segunda-feira, 5 de abril de 2021

TERAPIA DE DEUS

A TERAPIA DE DEUS É:  Arrependimento, Confissão, Perdão - Quem oculta não tem disposição de deixar, Sl 32:2;5; I Co 15:3; I Jo 1:9

ARREPENDIMENTO - Mudança de atitude; Disposição verdadeira de não fazer mais aquilo.

CONFISSÃO - Confessar é o oposto de ocultar transferir, justificar. Confessar é colocar na luz, dizer a verdade, assumir responsabilidade por nossos atos. A confissão deve ser feita a Deus, aos ofendidos e uns aos outros. Tg 5:14-16.

APÓS A CONFISSÃO: Apropriar-se do perdão de Deus (Is 43:25; Mq 7:18-19). Não ficar lembrando aquilo que Deus não lembra mais. Perdoar a si mesmo. (Deus lança nossos pecados no fundo do mar e escreve: proibido pescar - lançou na conta de Jesus)

PERDÃO - O mundo espiritual é tão real quanto o natural, só que não podemos ver. Quando perdoamos uma pessoa algo acontece no mundo espiritual, um verdadeiro milagre de Deus.

RESSENTIMENTOS

É uma indisposição em perdoar. Você normalmente não admite que está ressentido, mas ao tocar no nome daquela pessoa ou situação, brota um sentimento ruim dentro de você.

Ressentimento produz amargura: Hb 12:15; amargura provoca problemas nervosos, Insônia, Dor de cabeça, Esgotamento, Artrite, Pressão alta, Palpitações, Úlceras, etc.

COMO SE DETECTA: é uma sentimento negativo, uma amargura que aflora cada vez que vemos ou recordamos alguém que nos feriu. O ressentimento pode ser manifesto ou oculto, as vezes não admitimos.

COMO SE PRODUZ:  Alguém nos trata injustamente, nos agride, ofende, despreza, insulta, envergonha, ignora, humilha, nos trata mal, não nos paga, nos calunia, etc... Fomos feridos interiormente e essa ferida produz dor.

O ressentimento nos coloca em igualdade com o ofensor. Ex: cabo de guerra.

O ressentimento é uma brecha para os demônios, impede Deus de agir. Nos leva a fazer aquilo que mais odiamos. O perdão é a única maneira de quebrar este domínio.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário