quarta-feira, 23 de junho de 2021

OBJETIVO DA VINDA DE JESUS

A META DA SALVAÇÃO

O PROPÓSITO ETERNO. Nos planos de Deus estavam traçadas todas as características que esta meta deveria ter. Era restaurar o estado de vida eterna perdida no Éden, Gn. 3: 22; redimir a raça humana do estado de pecaminosidade vivido desde a queda, Rm. 8.23; conduzir o homem já redimido ao estado de santificação gerado pelo Espírito Santo, Rm. 8.14-17 e, enfim, capacitar-nos para perseverar até que tudo se cumpra, II Tm. 2.4.

O ALVO DE DEUS. Compreende os povos, ou seja, todos os homens da terra. A razão que inspirou Deus a mover sua destra salvadora em nosso benefício foi seu grande amor, Jo. 3.16.

BUSCAR E SALVAR

A missão de Jesus está basicamente registrada em Lc. 19.10. Dois verbos apontam o objetivo de Jesus e sua estratégia de resgate do pecador. Para salvar, é preciso primeiramente buscar, e para buscar tem que haver o interesse de salvar.

Para salvar o homem, Jesus fez a alegria de uma festa de casamento, evitando o vexame de não se ter o vinho, mantendo o clima em estado de alegria, Jo. 2.9-10; demonstrou, na purificação do templo, a preservação do objetivo, para o qual fora edificada a casa do Pai, Jo. 2.13-16; curou diversos enfermos físicos que lhe eram trazidos, Mc. 6.55-56; acalmou a tempestade que afligia os seus discípulos, Mt. 8.23-27.

Estas citações exemplificam o interesse de Jesus em nossa procura. Ele tentou dizer que estava em nossa busca, no nosso encalço para nos salvar.  

JESUS VIVENDO A MISSÃO SALVADORA

Na plenitude dos tempos, ou seja, quando o mundo estava preparado para recebê-lo, Deus enviou seu Filho para cumprir a missão salvadora.

A missão de Jesus foi resgatar o homem. Jesus cumpriu integralmente sua missão salvadora. “Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste para fazer”. (Jo. 17.4)

O ponto culminante da missão salvadora de Jesus foi a cruz, Hb. 12.2. Nela ficou registrada toda a redenção pretendida pelo Pai. Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, as nossas dores, a nossa má reputação, o nosso desprezo e a nossa rejeição, Is. 53.2-5.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário