçado, não recebendo o favor ou os benefícios de Deus, por causa da raiz de amargura: “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor. Tendo o cuidado que ninguém vos prive da graça de Deus e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem”. (Hb 12:14 e 15).

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário