domingo, 27 de dezembro de 2020

O ESCUDO DA FÉ

"Embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno". (EF. 6.16)

O escudo da fé não é algo que vestimos, mas que empunhamos para nos proteger contra os ataques do inimigo. A fé não estar em nossa própria capacidade, força, mérito ou virtude, mas em Deus (Mc 11:22).

Juntamente com a fé no coração de Deus, precisamos ter fé em sua fidelidade. Nós podemos mudar, mas Deus não. Como diz Tg 1:17: Nele não há sombra de mudança. Além disso, Ele não mente (Tito 1:2), é sempre fiel a Sua palavra. Deus não é apenas fiel, mas também capaz. Portanto devemos ter fé em seu poder.

Deus é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos. (Ef. 3,20). Ter fé na palavra de Deus

Precisamos ter fé total em Deus, no coração de Deus, na sua fidelidade, no seu poder, na sua palavra, na vontade e na soberania de Deus. Se tivermos tal fé, os dardos inflamados de satanás não serão capazes de nos danificar.

Os dardos inflamados são as tentações, propostas, dúvidas, questões, mentiras e ataques de Satanás sobre nós. Toda tentação é um engano, uma promessa falsa. Quando acordamos de manhã, satanás sempre nos faz propostas. Por essa razão, a primeira coisa a fazer de manhã é ler a palavra. Sem a palavra não temos cobertura contra as propostas dele.

Dúvidas e questões também são dardos inflamados de satanás.

Os dardos inflamados do diabo vêm como pensamentos injetados em nossa mente. Esses pensamentos podem parecer nossos, mas, na verdade, são de satanás. Sabemos que os pensamentos vêm de satanás quando, depois de decidir não alimentá-los mais, eles continuam a vir.

A fé no coração para se defender dos dardos inflamados de satanás, relaciona-se principalmente ao exercício da vontade. Em Tiago 1:6, é-nos dito que quem duvida é como uma onda do mar, levada pelo vento. Tal pessoa tem vontade vacilante. Portanto, se quiser ter fé, exercite sua vontade.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário