sexta-feira, 7 de maio de 2021

O TRATAMENTO DA INCREDULIDADE DO POVO DE DEUS

1. DEUS TRAZ LIVRAMENTO AOS QUE CREEM NA SUA PALAVRA NA HORA H – Nm.14.10 = José, Daniel, Masaque, Sadraque e Abede-Nego, Paulo em Jerusalém, Pedro na prisão.

2. DEUS MOSTRA SEU CANSAÇO COM A INCREDULIDADE DO POVO DIANTE DAS EVIDÊNCIAS – 14.11

3. DEUS PERDOA O POVO EM RESPOSTA À ORAÇÃO E REMOVE O CASTIGO – Nm.14.20 = Perdoados, eles seriam não seriam destruídos ali em Cades Barnéia.

4. DEUS NÃO RETIRA AS CONSEQUÊNCIAS DO PECADO – Nm.14.21-23,27-35 = O pecado está perdoado, mas as cicatrizes ficam como advertência.

5. DEUS GALARDOA OS QUE CREEM – Nm 14..24,25 - Calebe – Nm.14.24 – Servo, tem outro espírito, perseverou em seguir a Deus.

6. DEUS JULGA COM CASTIGO OS AMOTINADORES QUE INSUFLARAM O POVO – Nm.14.36-38

7. DEUS NÃO ACEITA ATIVISMO QUANDO NÃO EXISTE SANTIDADE E OBEDIÊNCIA – Nm.14.39-45

a) Não há vitória e prosperidade onde há desobediência – Nm.14.41;

b) Não há vitória onde o Deus da vitória está ausente – Nm.14.42;

c) Não há presença e nem vitória de Deus, onde as pessoas se desviam da vontade de Deus – Nm.14.43;

d) Não há compromisso de Deus de abençoar um povo que desobedece Sua Palavra – Nm.14.44,45.

Rev. Hernandes Dias Lopes   

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz


quinta-feira, 6 de maio de 2021

A PROPICIAÇÃO DOS NOSSOS PECADOS

"E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo." (IJo.2.2)

"... e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados." (IJo 4.10)

Os próprios pecados do homem geram a separação entre ele e Deus (Gn. 2:7; 3:16; Is 59:1-12). O homem torna-se, no mesmo instante, culpado e fraco (Rm 8:5-8).

O pecador é culpado pelos seus pecados pessoalmente, e devido os pecados, ele torna-se fraco para fazer justiça diante do Deus ofendido.

A obra salvadora que Jesus Cristo fez diante de Deus para todos os que creem é vista na palavra "propiciação".

Pela propiciação Deus é tanto o justo quanto justificador daquele que têm fé em Jesus (Rm 3:26).

Por Deus ser justo, nenhum pecador pode viver. Mas, na situação de pecado por parte do homem e de santidade por parte de Deus, Deus enviou Seu Filho para a propiciação (I João 4:10).

Cristo nasceu sob a lei (Gl 4:4) e, em tempo, foi feito pecado por nós (II Co 5:21). Com o pecado do Seu povo sobre Ele Cristo derramou Seu sangue.

Todo o castigo que o pecado merecia; toda a morte que a justiça de Deus pedia; a condenação completa que Deus exigia para o pecador - foram feitas por Cristo. Ele é a propiciação, a expiação, quem paga as consequências. Ele é o purificador dos nossos crimes diante de Deus.

Sendo assim Cristo é a reconciliação, a concórdia, a redenção dos pecadores para com Deus.

Através de Cristo, a propiciação dos nossos pecados, Deus mostra a sua justiça e por Cristo Deus vê como justificado aquele que tem fé em Jesus (Rm 3:26).

Só por Cristo há remissão. Só por Ele Deus é tanto o justo quanto justificador dos nossos pecados.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

quarta-feira, 5 de maio de 2021

CURADOS PELA PALAVRA

Jesus quer curar você, arrancando as raízes do seu passado atribulado, cheio de lembranças amargas.

Lembre-se de que o problema da mulher que andava encurvada teve seu início dezoito anos antes que ela se encontrasse com Jesus.

O tempo não foi e não é impedimento para Jesus; a Sua Palavra é poderosa para libertar e para curar.

Mulher, estás livre... livre do complexo de inferioridade; livre do medo de achar-se feia; livre da discriminação; livre da zombaria; livre de não considerar-se mais mulher e, sim, apenas um traste inútil e desprezível.

Sei que suas emoções estão mais machucadas do que seu corpo.

A alma está encurvada pela amargura e pelo ressentimento; isso resulta em sofrimento intenso que a leva a andar acabrunhada e encurvada, sem esperança de libertação e de cura dos traumas de outrora.

No entanto, esse não é o pensamento de Deus a seu respeito.

Ele quer que cada um de Seus filhos ande de cabeça erguida, livre das consequências infelizes do passado; livre para ser alguém de valor; livre para viver sem as dores da alma e das emoções feridas.

Você está livre do mal, porque Jesus enviou a cura pelo imenso poder de Sua Palavra.

VOCÊ É PROPRIEDADE DO SENHOR.

E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas. (2Co.5.17)

E Jesus completa Sua mensagem, dizendo: Vinde, benditos de meu Pai (Mt.25.34)

Você está livre. Você está curado das feridas do passado.

Você é uma nova criatura pelo poder da Palavra!

Extraído do livro liberto das feridas do passado - Pr. Silmar Coelho

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

terça-feira, 4 de maio de 2021

APRENDENDO COM JESUS

 Aprender dele, caminhar com ele, ser contagiados por ele, negarmos a nós mesmos como ele se negou.

JESUS ENXERGAVA O SOFRIMENTO ALHEIO

Ao passar, Jesus viu um cego de nascença (Jo 9.1) 

JESUS ENXERGAVA AS DEFORMIDADES FÍSICAS — as costas corcundas por 18 anos da mulher encurvada (Lc 13.11), a mão atrofiada daquele homem que estava na sinagoga (Lc 6.6), as pernas imóveis por 38 anos do paralítico do tanque de Betesda (Jo 5.5), os olhos baços do cego de nascença (Jo 9.1), o rosto sem a orelha direita do servo do sumo sacerdote (Lc 22.50).

JESUS ENXERGAVA OS TRANSTORNOS COMPORTAMENTAIS — a nudez e a violência do endemoninhado de Gerasa, que vivia nos sepulcros, gritava sem parar e cortava-se com pedras (Mc 5.1-5).

JESUS ENXERGAVA A TRISTEZA INTERIOR - A dor daquela mulher que já havia perdido o marido e agora estava sepultando o único filho (Lc 7.13), e as lágrimas da irmã e dos amigos de Lázaro, sepultado quatro dias antes (Jo 11.33). Duas vezes, Jesus perguntou a Maria Madalena: “Mulher, por que está chorando?” (Jo 20.13, 15).

JESUS ENXERGAVA O VAZIO EXISTENCIAL - “Quem beber desta água terá sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede” (Jo 4.13-14). Este vazio acontece quando a pessoa não sabe de onde veio nem para onde vai, corre atrás de tudo e não tem nada, experimenta tudo e nunca se satisfaz. Jesus teve compaixão daquela multidão de homens e mulheres famintos “porque eram como ovelhas sem pastor” (Lc 9.10-17).

A sede da alma é mais intensa do que a sede do corpo. O vazio existencial é mais doloroso do que o vazio estomacal.

JESUS ENXERGAVA A PRESSÃO DA CULPA – a mulher pecadora que ele havia perdoado, cheia de gratidão, não se conteve e entrou sem ser convidada na casa de Simão, o fariseu, e fez tudo o que o seu coração desejava: lavou os pés do Senhor com suas lágrimas, enxugou-os com seus cabelos, beijou-os e, por último, os ungiu com o perfume que trazia num frasco de alabastro. Embora fosse uma cena inusitada, Jesus não interrompeu o ritual da mulher e ainda a defendeu, explicando ao seu anfitrião que “aquele a quem pouco foi perdoado, pouco ama”.

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

segunda-feira, 3 de maio de 2021

O ESPÍRITO DO BOM ADORADOR

O Espírito Santo é um Adorador. "Ele me glorificará porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar." (João 16:14)

É Ele quem nos capacita à viver uma vida de verdadeiros adoradores. Se queremos ser verdadeiros adoradores precisamos ter o Espírito Santo e desenvolver comunhão com Ele (2 Co. 13:13).

No velho testamento, Moisés podia ir ao Pai e ter comunhão com Ele. No novo testamento os discípulos podiam ir até o Filho e ter comunhão com Ele.

Hoje temos o Espírito Santo para termos comunhão com Ele e sermos verdadeiros adoradores.

Ele é uma pessoa, a terceira pessoa da trindade, Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Vejamos algumas características do Espírito Santo e alguns cuidados à serem observados:

ELE É PROFESSOR, é Ele quem nos ensina a palavra de Deus (1Co. 2:12,13). E como professor devemos dar a devida atenção à Ele e aprender com Ele.

ELE É GUIA, nos mostra como fazer a vontade de Deus (Atos 8:29). Como nosso guia, devemos andar segundo a sua vontade e não conforme a nossa.

ELE É AJUDADOR, é quem nos ajuda a orar como devemos (Rm 8:26). Devemos sempre pedir sua ajuda quando formos orar.

ELE É COMPANHEIRO, pois Jesus o enviou como aquele que estará conosco até sua volta (João 14:16). Devemos tomar cuidado em não deixá-lo de lado e sermos independentes.

ELE É CONSOLADOR, é Ele quem nos consola nos momentos difíceis de nossas vidas (João 14:16). Como Consolador devemos sempre buscar Nele o consolo que precisamos.

A Bíblia é muito clara quando diz que qualquer pecado cometido contra o Espírito Santo não será perdoado, por isso não devemos entristecê-lo, desprezando-o e negando seu poder e sua presença.

Em toda a bíblia não vemos dizer "Não entristeçais a Deus" ou "Não entristeçais a Jesus", mas "Não entristeçais o Espírito de Deus..."  (Ef 4:30).

Devemos levar a sério a pessoa do Espírito Santo!!! (Lc 12:10) O Espírito de Deus é santo e todo pecado que cometemos o entristece profundamente.

Aurélio Junior / Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

domingo, 2 de maio de 2021

NOSSA PAZ

 "Porque Ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio," Ef 2:14

"E que, havendo por Ele feito a paz pelo sangue da Sua cruz, por meio dEle reconciliasse consigo mesmo todas as coisas..." Col. 1.20

A condição natural do homem em relação a Deus é de separação (Is 59:1,2; Gn. 3:23,24). Estando separado, o homem sem Cristo têm uma condição desesperadora.

A Bíblia mostra tal homem fraco (Rm 5:6; Jr 13:23), pecador (Rm 5:8) e assim, sem esperança (Ef 2:12).

Para que o povo no Velho Testamento se lembrasse dessa condição continuamente eles eram instruídos a oferecer "ofertas pacíficas" para Deus, e só através delas, podiam ter as Suas bênçãos (Êx. 20:24; Lev 4:26).

Judicialmente o homem natural pode ser um cidadão exemplar mas para Deus ele é condenado e tem a ira de Deus sobre ele permanecendo (João 3:18,19, 36).

Fisicamente o homem natural pode ser bonito e forte isso nos olhos do homem, mas é corrupto e tem doença maligna aos olhos de Deus (Is 1:6; Ef 2:1).

Socialmente tal homem pode ter uma boa posição, e ser um homem moral entre os seus semelhantes mas, ao mesmo tempo, está longe de Deus (Ef 2:13).

Religiosamente, o homem pode ser o "príncipe dos judeus" como Nicodemos era ou praticante ao pé da letra como eram os escribas e Fariseus, mas ainda ignorantes do reino de Deus (João 3:1-9; Mt. 15:1-9) e seus inimigos (Rom 8:7; Efés 2:15).

Não é saudável pensar que a situação do pecador sem Cristo é animadora.

Todavia Jesus mudou tudo isso ao verter seu sangue na cruz do calvário por nós.

A todos que reconhecerem e declararem o Senhorio de Cristo em suas vidas, passam a ter o direito a Paz. “Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo” Rm 5:1

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

sábado, 1 de maio de 2021

SOU SIGNIFICANTE EM JESUS CRISTO

 Sou o sal da terra e a luz do mundo – “Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens” Mt 5.13         

Sou uma vara da videira verdadeira, um segmento da vida de Deus – “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador.” “Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.” João 15.1,5                 

Fui escolhido e designado para dar fruto – “Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda” João 15.16              

Sou uma testemunha pessoal de Cristo – “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.” Atos 1.8 

Sou o santuário de Deus – “Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” I Co 3.16

Sou ministro da reconciliação – “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo ”II Co 5.17

Sou cooperador de Deus – “E nós, cooperando também com ele, vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão” II Co 6.1

Estou assentado com cristo nas regiões celestiais – “E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus;” Ef 2.6       

Sou feitura de Deus – “Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas” Ef 2.10         

Posso me aproximar de Deus com liberdade e confiança – “No qual temos ousadia e acesso com confiança, pela nossa fé nele.” Ef 3.12

Posso todas as coisas naquele que me fortalece Filip 4.13

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

sexta-feira, 30 de abril de 2021

A RELAÇÃO COM DEUS

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna - João 3.16

Porque estou certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor! - Rm 8.38-39

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça - 1 João 1.9

Mas quando o Espírito Santo controlar as nossas vidas, Ele produzirá em nós esta espécie de fruto: amor, alegria, paz, paciência, bondade, retidão, fidelidade, mansidão e domínio próprio. - GL 5.22

Não veio sobre nós tentação, senão humana, mas fiel é Deus, que não nos deixará tentar acima do que podeis, antes, com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar. - 1 Co 10.13

Não estejais inquietos por coisa alguma, antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus – Filip 4.6-7

Apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. - Rm 12.1

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto - Rm 8.28

Que é o que o Senhor teu Deus, pede de ti, senão que temas ao Senhor, teu Deus, e que andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao Senhor, teu Deus, com todo o teu coração e com toda a tua alma, para guardares os mandamentos do Senhor e os seus estatutos? - Dt 10.12-13

E o Senhor te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares secos, e fortificará os teus ossos, e serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas nunca faltam. - Is 58.11

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

quinta-feira, 29 de abril de 2021

MISERICÓRDIA DIVINA

A Bíblia diz: “Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens os seus pecados” (2Co. 5.19). O que Deus fez pela humanidade foi terrível para o próprio Deus.

Em Jesus ele se tornou humano e ofereceu a sua vida para expiar os pecados da humanidade. “Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; pelas suas feridas fostes sarados” (1Pe. 2.24).

“A vós também, que noutro tempo éreis estranho, e inimigos no entendimento pelas vossa obras más, agora, contudo, vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, para perante ele nos apresentar santos e irrepreensíveis, e inculpáveis” (Cl. 1.21,22).

Deus proporcionou um único caminho, sem que nós o merecêssemos, para que os homens fossem salvos do pecado. Ninguém o merece. Só o que podemos fazer é depositar a fé no que Cristo realizou, e convidamos outras pessoas a fazerem o mesmo.

A história de Cornélio, relatada em Atos capítulo 10, mostra como Deus age em relação às pessoas cujo conhecimento, sobre a Palavra, é incompleto, mas cujo coração tem fome do Deus verdadeiro, pois Deus dera visões tanto para Cornélio, que era piedoso e temente a Ele, quanto a Pedro que era apóstolo, possibilitando assim que Pedro compartilhasse o evangelho a Cornélio e sua família, que se tornarão cristãos.

O encontro entre os dois foi preparado pelo Senhor.

Alguns cristãos são ousados, outros não. Mas o perdão de Deus sempre se estende, tocando cada pessoa que reconhece a necessidade da misericórdia divina e que deposita nele a sua fé.

Examine o âmago da fé cristã. Não aceite apenas a versão de outra pessoa qualquer, só de ouvir dizer, mas analise você mesmo a Bíblia.

O evangelho de João e o livro de Romanos podem ser boas opções para começar, ou para renovar e esclarecer a sua compreensão.

Porém, há mais um passo a dar. Por mais que alguém estude e pondere o cristianismo, há a necessidade de tomar uma decisão pessoal – Depositar a fé em Jesus, dedicando a vida a segui-lo, não como um grande mestre do passado, mas como o meu Salvador vivo, como o meu Senhor.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

quarta-feira, 28 de abril de 2021

O VERBO É DEUS

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus." João 1:1

"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade." João 1:14

"O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida" I João 1:1

"Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um." I João 5:7

"E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus." Ap 19:13

Cristo é a comunicação real de Deus e por isso é denominado o Verbo (João 1:1) ou melhor, a Palavra de Deus (Ap 19:13). Sendo a Palavra, Cristo é uma comunicação. O que Deus quer que o homem entenda, Ele mostra com Sua expressão ou manifestação.

Cristo é a expressão pela qual Deus fala a nós (Hb 1:1-3) e Deus realmente manifesta-se completamente por Cristo (João 14:9; 17:6).

Deus comunica-se com o homem pecador através do Seu Filho e revela um infinito amor e misericórdia (João 3:16, "de tal maneira"; I João 3;1, "quão grande amor"). Saiba que se Deus nos deu o que havia de mais precioso diante dEle (Pv 8:30) com o propósito de se comunicar com o homem pecador, nenhum outro meio pode ser aceito (João 14:6).

Deus falou-nos nestes últimos dias pelo Filho (Hb 1:1). Não há dominação, visível ou invisível, ou potestade, que existe ou possa existir, ou qualquer outra criatura que se tornou ou que pode se tornar que tomará o lugar da comunicação de Deus.

Cristo está, antes de todas as coisas (Col 1:17), acima de todas as coisas (Ef 1:21) e vencedor para todo o sempre (Ap 19:13-15).

Cristo é o Verbo dado por Deus em misericórdia. Cristo é um com Deus (I João 5:7; João 1:18, "está no seio do Pai").

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

terça-feira, 27 de abril de 2021

DÁDIVAS DIVINAS OU DONS ESPIRITUAIS

 Não nos são dadas para que as retenhamos conosco. São nossas para que as usemos no sentido de promover o reino de Deus no mundo presente.

Não há melhor ilustração disso do que a história contada por Jesus em Mateus 25:14-30, sobre um patrão generoso que partiu para uma longa viagem. Deu a três de seus empregados algum dinheiro para que usassem enquanto ele estivesse longe.

Um recebeu dez mil reais, outro, cinco mil reais, e o outro, mil reais. Quando o patrão retornou, chamou os três e quis saber o que tinham feito.

O primeiro trouxe vinte mil reais, dizendo que havia administrado uma carteira de investimentos e duplicado o valor inicial. O patrão ficou satisfeito ao ver a competência com que ele havia trabalhado, e expressou ao empregado o quanto estava orgulhoso.

O segundo contou praticamente a mesma história. Despejou na mesa a quantia original de cinco mil reais, e mais cinco mil que havia obtido de lucro líquido numa grande transação de terras. A alegria do patrão se refletia em seu rosto e também em suas palavras de elogio e gratidão. Ele também havia feito um bom trabalho.

A essa altura, o terceiro empregado estava um pouco constrangido. Havia uma mistura de medo e orgulho em sua voz ao explicar como havia tomado os mil reais e guardado a quantia num lugar seguro.

Com um sorriso tímido e um pouco de apreensão, contou ao patrão que havia escondido o dinheiro onde ninguém o encontraria. Então entregou ao patrão os mesmos mil reais.

Houve um embaraçoso momento de silêncio que pareceu durar horas. O patrão estava visivelmente surpreso e desapontado. Olhando com firmeza nos olhos do empregado, expressou condignamente sua frustração diante das ações irresponsáveis do homem.

Em sua defesa, o empregado disse ter pensado que o patrão ficaria irritado se perdesse o dinheiro. Sendo isso verdade, o patrão não entendia por que o empregado não havia ao menos aplicado o dinheiro para render juros.

O empregado foi demitido por não ser capaz de gerenciar e administrar recursos importantes. Essa versão de uma história que Jesus contou há tanto tempo enfatiza a verdade de que Deus espera um retorno de seu investimento.

Um dia vamos prestar conta dos recursos cuja administração Ele nos confiou. Devemos ser administradores de nossos dons espirituais de um modo que glorifique a Deus e edifique os outros.

Os dons dados pelo Senhor Jesus não são nossos é de Deus e um dia teremos que devolvê-los.

Qual tem sido seu desempenho como administrador daquilo que você tem recebido de Deus?

Você está usando os dons para a glória de Deus e para servir aos outros?

Onde estão seus dons: na prateleira, no arquivo morto ou na expressão da vontade e propósito de Deus?

Exercite os dons do Espírito Santo que está em você para a glória de Deus e você será o mais abençoado.

Cláudio Ely Dietrich Espíndola

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

segunda-feira, 26 de abril de 2021

PORQUE AMAR A DEUS

“Nós amamos porque ele nos amou primeiro” (I Jo 4.19). Se não fosse essa revelação de Deus a seu respeito o cristão sentiria por ele aquilo que sentem os que não o conhecem: medo, respeito, e pavor.

O cristão ama a Deus porque ele é seu Pai criador, assim como o sentimento humano leva o filho a amar seu pai terreno, da mesma forma ele gera no coração do cristão o amor para com seu pai eterno.

É porém, o amor revelado em Cristo na cruz para a redenção humana a maior força para atrair a pessoa a amar a Deus.

É um mandamento, que se inicia com o verbo AMARÁS. Apesar de Deus não ter necessidade, ele deseja ser amado pelos seus filhos.

Ele quer que o ser humano se relacione com ele em termos de amor, o único tipo de relacionamento que é natural ao modo de ser do próprio Deus.

O primeiro benefício do amor de Deus é que a pessoa se reveste de uma nova alegria em sua vida. Há um novo prazer na alma e seu relacionamento com Deus supera qualquer experiência religiosa que possua quem não tem tal amor.

Aquilo que antes eram deveres religiosos se torna motivo de festa, desaparecem todas suas impressões de obrigatoriedade e tudo se torna novo.

Este amor se reflete na vida diária do adorador. Seu relacionamento se fundamenta e fortifica no amor. Sua conduta passa a ser orientada por novos critérios. Há uma nova forma de considerar as suas posses e de entende-las como posses do próprio Deus.

O amor a Deus é a mola que faz desabrochar um novo estilo de vida, todo um novo estado de sentimentos interiores. É um novo fato para a existência. É por isso que Jesus declarou ser este o maior, o principal e o primeiro de todos os mandamentos.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

domingo, 25 de abril de 2021

EM CRISTO JESUS

SOU FILHO DE DEUS - Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome” (João 1.12)

SOU AMIGO DE DEUS“Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer. (João 15.15)

JÁ FUI JUSTIFICADO – “Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo” (Rm.5.1)

ESTOU UNIDO COM O SENHOR E SOU UM COM ELE EM ESPÍRITO. ”Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito” 1Co.6.17

FUI COMPRADO POR PREÇO – AGORA PERTENÇO A DEUS “Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” 1C0.6.20

SOU MEMBRO DO CORPO DE CRISTO “Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular” 1Co12.27

SOU SANTO “Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus” Ef.1.1

FUI ADOTADO COMO FILHO DE DEUS “E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade” Ef.1.5

TENHO ACESSO DIRETO Á DEUS POR MEIO DO ESPÍRITO SANTO “Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito.” Ef.2.18

FUI REDIMIDO E PERDOADO DE TODOS OS MEUS PECADOS “Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados” Colos.1.14

SOU PLENO EM CRISTO E estais perfeitos nele, que é a cabeça de todo o principado e potestade Colos.2.10

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

sábado, 24 de abril de 2021

CONHEÇAMOS O ESPÍRITO SANTO

Os acontecimentos atuais enfatizam a importância de se prestar atenção à doutrina do Espírito Santo. Não adianta buscar renovação espiritual, avivamento, sem conhecer o Renovador divino.

O Espírito Santo nos assiste diariamente, está sempre conosco, mas é quando o buscamos no afã de conhecê-lo melhor é que o poder de Deus chega.

A Igreja, no início, sem edifícios próprios, com uma liderança informal, mas com cada membro aplicando todas as suas forças à obra e ao testemunho, causou um grande impacto em Jerusalém. É melhor que o Espírito venha e faça as mudanças que Ele desejar e no tempo oportuno.

Devemos dar ao Espírito Santo o primeiro lugar em nossas vidas, pois este é o segredo do sucesso de muitos avivalistas.

Muitas igrejas hoje foram levantadas quando os seus pioneiros buscavam conhecer melhor o Espírito Santo e depois passaram honrá-lo resultando em um despertamento neles.

O Espírito Santo coloca Cristo no centro, pois não fala dEle mesmo mas do Senhor Jesus Cristo (Jo 14.14). O nosso Salvador é glorificado através do Ministério do Espírito Santo; se estivermos cheios dEle iremos viver, para adorar, exaltar, servir e glorificar a Cristo.

As pessoas reconhecem a intimidade do sobrenatural e a proximidade do Deus vivo. (Is 61.8; Ap 1.9-18). Quando isto acontece os lares, são restaurados pela Palavra de Deus; as consciências são despertadas e aumentam o desejo da santidade e o povo de Deus volta à vida reintegrando-se ao serviço do Senhor.

A Igreja assim, dinamizada pelo Espírito Santo compreenderá a sua responsabilidade diante do mundo e então, a evangelização e missões serão a preocupação dos líderes.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

sexta-feira, 23 de abril de 2021

CRISTO É O FUNDAMENTO

"Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo."

Cristo é o fundamento forte pois Cristo é o único Deus sábio (Judas 25) o Deus forte (Is 9:6) Jeová (Joel 2:32; Atos 2:21; 16:31).

Por Cristo ser Deus Ele têm poder para perdoar o pecado, dar a vida e torná-la novamente (João 10:18).

Por Cristo "os cegos veem, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho" (Mt. 11:5) e todos os que confiam nEle são salvos (Atos 16:31).

Por Cristo ser o fundamento forte não é admitido qualquer outro fundamento junto dEle, nem o que é próprio da igreja (seja os seus ofícios, ordenanças ou propósito), de apostolo ou de anjo (Gal 1:8).

Ele é o que está posto e ninguém pode pôr outro além dEle.

Cristo é o fundamento básico e principal. Cristo é a "Principal pedra da esquina" (Ef 2:20) da edificação que têm material de construção, os crentes são "pedras vivas"(I Pe 2:5,6). Os que creem não são confundidos, mas os que não creem, a pedra principal da esquina torna-se uma pedra de tropeço e rocha de escândalo (I Pe 2:7,8). Se a nossa fé está posta sobre "esta pedra" de Cristo, (Mt. 16:18) mesmo tendo obras na carne que sofrem detrimento durante o julgamento por Cristo, (II Co 5:10) seremos salvos (I Co 3:15) pois temos o principal.

Cristo é o primeiro fundamento porque somente por Ele se pode começar um relacionamento com Deus. Não há comunhão entre Deus e o pecador sem haver Cristo, e só Cristo, no meio. Cristo é O mediador (I Tm 2:5,6) entre Deus e o homem.

É só pelo sangue de Cristo o que estava longe pode chegar perto (Ef 2:13; I Pe 1:18,19). O pecador pode ter obras, igreja, intenções, filosofias, tradição, cerimonia, boa família, mas sem Cristo tudo isso é como trapos de imundícia (Is 64:6; Rm 7:18; Fil. 3:9; Ap 3:17,18). Sem haver Cristo primeiramente, Deus não vê o pecador com olhos de amor e perdão (Tito 3:3-6).

Cristo é o único que agrada a Deus pois ninguém pode ir ao Pai sem Cristo (João 14:6). Cristo é o único em quem Deus se agrada (Mt. 17:5), a única porta (João 10:7), o único que é um com o Pai (João 10:30), o único nome pelo qual devemos ser salvos (Atos 4:12) e o que determina se temos a vida eterna ou se não veremos a vida (João 3:36).

Cristo é o único que venceu o pecado, a lei e a morte (I Co 15:54-57; Ap 19:11-20:6). Por isso "ninguém pode pôr outro fundamento do que já está posto, o qual é Jesus Cristo."

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

quinta-feira, 22 de abril de 2021

A CURA PELA CRUZ

 "Carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça; por suas chagas, fostes sarados." 1Pe 2:24.

O espírito do homem o sustenta na enfermidade, mas o espírito abatido quem o suportará? Pv 18:14. Tudo começa no íntimo do espírito. O espírito é o coração do ser humano. Por isso, a Bíblia sustenta a necessidade prioritária de um cuidado essencial com o coração. Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida. Pv 4:23.

O homem natural é um ser espiritualmente separado de Deus, psicologicamente transtornado pelos efeitos arrogantes do pecado e sujeito a todos os males causados pelas moléstias que se manifestam no seu corpo. As doenças são, frequentemente, resultantes dos desequilíbrios emocionais e estes, por sua vez, são consequências da morte espiritual.

O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos. Pv 17:22. O coração alegre é aquele que tem experimentado a salvação graciosa de Deus, em Cristo Jesus. O espírito abatido, por outro lado, causa enfermidades na alma, secando os ossos e permitindo a instalação das doenças em nossos corpos. Quando o sistema imunológico é afetado pelos efeitos universais do pecado na raça humana, sofremos profundamente com as doenças resultantes de nosso enfraquecimento.

A regeneração espiritual é a primeira providência divina para a restauração da espécie humana. Se o pecado nos separou de Deus, causando um estrago irremediável do ponto de vista do homem, só Deus pode nos salvar verdadeiramente deste estado de separação. Por isso, a cruz se tornou o centro cirúrgico da maior operação já realizada.

Fomos salvos da condenação do pecado pela vitória de Cristo; estamos sendo salvos do poder do pecado pela vida de Cristo, e seremos salvos da presença do pecado pela vinda de Cristo. Fomos vivificados em nosso espírito, estamos sendo santificados em nossa alma e seremos glorificados em nosso corpo.

Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer... Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas... Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna. Is.53.3ª e Hb.4.15,16.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

quarta-feira, 21 de abril de 2021

O CRISTÃO ESTÁ EM GUERRA

Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma; (1Pe 2.11)

A vida cristã não é um piquenique de fim-de-semana. É uma luta constante contra vários inimigos. O texto destaca o inimigo que o cristão carrega dentro de si mesmo: as paixões carnais.

Os desejos do nosso corpo, desde o desejo de comer e beber até os desejos sexuais, foram colocados por Deus no ser humano.

Eles, portanto, são válidos, bons e legítimos. Mas quando começamos viver para satisfazer nossos apetites, estes desejos se transformam em paixões carnais.

O desejo legítimo de comer e beber se transforma na paixão carnal da glutonaria e da bebedice.

Os legítimos desejos sexuais se transformam nas paixões carnais da libertinagem, fornicação, adultério, pornografias e assim por diante.

Não é por um simples ato da vontade que vencemos esses desejos fortes do nosso corpo. Só há uma maneira de termos vitória sobre eles. Nossa vida precisa ser cheia do Espírito Santo e controlada pelo Senhor Jesus.

Se perdemos algumas batalhas desta guerra, não devemos continuar caídos, porque o diabo nos derruba e depois põe o pé em nosso pescoço para não permitir que nos levantemos mais. Se pecarmos, devemos nos levantar, voltar ao Senhor Jesus e pedir perdão. Jesus sempre nos perdoa de novo. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” (1Jo.1.9)

Tendo o vosso viver honesto entre os gentios; para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no dia da visitação, pelas boas obras que em vós observem (1Pe.2.12)

Nosso procedimento exemplar deve ser visível a todos. Pelas boas obras e pela prática do bem acabamos com as calúnias contra os cristãos e levamos os homens a glorificarem ao Senhor.

Somos testemunhas vivas para glorificar ao Senhor. "Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus" (Mt 5.16).

Lidiomar T. Granatti / Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

terça-feira, 20 de abril de 2021

O QUE SÃO DONS ESPIRITUAIS?

É a manifestação do Espírito Santo dentro de nós, nos capacitando com poder de Deus para realizar uma tarefa segundo a sua vontade. É uma coisa que acontece entre o seu espírito e o Espírito de Deus e se expressa através da alma e do corpo.

Dons espirituais são literalmente “dons da graça”. Uma parcela da graça que recebemos de Deus veio na forma desses dons e devemos gerenciá-los sabiamente, ou agir como administradores dessa graça.

Nossas dádivas divinas, ou dons espirituais, não nos são dadas para que as retenhamos conosco. São nossas para que as usemos no sentido de promover o reino de Deus no mundo presente.

ORIGEM DOS DONS ESPIRITUAIS: Os dons espirituais são concedidos pelo Espírito Santo de Deus, É ele quem decide quem recebe os dons e, os distribui como quer. Aquele que não conhece os seus dons, não é porque Deus não lhe deu dons; é simplesmente porque ainda não os descobriu; Em 1Co.12.4,7 lemos: “Ora, os dons são diversos... mas a manifestação do Espírito é concedida a cada um, visando a um fim proveitoso”

O PROPÓSITO DOS DONS: Paulo diz em Ef. 4.12, que o propósito dos dons espirituais é: “O aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo”. Se não executarmos nossa tarefa, seremos repreendidos diante do trono de Deus: “Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo para que cada um receba segundo o bem ou mal que tiver feito por meio do corpo” 2.Co.5.10.

Os dons espirituais são concedidos pelo Espírito gratuitamente a todo membro do corpo de Cristo e para a edificação da igreja: “Servindo uns aos outros conforme o dom que cada um recebeu...” IPe 4.10,11. Os dons espirituais não são dados apenas para a edificação de cada membro individualmente, mais para o bem de todos.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

segunda-feira, 19 de abril de 2021

COMO IDENTIFICAR UMA HERESIA

 Não é muito difícil para o cristão sincero identificar uma heresia. Existem alguns aspectos básicos que observados mostrarão a moderna estratégia do diabo, que é a conquista das mentes.

DESARMONIA COM A BÍBLIA

No trato com as doutrinas da Bíblia, podemos dividir os argumentos da seguinte maneira:

Argumento Bíblico; Argumento extra bíblico; Argumento anti-bíblico.

O argumento bíblico é aquele extraído da Bíblia, em uma interpretação correta e lógica. Jesus usou esse argumento em uma sinagoga em Nazaré acerca de sua missão: Lc 4:16-30.

O argumento extra bíblico é o argumento que não tem base na Bíblia, entretanto não se choca com os seus ensinamentos.

O argumento anti-bíblico é aquele que fere, torce, subtrai, acrescenta ou se choca com as verdades ensinadas na Palavra de JESUS. Aqui encontramos as heresias que são anti-bíblicas. Algumas são fundamentadas em versículo ou uma expressão isolada da Bíblia quando basta um pequeno conhecimento dos princípios auxiliares da Hermenêutica para refutá-las.

UNILATERALIDADE DE APRECIAÇÃO DOUTRINÁRIA

Em muitos casos a heresia é caracterizada pelo fato de "escolher" uma doutrina para nela descarregar suas atenções em detrimento das outras. Isto é, afirma a divindade de Cristo abandonando sua humanidade, preocupa-se com o corpo do homem e se aquece da sua alma ou do seu espírito.

CONTRADIÇÃO COM OS FATOS

História e doutrinas baseadas em fatos que não fornecem base para tal; incredulidade para com ensinamentos baseados em fatos reais, bíblicos ou com raízes bíblicas.

Muitos bons cristãos tem sido enganados (qualidade, sorte, laia).

INCOERÊNCIA LÓGICA

Nada impede que o bom senso e a razão sejam usados em matéria de religião. A maioria das heresias não resiste a um confronto lógico com a história, ciência, Bíblia ou com a religião propriamente dita.

A Bíblia prevê o surgimento e a evolução das heresias como um sinal dos tempos.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz