terça-feira, 21 de setembro de 2021

DANDO BONS FRUTOS OU NÃO

Todas as nossas atitudes são frutos.

Se a árvore é boa, os frutos serão bons; Se a árvore é doente, os frutos serão doentes;

Toda a enfermidade da alma se reflete em nossas atitudes;

Se as atitudes são doentias, o problema está na alma e não nas atitudes.

Não pode uma árvore boa dar maus frutos e nem a má dar bons (Mt. 7.18);

A qualidade da árvore determinará que tipo de fruto nós vamos dar. Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? (Mt. 7.16)

Pelos frutos se conhece a árvore. Pelas atitudes conhecemos as pessoas e conhecemos a nós mesmos. “Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom, ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore ...” (Mt. 12.33-37).

A árvore da nossa alma deve estar sendo limpa cuidadosamente, para que dê mais frutos e de qualidade. Aquela que não dá frutos é tirada, porque seca e cai

“...Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado ...Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer... Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos...” (Jo 15.1-8)

Os frutos são necessários para que tudo quanto pedirmos a Deus, em nome de Jesus, Ele nos conceda

A árvore que não dá fruto ocupa espaço inutilmente, como também aquela que dá maus frutos.

Há pessoas que ocupam espaço mas não são úteis para nada ou até prejudicam com os péssimos frutos. Essa indefinição deve Ter fim: ou cura ou corta (Lc. 13.6-9).

A árvore que dá fruto ruim, a que não dá fruto, a que dá fruto de vez em quando, pode ser tratada, bem como a alma doente pode ser tratada e curada para tornar-se uma bênção (Sl 1.3).

A misericórdia de Deus está para quem produz frutos dignos de arrependimento (Mt. 3.8)

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário