quarta-feira, 18 de agosto de 2021

VIVENDO CONTENTE E SATISFEITO

Há um grande número de pessoas cuja relação com Deus se reduz tão somente a sentimentos de obrigação e segurança. Seguem-no por medo ou por costume. Servem-no por dever ou por interesse.

O resultado é uma vida sem alegria, sem abundância, sem realizações, uma vida insatisfeita.

E é claro que não é esse tipo de existência que o Senhor quer para seus filhos. Ele quer que vivamos satisfeitos. “... aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez”. (Fp. 4.11,12).

Quando a nossa insatisfação se traduz em reclamações, amargura de alma, murmurações e pessimismo, estamos declarando a Deus que ele, afinal de contas, não é um pai tão bom assim.

Há muitos que vivem insatisfeitos mas são incapazes de admitir o fato para si mesmos, para outros e muito menos para Deus.

Ele quer mais do que servos; quer filhos. Assim disse Jesus: “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer” (Jo. 15.15).

O Pai celestial quer filhos que possam desfrutar da sua comunhão e das suas misericórdias em amor. Quando nos regemos pela obrigação, experimentando só insatisfação e migalhas, deixamos de gozar da vida abundante que Cristo conquistou para nós na cruz.

O amor é a essência da vida cristã e não há outra forma de vivermos contentes e satisfeitos a não ser amando a Deus sobre todas as coisas e o nosso próximo como a nós mesmos. 

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário