segunda-feira, 26 de julho de 2021

A FALTA DE PERDÃO

“...Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste ... E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que lhe devia. Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas”. (Mt 18.23-35)

A falta de perdão é um dos maiores problemas do ser humano

Essa incapacidade resseca e deixa amargura.

Todos nós precisamos de perdão, temos sempre alguma culpa. Fomos perdoados na nossa maior dívida. Cristo padeceu deixando-nos o exemplo

O perdão está no âmago da nossa fé em Deus

Perdoar é não fazer julgamento, é um ato de fé em Deus. É deixar nas mãos de Deus o julgamento. Perdoar é liberar de todas as dívidas e colocar tudo nas mãos de Deus

O perdão é fruto do amor. Esse é o sentimento maior que norteia nossa fé, por amor pode-se perdoar no mínimo 490 vezes

Quando não perdoamos alguém, estamos aprisionando essa pessoa. Um vínculo de ódio é formado e a benção se torna impossível

Como não perdoar meu irmão, se Cristo me deu perdão. Nossa dívida era muito maior

Tendo experimentado o amor de Deus. Não poderemos agir sem o espírito do perdão

O ódio produz tormento, tornamo-nos escravos de quem odiamos

A vida se torna amarga, a amargura injeta veneno nas veias

A pessoa que não perdoa fere-se muito mais do que a que não foi perdoada

Se não consigo perdoar meu inimigo, será que Deus me Perdoou realmente?

Perdoar não é dizer que não houve culpa, nem que não houve sentimentos feridos, mas é liberar o devedor da dívida real que lhe pesa, como fez Jesus

Perdoe todos quantos o abandonaram quando você mais precisou, seu vizinho, amigos

Perdoe os mexericos, os líderes que o feriram com palavras e ações

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 



Nenhum comentário:

Postar um comentário