quarta-feira, 16 de junho de 2021

O SALMO DO PASTOR

O salmista começa dizendo: “O Senhor é o meu Pastor; a maioria das pessoas que conhecemos, ou tem a teologia do Senhor, ou tem a teologia do Pastor.

Os que têm a teologia do Senhor, o reverenciam como: O Deus soberano e poderoso, que deve ser temido, obedecido, respeitado e reverenciado.

Os da teologia do Pastor o definem como: Manso e suave, aquele que tem água com açúcar para dar, Deus bondoso e de graça ilimitada.

Ambos estão certos, mas no entanto Davi coloca estas duas verdades juntas. Muitas pessoas recitam este salmo sem experimentar suas verdades, logo, elas conhecem bastante o salmo do Pastor, mas poucos conhecem o Pastor deste salmo.

O Pastor governa, guia, alimenta e protege as ovelhas, as ovelhas, seguem obedecem, amam, e confiam no Pastor.

Nada nos liberta tanto do medo como saber que neste mesmo instante, no decurso deste dia nos projetos e problemas que temos pela frente, nosso Pastor está constantemente operando para o nosso bem-estar.

Não precisamos ter falta de nada. O nosso bom Pastor sabe o que precisamos antes que peçamos Ele vai à nossa frente, preparando exatamente aquilo de que necessitamos, no momento da nossa necessidade.

“Ele me faz repousar em pastos verdejantes”. Isto é, um oásis em meio à terra deserta. As ovelhas se recusam a deitar-se enquanto estão com fome. Só o fazem quando estão satisfeitas em seu apetite.

Deus nos conduz dia a dia exatamente àquilo de que precisamos.

Pastos verdejantes, e águas tranquilas descrevem do que as ovelhas precisam. O pastor sabe disto e está em constante procura de bebedouros nos quais as ovelhas possam matar a sede a fim de descansar. Com comida, água fresca e descanso, o Senhor restaura nossas capacidades enfraquecidas.

O Senhor nunca prometeu que não sofreríamos dificuldades, nem que não teríamos inimigos, pelo contrário, eles estão lá; mas, é na presença dele que Ele nos serve. Ser ungido por Ele é ter sua mão amorosa sobre nós, enchendo-nos com seu Espírito.

Deus faz nossa vida transbordar, quando Ele unge com seu precioso óleo, para deixarmos as outras pessoas beberam também. (Jo 7.38).

“Bondade e Misericórdia” Uma das coisas mais difíceis é aprender a envelhecer. É fácil aprender a ser jovem: a gente erra, bate a cabeça por todo lado, mas sempre acha que há futuro, há uma chance, uma esperança. O salmista está dizendo: não somente vou viver bem, mas vou morrer bem, com integridade e generosidade.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário