terça-feira, 22 de junho de 2021

FIDELIDADE DIVINA

Fidelidade é uma das palavras mais empregadas na Bíblia.

Frequentemente ela é associada a Deus, cujo atributo mais caro ao ser humano é precisamente a Sua fidelidade, pelo que muitas vezes é chamado de Rocha, numa indicação de Sua imutabilidade.

Suas obras são perfeitas, porque todos os seus caminhos são juízo; Deus é fidelidade, e não há nele injustiça; é justo e reto. (Dt 32.4)

Como aprendemos no Novo Testamento, fiel é Deus, pelo qual fostes chamados à comunhão de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor (1 Co 1.9).

O Senhor é fiel; ele vos confirmará e guardará do Maligno. (Tss 3.3)

NEle, fidelidade é a Sua persistência no propósito de ser misericordioso e bondoso para conosco.

Como o salmista, sabemos que a Sua misericórdia se eleva até aos céus e a Sua fidelidade, até às nuvens (Sl 57.10).

Por isto, cada um de nós pode elevar a Ele a sua voz, nestes termos: Quanto a mim, porém, Senhor, faço a ti, em tempo favorável, a minha oração. Responde-me, oh Deus, pela riqueza da tua graça; pela tua fidelidade em socorrer (Sl 69.13).

Cantarei para sempre as tuas misericórdias, oh Senhor; os meus lábios proclamarão a todas as gerações a tua fidelidade (Sl 89.1).

Tal é essa verdade que, em Deus, misericórdia e fidelidade são sinônimas.

O início da vida cristã, com a força revolucionária da salvação, se compara à explosão de uma corrida de 100 metros. No entanto, o prosseguimento da vida cristã se assemelha a uma corrida de longa distância, com um percurso de milhões de quilômetros.

A salvação por Jesus nos põe na pista; a fidelidade a Jesus nos mantém nela.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário