quinta-feira, 30 de setembro de 2021

FUNCIONAMENTO DOS DONS MINISTERIAIS

Suponhamos que numa mesa esteja uma pessoa rodeada de cinco outras, cada uma com o seu respectivo dom ministerial.

De repente essa pessoa se descuida e derruba o copo de suco. Estas seriam as respectivas reações de cada um.

O apóstolo diria: Vamos nos organizar para que tenhamos um suporte para aparar o copo, a fim de que ele não caia mais.

O profeta diria: Você deve tomar mais cuidado com o copo! Preste mais atenção. Não fique aí abanando as mãos e derrubando copos!

O evangelista diria: Precisamos ter mais copos de reserva para casos como esse. Não se preocupe que vamos arrumar mais copos e preparar outro suco.

O pastor colocaria sua mão no ombro da pessoa e diria: Querido irmão, não se preocupe... Isso acontece com qualquer pessoa. Derramou o suco na roupa? Não faz mal. Eu o ajudarei a limpar. Aqui está outro copo de suco. Você não ficará com sede. Se acontecer de novo, não fique preocupado que eu estarei aqui a seu lado.

Finalmente o mestre diria: Veja bem. Você deveria colocar o copo neste lugar, e o seu braço longe, assim você não derrubaria o copo.

Da próxima vez, deixe o copo cinco centímetros adiante da borda do prato, do lado direito, se você for destro. Se for canhoto, é melhor colocá-lo a cinco centímetros do lado esquerdo.

Cada um desses dons é necessário ao ministério, porque um complementa o outro.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz


quarta-feira, 29 de setembro de 2021

DEUS CORRIGE A QUEM AMA

“Eu corrijo e castigo todos os que amo. Portanto, levem as coisas a sério e se arrependam. Escutem! Eu estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, Eu entrarei na sua casa, e nós jantaremos juntos.” (Ap 3:19-20)

DEUS NÃO É INJUSTO.

“Ele nos paga de acordo com o que fazemos e dá a cada um o que merece. Na verdade, o DEUS Todo-Poderoso não faz o mal e não é injusto com ninguém.

Quem entregou o poder a DEUS? Quem o fez governador do universo? Se DEUS quisesse, poderia fazer voltar para si o fôlego, a respiração da gente; então todas as pessoas morreriam juntas, no mesmo instante, e voltariam de novo para o pó.” (Jó 34:11-15)

ESTRANGEIRO DE PASSAGEM POR ESTE MUNDO.

“Queridos amigos, lembrem que vocês são estrangeiros de passagem por este mundo. Peço, portanto, que evitem as paixões carnais que estão sempre em guerra contra a alma.” (1Pe 2:11)

AMIGO DO MUNDO, INIMIGO DE DEUS.  “Gente infiel! Será que vocês não sabem que ser amigo do mundo é ser inimigo de DEUS? Quem quiser ser amigo do mundo se torna inimigo de DEUS.” (Tg 4:4)

CANTAR O QUE VIVE“Portanto, comete pecado a pessoa que sabe fazer o bem e não faz.” (Tg 4:17)

OUVIR E FAZER.

“Não se enganem; não sejam apenas ouvintes dessa mensagem, mas a ponham em prática. Porque aquele que ouve a mensagem e não a põe em prática, é como uma pessoa que olha no espelho e vê como é. Dá uma boa olhada, depois vai embora e logo esquece a sua aparência. O evangelho é a lei perfeita que dá liberdade às pessoas...” (Tg 1:22-27)

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministerioissionario.com/

Graça e Paz 



terça-feira, 28 de setembro de 2021

BRAÇOS PROTETORES DE DEUS

“Ouve, SENHOR, a justiça; atende ao meu clamor; dá ouvidos à minha oração, que não é feita com lábios enganosos... Dirige os meus passos nos teus caminhos, para que as minhas pegadas não vacilem”. (Sl.17.1-15)

A primeira coisa a fazer quando estamos enfrentando dificuldades, é levar o assunto à presença do Senhor. Davi examinou-se a si mesmo aos olhos penetrantes do Senhor, exonerou-se da acusação de ser traidor e buscou reparação do erro.

Ele não procurou justificar-se a si mesmo, mas pediu a intervenção do Senhor. Sua suplica é o desejo de um coração sincero e honesto.

“Sonda-me o coração, de noite me visitas, prova-me no fogo, e iniquidade nenhuma encontrará em mim”.

Davi declara a sua inocência de todo propósito maligno. Ele não havia transgredido a vontade de Deus nem em palavras ou em obras (ações).

Ele sentia na pele o golpe doloroso das falsas acusações levantadas contra ele, mas ainda assim, comprometeu-se não pagar o mal com o mal.

Davi declara a sua inocência de todo propósito maligno. Ele não havia transgredido a vontade de Deus nem em palavras ou em obras (ações).

Ele sentia na pele o golpe doloroso das falsas acusações levantadas contra ele, mas ainda assim, comprometeu-se não pagar o mal com o mal

“Guarda-me como a menina dos olhos, esconde-me à sombra de tuas asas”. Esta expressão é muito frequente no Antigo Testamento e significa: aquele que é muito querido, ou algo que é guardado com especial cuidado.

Sentimos graça ilimitada ao percebemos que somos a menina dos olhos de Deus.

Perto do final da vida, Moisés, olha para o passado, e conclama aos israelitas a louvarem ao Senhor pelo seu cuidado constante (Dt 32.9-10).

O fato é que o Senhor nos vê, nos conhece, cuida de nós e jamais nos abandonará. O Senhor paira sobre nós e nos guarda de tudo aquilo que nos impeça de realizar a sua vontade. Seus braços eternos nos sustentam por baixo, por cima e ao redor.

O salmista podia enfrentar ou suportar tudo enquanto soubesse que estava sendo guardado pelo Senhor (Nm 6.24-26).

Em um sentido profundo, Jesus Cristo é a manifestação tanto da menina dos olhos de Deus como da sombra de suas asas.

Em Cristo temos o amor dos braços protetores de Deus que nos sustentam e nos dão sombra.

Ele levou todas as nossas mágoas sobre si no Calvário, ressurgiu voltando para ser o amigo que jamais nos abandona.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

segunda-feira, 27 de setembro de 2021

O CAMINHO DA RESTAURAÇÃO

Falava Ele ainda, quando chegaram alguns da casa do chefe da sinagoga, a quem disseram: Tua filha já morreu, porque ainda incomoda o Mestre?" (Mc.5.35)

"Mas Jesus, sem acudir tais palavras (ou seja dar ouvidos) disse ao chefe da sinagoga: Não temas crê somente" Mc 5:36.

Aqui está a chave da vitória: CRERTodo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim, e o que vem a mim de maneira nenhuma lançarei fora" João 6:37.

"Porque todo aquele que é nascido de Deus vence o mundo, e está é a vitória que vence o mundo: a nossa fé" I João 5:4.

Jairo após receber aquela palavra de ânimo de Jesus continuou confiando e entrou com Jesus na casa e a cena ainda era pior, pois lá dentro o clima era de velório, de derrota total, tristeza e angústia.

"Chegando à casa do chefe da sinagoga, Jesus viu o alvoroço, os que choravam e os que pranteavam muito" Mc 5:38. A situação era de total desânimo, mas existe um segredo que poucos sabem." Onde Jesus está até a tristeza salta de alegria".

"Jesus toma a menina pela mão e diz: Talitá Cumi! (quer dizer levanta-te) e imediatamente a menina se levantou e começou andar; pois tinha doze anos. Então ficaram todos sobremaneira admirados" Mc 5:41-42.

Logo após a cura da menina, toda a tristeza e angústia deu lugar admiração dos que estavam ali, mas só o pai realmente sabia definir o que estava sentindo. Uma alegria fora do normal em ver sua filha de pé.

Convide Jesus para fazer parte de sua vida. Creia acima de tudo. Lembre-se!

E esta é confiança que temos para com Ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, Ele nos ouve. E, se sabemos que Ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito. (IJoão 5:14-15).

A caminho da casa de Jairo, lugar de restauração, renovo e manifestar da graça e amor de Deus, siga este caminho e veja a glória do Senhor.

Luciano Barroso

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

domingo, 26 de setembro de 2021

GERAÇÃO DOS JUSTOS

“Não terão conhecimento os que praticam a iniquidade, os quais comem o meu povo, como se comessem pão, e não invocam ao Senhor? Ali se acharam em grande pavor, porque Deus está na geração dos justos”. (Sl.14 4-5)

Não terão conhecimento os que praticam a iniquidade...” não conhecem a lei moral (Rm 1.20).

Há uma tríplice condenação dos pecados deles:

Primeiro não entendem a raiz de suas iniquidades.

Segundo cometeram o pecado no tratamento violento com o povo de Deus

Terceiro não invocaram ao Senhor. O resultado é espantoso: “Ali se acharam em grande pavor...” este é o temor que eles sentem na presença do Senhor. A revelação divina na sua ira os transforma em covardes. At 19.17.

Deus está na geração dos justos...” em contraste com os pecadores em pânico, há o rebanho da “geração dos justos”, que tem paz no meio das aflições, porque andam com Deus.

A presença divina é a garantia da justiça e da condenação do mal. A palavra “geração” pode significar também: linhagem, habitação, posteridade.

A Restauração Divina (Sl.14 6-7)

“Meteis a ridículo o conselho dos humildes...” Qualquer tentativa de destruir os planos do povo de Deus tem que fracassar, porque o próprio Deus é a garantia de que o trabalho espiritual dos fiéis não é vão (ICo 15.58). Pessoas fracas, se tem bom senso, procuram refúgio forte; Deus é o nosso refúgio Sl 91.

“A Salvação de Israel...” não se encontra em poder ou na sabedoria humana. ‘Vem de Sião”, lugar da morada divina. A ação de Deus produzirá regozijo e alegria a Jacó (Israel)”.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

sábado, 25 de setembro de 2021

ENFRENTANDO NOVOS DESAFIOS

“Agora pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do Espírito da Vida em Cristo Jesus te livrou da lei do pecado e da morte...” (Rm. 8.1-3).

A admissão de que necessitamos de orientação é o início do andar com Deus. Até os cristãos caem na armadilha de confiar em algo, em vez de confiar em Deus, para determinar o seu curso.

Deus nos encontrou e nos presenteou com o Dom da salvação, Ele amorosamente nos trouxe Jesus, por meio da família e amigos da Escritura e das circunstâncias, até que pudéssemos fazer pouco mais do que dizer “Obrigado, Senhor, aceito o Teu Dom”. “Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus” (Rm. 8.14).

Entregar o Controle a Deus exige decidirmos de uma vez quem vai dirigir, daí a cada dia entregamos a Ele o volante e confiamos na Sua direção, quando algo acontece que nos desagrada não devemos entrar em conflito, mas confiar na Sua direção, pois ele sabe muito melhor do que nós o que o amanhã trará e, portanto, o que o hoje deve ser.

Deus quer colocar o planejamento de nossa vida em suas mãos, mas só quando admitimos que não podemos tratar do assunto sozinhos.

Nunca poderemos seguir a direção do Senhor se acreditarmos que não precisamos da sua liderança. Não podemos ser salvos enquanto não reconhecermos a nossa insuficiência

Ao Colocarmos o volante e a nossa confiança firmemente nas mãos do Pai, boas coisas irão acontecer. Os velhos hábitos serão vencidos e novos desafios enfrentados. Oportunidades surgirão e portas irão se abrir.

Deus não dá apenas alimento e abrigo, a Sua mão irá satisfazer as necessidades emocionais e psicológicas mais profundas de nossas vidas.

“O Senhor firma os passos do homem bom, e no seu caminho se compraz; se cai, não ficará prostrado, porque o Senhor o segura pela mão.” (Sl 37.23-24)

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

VIDA DINÂMICA E PODEROSA

Por meio da fé em Cristo somos salvos do resultado final do pecado: uma morte que traz agonia eterna e separação de Deus.

Mediante a fé salvadora em Cristo nosso relacionamento com Deus é estabelecido por toda a eternidade.

Embora ainda cometamos erros, temos o perdão contínuo de Deus.

Embora ainda sejamos fracos, Cristo dá-nos força. E com um relacionamento eterno como esse, nossos relacionamentos adquirem uma estabilidade que nunca antes esteve ao nosso alcance.

Quando recebemos Jesus Cristo como nosso Salvador pessoal, adquirimos também o relacionamento com o Espírito Santo.

O Espírito Santo habita conosco, como a atmosfera envolve a terra toda e todos os seres humanos. É ele quem faz pressão para que abramos o coração a fim de receber a Jesus Cristo.

O Espírito Santo está constantemente apontando o pecado e mostrando a alternativa da provisão de Deus de vida eterna.

Mas o Espírito Santo não permanece como a atmosfera ao nosso redor; entra em nosso espírito e faz de nossos corpos seu santuário.

E por meio de sua habitação em nós, ele concede-nos conhecimento e revelação sobre Jesus Cristo e a Palavra de Deus: a Bíblia. Como resultado, ganhamos nova dimensão de vida e conhecimento.

Aprendemos a viver uma vida completa, uma vida cheia de alegria e das ricas bênçãos de Deus.

O Espírito Santo também nos unge com poder; poder de ministrar as bênçãos de Deus a outros.

Cristo deseja realizar seu ministério por meio de você e de mim. Mas sem a unção do Espírito Santo, não estamos preparados para sermos canais mediante os quais Cristo pode fluir a fim de suprir as necessidades dos outros.

Através do batismo com o Espírito Santo, nossa vida cristã pode tornar-se ainda mais dinâmica e poderosa.

Lidiomar T. Granatti / Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

 

  

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

PROTEÇÃO MAIS QUE SUFICIENTE

“Deito-me e pego no sono; acordo porque o Senhor me sustenta. Não temerei dez milhares de pessoas que se puseram contra mim e me cercam...” (Sl. 3.5-8)

Vemos aqui a confiança do salmista diante dos grandes perigos que o cercavam “Deito-me e pego no sono; acordo porque o Senhor me sustenta”. É maravilhosa a fé daqueles que podem dormir profundamente diante das ameaças dos inimigos.

Davi podia dormir em terrenos descobertos, a luz das estrelas, dormindo em santa paz e despertando com coragem e ânimo; pois, a mão do Senhor era como travesseiro para ele.

A Pessoa sem Deus, por mais que tenha recursos e bens, vive cercada de desconfianças e medos. Só dormem à custa de tranquilizantes.

A oração de confiança produz então a valentia do salmista. “Não temerei dez milhares de pessoas". Deus o havia libertado do medo I Sm 14.6. Uma só pessoa com Deus, forma maioria.

“Levanta-te Senhor...” Davi convoca então o seu Deus, para que o livre daqueles que haviam se tornado seus inimigos. “Feres no queixo a todos os meus inimigos...” nestas palavras vemos a confiança do salmista no Senhor, baseadas em vitórias que teve em oportunidades anteriores.

“Do Senhor é a salvação...” salvação é a grande palavra de libertação do Antigo Testamento. Davi afirma desta forma, que toda a libertação, vitória e salvação, pertencem ao Senhor. Como é bom servir a um Deus que possui todo o poder, e, o outorga aos seus fiéis. (Fp 4.13; Cl 1.11).

“... e sobre o teu povo, a tua benção”.  Davi não somente ora em favor dos poucos que haviam ficado fiéis a sua causa, mas também invoca a benção divina sobre toda a nação.

Este povo, mesmo rebelde, ainda pertencia ao Senhor. Lembra Jesus que pediu em favor daqueles que o crucificaram. Lc 23.24.

A proteção da parte de Deus é a melhor segurança.

Soldados armados guardavam o leito de Salomão, mas ele não dormia melhor do que seu pai. Davi, quando deitava no chão, não muito longe dos seus inimigos, estava a sós com Deus, e somente Deus era a sua proteção mais que suficiente.

Uma boa consciência nos ajuda a dormir em qualquer circunstância. Nenhum travesseiro é tão confortável como as promessas de Deus Nenhum cobertor é mais quente do que a certeza da nossa salvação em Cristo Jesus.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

quarta-feira, 22 de setembro de 2021

ANTIGO, PORÉM ATUAL E INTERESSANTE

A palavra Bíblia, vem do grego Biblion que significa “conjunto de livros”.

Possui 66 livros, sendo 39 no Antigo Testamento e 27 no Novo Testamento, que são classificados em livros históricos, poéticos, proféticos.  Foram escritos aproximadamente durante, 1600 anos, por 40 escritores inspirados pelo Espírito de Deus.

Em 1551, Robert Etiene, redator e editor em Paris, dividiu o Novo Testamento no grego em versículos.

Teodoro de Beza gostou da idéia, e em 1565 dividiu toda a Bíblia em versículos.

O maior Livro, é o dos Salmos, com 150 capítulos,

O menor Livro é a II carta de João,

O maior capítulo é o Salmo 119

O menor capítulo é do Salmo 117

O capítulo 37 de Isaias é igual o texto de 2 Reis 19

A Bíblia foi escrita em 3 idiomas: Hebraico, Grego e Aramaico

O maior versículo é Ester 8:9

O menor versículo é Êxodo 20:13

O versículo central é Salmo 118:8

AS PRIMEIRAS TRADUÇÕES

1- SEPTUAGINTA – É o Antigo Testamento escrito no grego, é a chamada versão dos setenta feita entre 280 e 130 a.C.

Assim foi chamada por causa dos 70 sábios Judeus, convocados em Alexandria, no Egito pelo rei Ptolomeu Filadelfo. Esta versão era usada pelos apóstolos.

2- VULGATA LATINA – Esta versão foi feita por Jerônimo no fim do século IV. Havia diversas versões em latim que divergiam entre si, e Jerônimo que era grande conhecedor do hebraico e do grego foi incumbido desse trabalho.

Somente no século VI é que a vulgata latina começou a ser aceita. A igreja católica, desde o fim do século XVI, adotou esta versão como oficial.

3- VERSÃO SIRÍACA PESHITO – No idioma Sírio, esta versão é a terceira em interesse. Provavelmente tenha sido a primeira tradução no Antigo Testamento neste idioma.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

terça-feira, 21 de setembro de 2021

DANDO BONS FRUTOS OU NÃO

Todas as nossas atitudes são frutos.

Se a árvore é boa, os frutos serão bons; Se a árvore é doente, os frutos serão doentes;

Toda a enfermidade da alma se reflete em nossas atitudes;

Se as atitudes são doentias, o problema está na alma e não nas atitudes.

Não pode uma árvore boa dar maus frutos e nem a má dar bons (Mt. 7.18);

A qualidade da árvore determinará que tipo de fruto nós vamos dar. Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? (Mt. 7.16)

Pelos frutos se conhece a árvore. Pelas atitudes conhecemos as pessoas e conhecemos a nós mesmos. “Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom, ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore ...” (Mt. 12.33-37).

A árvore da nossa alma deve estar sendo limpa cuidadosamente, para que dê mais frutos e de qualidade. Aquela que não dá frutos é tirada, porque seca e cai

“...Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado ...Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer... Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos...” (Jo 15.1-8)

Os frutos são necessários para que tudo quanto pedirmos a Deus, em nome de Jesus, Ele nos conceda

A árvore que não dá fruto ocupa espaço inutilmente, como também aquela que dá maus frutos.

Há pessoas que ocupam espaço mas não são úteis para nada ou até prejudicam com os péssimos frutos. Essa indefinição deve Ter fim: ou cura ou corta (Lc. 13.6-9).

A árvore que dá fruto ruim, a que não dá fruto, a que dá fruto de vez em quando, pode ser tratada, bem como a alma doente pode ser tratada e curada para tornar-se uma bênção (Sl 1.3).

A misericórdia de Deus está para quem produz frutos dignos de arrependimento (Mt. 3.8)

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

segunda-feira, 20 de setembro de 2021

O ANDAR DO HOMEM DE DEUS

O cristão sincero não pode viver uma vida santa sem renunciar ao mal.

Andar no conselho dos ímpios: é dar ouvido a idéias de gente que leva a vida por seus próprios recursos, sem a presença e o poder de Deus, fazendo tudo o que vem a cabeça sem se importar com as consequências. Ouvir seus conselhos é fatal.

Deter-se nos caminhos dos pecadores: é seguir com eles numa direção que nos leva para longe da presença de Deus, modificando nossa maneira de proceder, nos tornado semelhantes a eles.

Não se assentar à roda dos escarnecedores: Sãos os piores tipos de ímpios. São arrogantes, orgulhosos, presunçosos, inimigos da paz e da ordem.

O assento do escarnecedor pode ser às vezes muito elevado socialmente, mas fica muito perto da porta do inferno. O homem bem aventurado não frequenta lugares onde há pessoas que zombam de Deus e de coisas eternas.

É interessante notarmos o progresso do estado de degradação a que é levado o pecador. No início começa a escutar o conselho do ímpio (anda); depois pratica a vida ímpia (detém-se), e finalmente faz parte da roda (se assenta) para ensinar e tentar outros a praticar o pecado.

A fonte da nossa alegria deve ser a Palavra de Deus. A leitura constante, regular e diária da Bíblia nos dá segurança do amor, da providência e da Graça de Deus.

Meditar não significa apenas pensar na Palavra de Deus, mas também lê-la em voz alta em tom suave e cantando, fazendo dela parte da nossa natureza e caráter. Devemos imergir-nos, mergulhar-nos por completo, inundando-nos na verdade da Palavra santa.

Quando o Senhor reunir os seus, os ímpios não estarão com Ele.  Esta congregação dos justos não é apenas um privilégio para a eternidade, mas também uma comunhão com o povo do Senhor no presente.

“Aprova, guia, se interessa, tem consideração” pelo caminho do justo. Porém, o caminho dos ímpios perecerá, terminará em ruína, pois são caminhos de morte. (Pv 14.12)

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

domingo, 19 de setembro de 2021

POSSUIDOR DA PALAVRA DE DEUS

“... Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno”. (1João 2:14).

O termo “está” tem o sentido de ficar, continuar a estar presente, não tornar-se outro (não ser falsificado).

“Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado (não misturado, não adulterado, puro), para que por ele vades crescendo” (1Pe 2:2);

“Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti” (Sl 119:11).

O termo “escondi” tem o sentido de entesourar, armazenar, guardar.

• Veja a ênfase de Jeremias para com as Escrituras: “Achando-se as tuas palavras, logo as comi, e a tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração; porque pelo teu nome me chamo, ó Senhor, Deus dos Exércitos”.

O termo “comi” significa devorar, alimentar. Jesus disse: “A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra” (João 4:34).

• É o que conduz a uma vida correta: “Antes de ser afligido andava errado; mas agora guardo a tua palavra” (Sl 119:67).

• Quem sairá vencedor? “Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo” (Ap 1:3).

O verbo “guardar” tem o sentido de olhar atentamente para, ter uma visão clara da palavra, examinar, desfrutar da sua presença.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

sábado, 18 de setembro de 2021

REPRODUZINDO O CARÁTER DE JESUS

Em toda a criação, somente o homem foi feito à imagem de Deus (Gn.1.26). Esse é um grande privilégio que nos honra, tal como Deus somos seres espirituais.

O supremo objetivo de Deus para nossa vida na terra não é conforto, mas desenvolvimento de seu caráter. Ele quer que cresçamos espiritualmente e nos tornemos semelhantes a Cristo.

Tornar-se semelhante a Cristo não é perder a personalidade ou se tornar um clone autômato. Deus criou em nós um caráter único; logo, logicamente não quer destruí-lo.

O cristianismo ocupa-se da transformação do caráter, não da personalidade.

Muitos cristãos interpretam erroneamente a promessa de Jesus de vida em abundância (Jo.10.10), como se fosse saúde perfeita, estilo de vida confortável, felicidade constante, plena realização dos sonhos e o alívio instantâneo dos problemas por meio da fé e da oração. Ou seja, esperam que a vida seja fácil.

Nunca nos esqueçamos de que a vida não gira em torno de nós! Existimos para os propósitos de Deus, e não o contrário. Deus nos dá o nosso tempo na terra para construirmos e fortalecermos nosso caráter para o céu.

É tarefa do Espírito Santo produzir um caráter semelhante ao de Cristo em nós (2Co.3.18) O processo de transformação pelo qual nos tornamos mais semelhantes a Jesus, é chamado santificação. Não podemos reproduzir o caráter de Jesus por nossos próprios esforços.

Somente o Espírito Santo tem o poder de realizar as transformações que Deus deseja para nossa vida (Fp.2.13).

As características de Cristo não são produzidas por imitação, mas por habitação. Nós permitimos que Cristo viva através de nós, pois este é o segredo: Cristo vive em nós (Cl.1.27).

Nós escolhermos fazer a coisa certa nas diversas situações de nossa vida e confiamos no Espírito Santo para nos dar força, amor, fé e sabedoria para fazê-la.

Uma vez que o Espírito de Deus vive dentro de nós, essas coisas estão sempre à disposição quando pedidas.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

sexta-feira, 17 de setembro de 2021

VITÓRIA NA GUERRA

A Batalha não é segundo a carne “Embora andando na carne, não militamos segundo a carne.” (1Co 10.3), não é contra homens, sim, contra satanás “Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal que vivem nas alturas, isto é, os governos, as autoridades e os poderes que dominam completamente este mundo de escuridão.” Ef 6.12;

O soldado de Deus precisa manter-se firme na fé e procurar desempenhar com seriedade e zelo a missão confiada. A vigilância, “Sede vigilantes, permanecei firmes na fé, portai-vos varonilmente, fortalecei-vos” (1Co 16.13), deve ser constante, não se contaminar com o mundo, abrindo brechas através das quais o inimigo possa tocá-lo.

A oração é tão importante quanto o ar que se respira, “com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos” (Ef 6.18), se não houver vida de oração, a derrota está próxima.

A Batalha Espiritual engloba todos os servos que procuram vivenciar o Senhorio de Cristo Jesus (Fp 1.30), não apenas alguns: “Por isso peguem agora a armadura que Deus lhes dá. Assim, quando chegar o dia de enfrentarem as forças do mal, vocês poderão resistir aos ataques do inimigo e, depois de lutarem até o fim, vocês continuarão firmes, sem recuar.” (Ef 6.13).

Os soldados são capacitados e protegidos pelo próprio Senhor a desempenharem a missão, “Porque eu, o SENHOR, teu Deus, te tomo pela tua mão direita e te digo: Não temas, que eu te ajudo” (Is 41.13); “Ó SENHOR, meu Deus e meu Salvador, tu me protegeste na batalha.” (Sl 140.7).

A força vem de Cristo! “Mas o Senhor me assistiu e me revestiu de forças ...O Senhor me livrará também de toda obra maligna e me levará salvo para o seu reino celestial...”  (2Tm 4.17,18).

A vitória na guerra vem do próprio Senhor! “Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo” (1Co 15.57). Não é à força do homem, não são objetos que nos fará vencedores. Somos nesta batalha apenas soldados sob o comando do nosso General.                                                                         

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

DONS DO ESPÍRITO SANTO - PARTE III

Dons espirituais são para que usemos no sentido de promover o reino de Deus no mundo presente.

DONS DE PODER (fazer)

– Habilidade sobrenatural de acreditar em Deus sem dúvidas. Habilidade sobrenatural de combater a descrença. Crer em Deus pela realização do impossível

FÉ, COMO DOM ESPIRITUAL: “A outro, pelo mesmo Espírito, a fé; a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar” 1Co.12.9. Esta fé excede os limites da fé comum a todos os homens, pois ela é sobrenatural.

DONS DE CURA – Refere-se à cura sobrenatural sem ajuda humana.

A cura depende de Deus e da pessoa. Depende de Deus porque Ele decide quem Ele vai curar e quando; Depende da pessoa porque ela tem que ter fé no poder e no amor de Deus para ser curada

A pessoa que ministra a cura é apenas uma ferramenta que Deus usa para comunicar a cura.

Porque fala dons de curar no plural? Porque os males são de muitos tipos:

Imposição de mãos: “...E ele impunha as mãos sobre cada um deles e os curava”;

Unção com óleo: “...E ungiam muitos enfermos com óleo, e os curavam” Mc 6.13;

Propósito dos dons de cura: Libertar doentes e aflitos e destruir as obras de Satanás. Confirmar a palavra pegada. Dar testemunho de Jesus Cristo ressurreto. Glorificar ao Pai.

OPERAÇÃO DE MILAGRES, é a realização impossível. Poder sobrenatural de intervir e neutralizar forças terrenas e satânicas.

Literalmente significa uma exibição de poder que dá habilidade de ir além do natural.

Opera junto aos dons da fé e de cura para trazer autoridade sobre o pecado, Satanás, as doenças e as forças amarradas deste tempo.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

A PALAVRA TRANSFORMADORA

É a idéia é de um ser vivo. Que anda, se move, ou seja ela é dinâmica. Não está amarrada, enclausurada, confinada a interpretação de um povo ou de uma igreja. Não é limitada, sistematizada (Mt 23.4,24). Ela é dinâmica. Surpreende aqueles que pensavam que a tinham no cabresto (Lc 20.39-40).

Jo 7.46. Os guardas que foram prender a Jesus, voltaram presos à Palavra. Quem ouve a Jesus não resiste!

Jo 4.39-42. Os samaritanos, após ouvir o testemunho da mulher, foram conferir os ensinos de Jesus, e voltaram transformados.

A PALAVRA É EFICAZ:

Sendo ela eficaz, transforma o ouvinte fiel. Ela tem este poder transformador. Martinho Lutero, reformador da idade média (período mais negro da história teológica), foi transformado, revitalizado pela leitura de Romanos 1.17 “...o justo viverá pela fé”

A PALAVRA É CORTANTE:

Como ela tem dois gumes, corta primeiramente quem a usa e depois aqueles que recebem o seu ministério. Ninguém está isento de ser cortado pela Palavra. A Palavra é aguda, é certeira. Jesus usava a autoridade da Palavra, porque primeiramente a vivia em sua própria vida (Mt 27.29; Mc 1.22; Lc 4.32).

A PALAVRA É PENETRANTE:

Ela traz a luz os motivos obscuros do inconsciente. Paulo afirma que nada ficará escondido à Palavra (I Co 4.5). A Palavra penetra os mais profundos lugares do nosso coração (Sl 7.9; 17.3; 139.1; Pv 21.2; Ap 2.23). Não há como escapar do exame da Palavra de Jesus (Mt 22.18).

A PALAVRA É APTA PARA DISCERNIR:

Ela julga os valores, faz uma crítica apurada da nossa vida. Analisa nossas intenções diante de Deus e do seu povo e nos leva a nocaute (Hb 1.13). Todas as coisas estão patentes aos olhos daquele que temos que prestar contas.

Essa é a Palavra de Deus. Valorize-a, estime-a, honre-a você é um privilegiado. Faça-a conhecida de todos, em todo tempo em todos os lugares.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

terça-feira, 14 de setembro de 2021

A VIDA QUE DEUS PLANEJOU PARA NÓS

Uma vida liberta dos pecados (Mt 1:21)

Uma vida que tem íntima comunhão com Deus (Lc1:69,74-75)

Uma vida que se satisfaz plenamente com Jesus (Jo 4:14)

Uma vida liberta do poder do pecado (Rm 6:14)

Uma vida que comunica vida (Jo 7:37-38)

Uma vida que não se abala com as circunstâncias (Rm 8:35-37)

Uma vida que pratica o bem (Ef 2:10)

Uma vida cheia de Luz (Jô.8:12)

Uma vida totalmente santificada (1Ts 5:23)

Este tipo de vida é uma dádiva, porque é Deus quem nos dá. É uma vida obtida e não conquistada. É uma vida substituída e não modificada. “Eu vim para que tenham vida, e vida em abundância.” Jô.10:10.

“Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.” (Gl.2.20) Cristo é a vida abundante e esta vida está dentro de mim porque Cristo habita em mim!

“Fui crucificado com Cristo” e “...a vida que agora vivo, vivo pela Fé...” Precisamos reconhecer e crer sinceramente que “em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum” (Rm 7:18). Mas “Cristo em mim é a esperança da glória” (Cl 1:27).

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

 

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

DONS DO ESPÍRITO SANTO PARTE I

Os dons do Espírito Santo estão especificamente disponíveis a cada cristão, conforme o Espírito Santo os reparte e devem ser ativamente escolhidos e esperados. Se dividem em três grupos. I Co.12.7 a 11

Dons de revelação (saber)

Dons de expressão (falar)

Dons de poder (fazer)

Primeiro, veremos os DONS DE REVELAÇÃO (saber)

PALAVRA DE SABEDORIA

Perspectiva sobrenatural para descobrir os meios divinos de cumprir a vontade de Deus em determinadas situações.

Perspicácia ou compreensão sobrenatural das circunstâncias ou de um corpo de fatos através da revelação: isto é sem assistência de qualquer recurso humano, mas unicamente pelo auxílio divino.

Senso de direção divina. Ser guiado pelo Espírito Santo para agir apropriadamente num dado conjunto de circunstâncias.

Conhecimento aplicado corretamente: a sabedoria funciona interativamente com o conhecimento e o discernimento.

Ex: Salomão e as duas mães I Reis 3.16-28

PALAVRA DE CONHECIMENTO

A revelação sobrenatural do plano e da vontade divina.

Implica um entendimento mais profundo e avançado dos atos comunicados de Deus.

Envolve sabedoria moral para uma vida e relacionamentos corretos.

Requer compreensão objetiva com respeito às coisas divinas em deveres humanos.

Pode também se referir ao conhecimento de Deus ou das coisas que pertencem a Deus, como relatado no evangelho.

Ex: Pedro com Ananias e Safira At 5.1-10

Diferença: Salomão não sabia de quem era o filho até ver a reação das mães. Pedro já sabia, tinha o conhecimento da situação.

Este dom pode operar por meio de visões, sonhos, revelações ou pela voz do Espírito Santo.

DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS

Poder sobrenatural para detectar o domínio dos espíritos e suas atividades.

Implica o poder do discernimento espiritual – revelação sobrenatural de planos e propósitos do inimigo e suas forças.

Não é o dom de saber o que se passa na cabeça das pessoas.

Ex: Paulo e a jovem de Filipos At 16.16-18

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz