domingo, 10 de outubro de 2021

COMO CORRIGIR A FALSIDADE E A MENTIRA

A mentira é outro dos pecados mais generalizados de nossa sociedade.

A mentira é covardia para não enfrentar a realidade.

É manifestação contrária a verdade, cuja essência é o engano e cuja gravidade se mede segundo o egoísmo ou a maldade que encerra.

Deus proíbe e condena a mentira e a falsidade: Ap 21.8; Lev 19.11,12; Mt 5.33-37; Sl 5.6; Pv 6.16-19; 12.22; 20.10; Mt 15.18-20; Mc 7.21-23; João 8.43-47; Mateus 6.2; 16-18; 22-18; Tito 1.16; Tiago 3.14; I Pedro 1.22;  2.1-2.

Cristo é nosso exemplo. Não houve engano na sua boca Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano. (1Pe 2.21,22).

Ele nos ordena a sermos absolutamente verdadeiros: Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna. Mt 5.37.

A mentira anestesia a consciência do mentiroso; torna-o insensível à verdade. Ela cria a desconfiança, o receio, a incredulidade, a suspeita.

O Senhor nos ordena a rejeitar a mentira em todas as suas formas: falso testemunho, engano, hipocrisia, fingimento, exagero, calúnia, desonestidade, não cumprir os tratos injustificadamente, fraude, falsificação em todas as áreas da nossa vida: lar, trabalho, igreja, autoridades, colégio etc.

COMO LIBERTAR-SE E CORRIGIR-SE.

ARREPENDER-SE: mudar de atitude e de mentalidade em relação a mentira e falsidade.

Confessar o pecado: (Pv 28.13-14; I João 1.9; 2-1; Tg 5.16).

EXORTAÇÃO: (Tg 5.19-20; Gál 6.1-2; Ef 4.25), como este pecado afeta as relações entre os irmãos, somos responsáveis uns diante dos outros para corrigir, admoestar, ensinar,

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário