sábado, 30 de novembro de 2019

A SALVAÇÃO É SOMENTE PELA FÉ OU PELA FÉ MAIS AS OBRAS?


Esta talvez seja a mais importante pergunta em toda a Teologia Cristã. Esta pergunta motivou a Reforma: a separação entre a igreja Protestante e a igreja Católica. Nesta pergunta está a diferença crucial entre o Cristianismo Bíblico e a maioria dos cultos “Cristãos”.

A SALVAÇÃO SE DÁ SOMENTE PELA FÉ OU PELA FÉ MAIS AS OBRAS? SOU SALVO APENAS POR CRER EM JESUS OU TENHO QUE CRER EM JESUS E FAZER CERTAS COISAS?

A questão da fé somente ou fé mais as obras se faz difícil por causa de algumas passagens bíblicas de difícil correlação. Compare Romanos 3:28, 5:1 e Gálatas 3:24 com Tiago 2:24. Há quem veja uma diferença entre Paulo (a Salvação é somente pela fé) e Tiago (a Salvação é pela fé mais as obras).

Na verdade, Paulo e Tiago, de maneira alguma, discordam entre si. O único ponto de discordância que alguns afirmam existir é a respeito da relação entre fé e obras. Paulo dogmaticamente diz que a justificação se dá somente pela fé (Efésios 2:8-9) enquanto Tiago aparentemente está dizendo que a justificação é pela fé mais as obras. Este aparente problema é resolvido ao examinarmos com precisão sobre o que discorre Tiago.

Tiago está negando a crença de que a pessoa possa ter fé sem produzir quaisquer boas obras (Tiago 2:17-18). Tiago está enfatizando o argumento de que a fé genuína em Cristo produzirá uma vida transformada e boas obras (Tiago 2:20-26). Tiago não está dizendo que a justificação se dá pela fé mais as obras, mas, ao invés disso, diz que a pessoa que é verdadeiramente justificada pela fé produzirá boas obras em sua vida. Se uma pessoa afirma ser crente, mas não produz boas obras em sua vida - então ela provavelmente não tem fé genuína em Cristo (Tiago 2:14, 17, 20, 26).

Paulo escreve o mesmo. O bom fruto que os crentes devem produzir em suas vidas é citado em Gálatas 5:22-23. Logo depois de nos dizer que somos salvos pela fé, não por obras (Efésios 2:8,9), Paulo nos informa que fomos criados para as boas obras (Efésios 2:10).

Paulo espera tanto de uma vida transformada quanto Tiago. “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (II Coríntios 5:17)!

Tiago e Paulo não discordam em seus ensinamentos sobre a salvação. Eles abordam o mesmo assunto sob diferentes prismas. Paulo simplesmente enfatizou que a justificação vem somente pela fé enquanto Tiago enfatizou o fato de que a fé em Cristo produz boas obras.

Fonte: GotQuestion

Por Litrazini
Graça e Paz

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

EU NÃO POSSO PARAR


“A minha alma consome-se de tristeza; fortalece-me segundo a tua palavra.” – Salmos 119:28

Ao longo da nossa trajetória de vida, passamos por adversidades tamanhas, muitas vezes procuramos forças no nada para poder sobressair de determinadas situações que vem como tempestades para afugentar nossas almas. E, o nosso maior empecilho somos nós mesmos.

Muitas vezes caímos na descrença, pois achamos que não há mais solução, é neste exato momento que precisamos vencer a nós mesmo, crer que existe alguém que tem todo o poder nos céus e na terra e que, está a olhar para nós, E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Mateus 28:18,

Quando as lutas são muito densas, ficamos propício ao desanimo, parece até que o mundo desmorona em nossa volta, olhamos para o lado e para o outro como sobreviver? Certamente é o questionamento que flui dentro de nós, Sobrevieram-me pavores; como vento perseguem a minha honra, e como nuvem passou a minha felicidade. Jó 30:15.

Às vezes, as lutas são tão ferrenhas que não conseguimos ver um palmo a nossa frente, isto porque estamos submerso na aflição que por hora nos abate, e é neste instante que, é imprescindível usar a inteligência, controlar o ânimo, agir com a razão e não com o coração, pois se em meios as angustias agirmos segundo o nosso coração certamente seremos aprisionados em nosso mesmo, porque um coração aflito está condicionado agir sob a dor. Pois estou aflito e necessitado, e o meu coração está ferido dentro de mim. Salmos 109:22.

Em horas assim, temos que usar o equilíbrio, não olhar para a circunstância ao nosso redor, mas centralizar a nossa esperança no que não podemos ver, a saída, e como encontrar saída em momentos tão desesperador, olhando para o inatingível, Deus. Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra. Salmos 121:1,2.

Só podemos ver a direção se olhamos para Cristo, só Nele encontraremos respostas para as nossas vidas, Dá-nos auxílio para sair da angústia, porque vão é o socorro da parte do homem. Salmos 108:12.

Não importa a situação ruim que estivermos a atravessar, o que importa é confiarmos, no único que pode trazer o livramento. Ajuda-me, ó Senhor meu Deus, salva-me segundo a tua misericórdia.Salmos 109:26.

Passar por tempestade é necessário, pois vivemos cercados por ventos, não deixar se levar por ela que é fundamental, e isto é, consegue segurar no verdadeiro porto seguro, O Senhor é a força do seu povo; também é a força salvadora do seu ungido. Salmos 28:8.

Em Deus podemos alcançar abrigo, porque Ele é uma torre forte, e todos os que estão encostas Nele, estão firmados na rocha, podem surgir os vendavas que for, não os moverão de lugar, pois nada consegue mover aquilo que foi firmado por Deus, nada consegue derrubar o que Deus edificou, nada consegue destruir aquilo que Deus tocou.

Nos dias difíceis em que parece que a noite não termina, a solução é buscar a face de Deus, não perder a esperança, acreditar que Deus irá trazer o socorro, não desistir, mais confiar, não retroceder, mais crer, não olhar para trás, mais olhar para o alto, por mais espinhoso que esteja o caminho, existem lugares em que os nossos pés irão pisar sem ser ferido, acreditar em Deus e esperar na sua misericórdia é o melhor remédio para sarar as rachaduras que foram abertas em nosso ser, Em qualquer tempo em que eu temer, confiarei em ti. Salmos 56:3.

Deus vai trazer o refrigério para tua alma, Deus jamais esqueceu-se de você, Ele jamais te abandonou, apenas estar aguardando que você venha pedir a sua ajuda ,Senhor meu Deus, clamei a ti, e tu me saraste. Salmos 30:2

Pra Elza Carvalho

Por Litrazini
Graça e Paz

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

A TUTELA DA LEI E A JUSTIFICAÇÃO PELA FÉ


ESTÁVAMOS SOB A TUTELA DA LEI ATÉ QUE VIESSE A JUSTIFICAÇÃO PELA FÉ. VEJAM:

Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos que creem” (Gl 3.22)

“Mas, antes que viesse a fé, estávamos guardados debaixo da lei, encerrados para aquela fé que se havia de revelar” (3.23).

“De modo que a lei se tornou nosso aio, para nos conduzir a Cristo, a fim de que pela fé fôssemos justificados”(3.24).

“Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio”(3.25).

“Pois todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus”(3.26).

“Encerrou tudo”(3.22) – A lei encerrou os homens em sua prisão, assim lhes transmitindo um senso de culpa e do poder do pecado. A fé (3.23) – A fé referida no verso 22, a fé que justifica. “Estávamos sob” – O tempo verbal imperfeito descreve a atividade incessante da lei como carcereira”.

“A lei nos conduziu a Cristo, em Quem pudemos encontrar justificação, mediante a fé. O estado de tutela pertence ao passado: temos nos tornado espiritualmente adultos, atingindo a estatura de filhos e herdeiros de Deus”.

“Aio”(3.24) Tutor. A lei agia como tutor-escravo para conduzir-nos a Cristo. Desse modo a lei nos orientava como nosso “paidagogos”, orientador de crianças, de qual termo se origina a palavra portuguesa pedagogo... A função da lei termina quando nos tem conduzido a Cristo e nos deixa entregues em Suas mãos, não meramente para receber instrução, mas, acima de tudo, para recebermos redenção, que inclui a completa filiação” (Comentários de “O Novo Comentário da Bíblia”).

“Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus. Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim, e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim. Não aniquilo a graça de Deus; porque, se a justiça[justificação] provém da lei, segue-se que Cristo morreu em vão” (Gl 2.19-21). 

“Todos os crentes foram crucificados com Cristo na cruz. Morreram para a Lei como meio de salvação, e agora vivem para Deus por meio de Cristo, Por causa da salvação em Cristo, o pecado já não tem domínio sobre eles” (Comentários da Bíblia de Estudo Pentecostal).

Pr. Airton Evangelista da Costa

Por Litrazini

Graça e Paz

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

ALEGRE-SE! JESUS ESTÁ TE CHAMANDO PELO NOME


Quando nós meditamos na história da ressurreição de Lazaro narrado no livro de “João 11: 39-43 “ vemos que Jesus mandou tirar primeiro a Pedra que estava a porta do sepulcro.

Para muitos dos Judeus era uma verdadeira loucura fazer isso, até porque Lazaro já estava quatro dias sepultado. A própria irmã do morto “ Marta “ falou isso em “ João 11:39“ e o próprio Senhor Jesus disse a ela: Marta! ” Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus “.

É inevitável que muitas pessoas sejam como Marta, descreem no que Jesus pode fazer através de nossa Fé. A falta de Fé, é como se no meio de nosso caminho existisse uma parede que impede de vermos o outro lado da estrada, travando nossa passagem para prosseguir e impedindo que vejamos o mover de Deus.

Nesta passagem, vemos que Jesus para fazer que Lázaro voltasse a vida precisaria de algo que não dependia dele: “ remover a pedra do Sepulcro “.

Trazendo para nossos dias atuais, fica muito claro que depende de nós removermos pedras de nossas vidas, para que Jesus possa agir por nós ! Tirar a pedra significa primeiramente Crer e Acreditar que irá acontecer uma mudança radical em nossas vidas.

O Milagre só acontece a partir do momento que eu Creio que Deus pode todas as coisas, a jamais questionar o que Ele pode fazer por mim.

Marta no começo não obedeceu a palavra do Senhor Jesus, ela primeiro questionou a Ele, dizendo que já havia 4 dias que seu irmão estava morto, e Jesus disse a ela: ” Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus ”.

Para remover essa pedra que tanto tem atrapalhando e impedindo a visão de muitas pessoas, e as tem deixado cegas para que não possam enxergar o agir de Deus, é necessário ter comunhão com Jesus, não devemos ser guiados pelos nossos próprios conceitos, porque eles falham. A forma pela qual agimos e pensamos, se não for guiado por Deus, chega ao fracasso, e quando nem bem pensamos já estamos tomados pela cegueira espiritual.

Lembre-se que ao remover a pedra que tanto tem atormentado sua vida, você encontrará uma vós que estará em frente ao sepulcro ” Jesus Cristo ” falando e te chamando pelo nome, e você poderá confiar Nele, pois Ele nunca deixará que seus projetos, sua família, seu emprego, seus sonhos sejam sepultados!

Pense nisso! Toda remoção de pedras depende de vontade de fazer “força”. Depende de uma mudança de atitude.

Alegre-se! Jesus esta a te chamar pelo nome, você pertence a Ele e nada vai te destruir e nenhum mal irá sepultar teus planos.

Pr. Marcos Monte

Por Litrazini
Graça e Paz

terça-feira, 26 de novembro de 2019

O SANTO E O PROFANO


“…Assim respondeu o Senhor: “Se você se arrepender, eu o restaurarei para que possa me servir; ... lutarão contra você, mas não o vencerão, pois estou com você para resgatá-lo e salvá-lo”, declara o Senhor.” Jeremias 15.15-20.

Uma coisa é errar intencionalmente, outra coisa é errar por ignorância. Adão e Eva erraram conscientemente. Deus os havia advertido, eles erraram porque quiseram. Eles sabiam das consequências: morte, separação, disciplina, isolamento.

Sansão também foi alertado por seus pais, ele errou porque quis. Seus pais eram crentes, e disseram a ele: “Não se envolva com essas mulheres, são perigosas.” Mas ele errou porque quis.

Judas também errou porque quis: andou três anos com Jesus, viu os milagres que Ele realizava, ouviu Seus ensinamentos. Judas não conviveu com um ser humano comum, ele andou com Jesus, viu os milagres do Mestre, inúmeros, e mesmo assim optou por errar.

Os sacerdotes também desejaram errar: eles viram que Jesus Cristo era o Messias, mas, era mais cômodo agirem como agiam, e erraram conscientemente, crucificaram Jesus.

Os dois ladrões da cruz erraram, eram ignorantes, mas, um deles viu o erro que cometia, e resolveu consertar sua vida: deixou de ser profano.

Saulo de Tarso também errou: mas errou por ignorância, ele pensava que fazia o que era certo, ele perseguia os cristãos, até o dia que conheceu a verdade e optou por aquilo que é santo.

Todos sabemos através das advertências bíblicas o que é errado. Há pessoas agora errando misturando o santo com o profano por ignorância. Nesse texto, Jeremias passava por uma grande luta, ele queria que Deus libertasse a nação, que abençoasse a sua família e a Palavra do Senhor para ele foi:“Vocês não conseguem separar o santo do profano!”

Quem sabe você é uma pessoa santa dentro da igreja, mas, quando sai pelas portas, deixa de ser santo, e passa a ser profano (a)?

Muitos exaltam Jesus na casa de Deus e na rua deixam que o diabo use suas bocas. Misturam o santo com o profano.

O homem tem profanado aquilo que é santo, aquilo que Deus determinou. Muitos casais têm se perdido sexualmente no que é profano.

Nas festas, as pessoas têm participado de momentos que não tem nada de Deus: brigas, contendas, bebidas…

Se separarmos o santo do profano o Senhor nos abençoará! Precisamos aprender a discernir o que é santo e o que é profano.

À queixa de Jeremias o Senhor disse: “Se você se arrepender, eu o restaurarei…” Olha a condicional: ‘SE’.

Deus espera primeiro o arrependimento, então, a obra é feita. Muitos querem a restauração, poucos querem o arrependimento. Quando separamos o santo do profano, o Senhor nos faz como que uma muralha de bronze, as pessoas podem se levantar contra nós, mas, não prevalecem, porque o Senhor está conosco.

O que é de Deus é de Deus, o que é do diabo é do diabo. Você tem o Espírito Santo, separe o santo do profano.

O santo cada vez fica mais santo e o sujo, cada vez mais sujo. A palavra de Deus diz: “O limpo limpe-se mais e o sujo, suje-se mais ainda…”

Obedeça ao Senhor e Ele fará de você um muro de bronze, fortificado!

Pr. Jorge Linhares

Por Litrazini
Graça e Paz

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

CUIDADO COM O QUE VOCÊ PEDE


Outro dia ouvi um fiel e puritano seguidor do Nazareno fazer o seguinte pedido: “Ah, eu gostaria de ter a fé de Abraão!”. Feito o pedido fechou os olhos, sorriu sinceramente e suspirou. Toda a dramaticidade das palavras e expressões comunicavam piedade e um desejo sincero por um tipo de fé invencível, heróica e inabalável. Lindo. E preocupante.

A cena que vi não é incomum, muito menos rara. Milhões de cristãos sonham com as vitórias, as conquistas e os milagres contidos nas narrativas bíblicas. Tudo normal e dentro do script para os ideais daqueles que creem. O problema é que histórias inspiradoras são exatamente isso: inspiradoras. Querer repetir o sobrenatural pode vir a ser frustrante.

Exemplos? Vamos lá. Quantas vezes o mar vermelho e o Rio Jordão se abriram? Quantas vezes um carro de fogo e um redemoinho sugaram um profeta? Quantas vezes o sol parou? Quantas vezes uma família construiu uma arca? Quantas vezes um homem de Deus foi transladado? Quantas vezes um homem andou sobre as águas?

E qual o problema em querer ter uma fé como a de Abraão? Nenhum. Ou todos! Para ser coerente com tal pedido, preciso ser coerente com toda a vida do patriarca. Portanto preciso aceitar todo o pacote, senão serei semelhante aos milhões que amam o Jesus Salvador e odeiam o Jesus Senhor, numa escolha que define que o Jesus que salva é bom, enquanto o que ordena mandamentos não é tão bom assim. Percebe a fragilidade de relações pela metade?

Então, ok, pedido atendido, aqui está a fé de Abraão. Mas não se esqueça de todo o pacote: saia da tua parentela, vá para uma terra sem qualquer preparo, apenas confie que farei de ti uma grande nação, te deixarei anos sem que sua esposa possa te dar filho, depois te darei milagrosamente um filho, depois mandarei que você mate este filho e, bem, em vida, você não verá todas as promessas que lhe foram prometidas. E aí, topa? Não sei você, mas acho firmemente que eu vacilaria.

E note, para chegar-se a conclusão que Abraão é o nosso pai na fé, primeiro ele teve que passar por cada prova. Enfim, se deixar levar pela empolgação e fazer pedidos e promessas sem qualquer ponderação, via de regra, é caminho certo para grandes micos. Vide exemplo o grande Pedro: “De forma alguma te negarei ou te abandonarei, Senhor...” Aham!

A fé precisa amadurecer e se assentar em nosso coração. Pode ser pequena, simples, limitada, sem problemas. O que se exige é que a fé, independente de seu tamanho ou força, seja pura. Pura como a minúscula semente do grão de mostarda. Aí, na perspectiva desta pureza podemos e devemos nos inspirar com os fatos bíblicos e, com fé, nos abandonarmos nas mãos de Deus para vivermos nossas particulares histórias.

Edmilson Ferreira Mendes 

Por Litrazini
Graça e Paz

domingo, 24 de novembro de 2019

PECADORES SALVOS E PECADORES PERDIDOS


Certa mocinha, sentindo que era crente no Senhor Jesus Cristo, apresentou-se a seu pastor a quem pediu para ser batizada e recebida como membro da Igreja Militante.
– Já experimentaste alguma mudança em teu coração? Perguntou-lhe o pastor.
– Já, sim senhor.
– Reconheces que antes foste pecadora?
– Reconheço, sim senhor.
– És presentemente pecadora?
– Sou, sim senhor.
– Então, se tudo isto é verdade, como ousas dizer que estás agora mudada?

A mocinha refletiu um pouco, respondendo, depois, com o rosto saturado da mais santa alegria:
- Antes de me converter a Cristo, eu era uma pecadora que corria, procurando o pecado. Presentemente, depois que fui mudada pelo Espírito Santo, continuo a ser uma pecadora, fugindo sempre do pecado.

Vivemos num mundo de pecados, mas não devemos nos manchar com práticas pecaminosas. Cristo na oração sacerdotal rogou a Deus: “Eu não te peço que os tires do mundo, mas, sim, que os livres do mal.” (Jo.17.15)

Lidiomar Trazini Granatti / Por Litrazini
Graça e Paz

sábado, 23 de novembro de 2019

SEU SOCORRO E A SUA PROTEÇÃO VEM DO SENHOR


”Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará

Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel O Senhor é que te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita O sol não te molestará de dia, nem a lua, de noite O Senhor te guardará de todo mal; ele guardará a tua alma O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora para sempre.” (Sl.121)

Talvez você está nesta situação olhando para os montes, esperando socorro para sua vida, para seus problemas seja eles na família no trabalho, na sua vida financeira ou para aquele problema que aos olhos dos homens possa ser impossível.

Esta com lutas o Senhor é contigo.
Seu filho não quer vir para igreja o Senhor é contigo.

Mas estou desempregado estou devendo não tenho ninguém para me socorrer, estou com uma angustia uma depressão que não passa. Fique calmo porque isso tudo vai passar, o teu socorro não vem de homens e sim do Senhor.

Talvez algum amigo desses, bem amigo ou até algum parente já tenha dito: Olha isso não tem jeito, não tem como reverter esse quadro não, ou já mandaram você se acostumar com essa situação.

Hoje eu quero profetizar na sua vida que tem jeito sim. A resposta:
- O Seu Socorro Vem do Senhor É nele que está o seu socorro, para todas as lutas que você possa enfrentar em sua vida.

– Proteção de Deus - Em outra versão podemos encontrar no lugar da palavra tosquenejará, a palavra dormita ou dormirá. Sabe o que isso significa?

Que Deus não dorme nunca. Ele não permitirá que você tropece nem se o caminho for traiçoeiro, ele será sempre contigo.

– Sombra em Dois Sentidos - Sombra proteção e acompanhamento, quando você esta cansado andando pela rua e debaixo de um sol escaldante você vê a hora de encontrar uma sombra, para estacionar o seu carro na rua você sempre procura uma sombra por que ela serve de proteção, e quando esta andando pela rua ou até dentro de sua casa o que sua sombra faz?
Ela te acompanha.

Assim é Deus o Senhor, é que te protege, o Senhor é quem te acompanha, o Senhor é o seu socorro e a sua proteção. O sol e a lua representam todos os perigos do dia e da noite, portanto fica você sabendo que o Senhor esta contigo quando você esta trabalhando e quando você esta a noite em sua casa dormindo.

– Ele te guardará por complete. Ele não só te guarda aqui, mas te guardará por toda eternidade

Portanto meu irmão nunca desanime, viva uma vida de oração uma vida reta e lembre-se:

–  O seu socorro chegará pois o Senhor nunca te abandona, Ele está sempre no controle de tudo.

Você pode estar passando pela maior luta de sua vida, talvez já esta ate desanimando Deus não quer você desanime, ele quer apenas que você confie nele, pois ele esta no controle de tudo. Pode ficar tranqüilo que o Senhor que fez o céus e a terra vai te socorrer, pois tudo que você passou ate agora ele esteve com você te protegendo e guardando.

Lembre-se você esta vivo respirando porque ate aqui o Senhor te guardou e te guardará para sempre

Luciano Stefanini Pinheiro

Por Litrazini
Graça e Paz

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

UM PRESENTE DE MUITO VALOR, MAS ESTRANHO


Meus irmãos, sintam-se felizes quando passarem por todo tipo de aflições. (Tg 1.2)

Parece um absurdo o que Tiago pede aos membros do corpo de Cristo: sintam-se felizes, tenham suma alegria, aceitem com a maior boa vontade, quando experimentarem todo tipo de aflições, múltiplas provações e toda sorte de dificuldades.

Esse trânsito curto ou demorado pelo sofrimento é uma prova ou um teste a que Deus os submete em benefício deles próprios ou da igreja.

Uma paráfrase chega a dizer que o conjunto de lutas e aflições é um “presente especial” (AM).

Tanto a alegria como a felicidade não são sensações frequentes nem fáceis. Na maior parte das vezes elas dependem das circunstâncias e esperam a dor passar para, só depois, aparecerem.

Mas Tiago está falando de uma felicidade a toda prova em meio a circunstâncias exatamente contrárias.

Por que esse incômodo é um presente especial de Deus? Por que devo me sentir feliz quando, segundo a experiência humana, não há nenhum motivo para alegria?

O pedido que o apóstolo faz é absurdo, algo contrário à lógica por causa daquilo que a provação produz.

Quem interrompe a leitura da Carta de Tiago no verso dois tem razão para ficar confuso e aborrecido. Mas o verso seguinte explica tudo: “quando a sua fé vence essas provações, ela produz perseverança”.

O cristão se alegra porque “a provação abala o entusiasmo infantil, romântico e descompromissado” e aumenta o volume da fé, da paciência, da constância e da perseverança.

As fibras das convicções e da fé ficam mais rígidas e o crente se prepara melhor para a batalha emocional seguinte.

Outro benefício da aflição é que ela nos coloca de joelhos dobrados. Por meio da oração suplicamos o alívio que vem de cima.

Absolutamente nada nos sobrevém por acaso!

Retirado de Refeições Diárias com os Discípulos. Editora Ultimato.

Por Litrazini
Graça e Paz

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

VOCÊ OUVE A DEUS?


Portanto, como diz o Espírito Santo: “Se ouvirdes hoje a sua voz…” – Hebreus 3:7

Diuturnamente ouvimos muitas espécies de vozes, vozes de alerta, vozes de júbilo, voz de desespero, voz sedenta, voz desesperada, voz de encantamento, voz de alivio, voz de aflição, voz de amargura, voz de vitoria. Os gritos soam de todos os lados. Mais você consegue discernir de onde saíram essas vozes quais foram os lábios que as pronunciaram?

A Voz de João Batista ressoava por onde ele passava, Arrependei-vos, Disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías. (João 1:23) Aqui esta uma voz diferenciada, uma voz que ganha destaque, não só pelo seu timbre, mais pela profundidade do seu conteúdo, a voz que soava da garganta de João Batista, expressava o clamor que havia na sua alma, esta era simplesmente, a voz de Jesus Cristo.

Quando ele disse; eu sou a voz do que clama, ele estava falando que, aquilo que ele estava dizendo, não era dele, ele apenas era, porta voz. João Batista era tão somente o eco que dava acoite a voz de advertência de Deus para com a humanidade.

Então, de quem verdadeiramente era o grito que convocava ao arrependimento e denunciava o pecado? Certamente, não era de João e nem de nenhum dos profetas, nem tão pouco dos outros mensageiros de Cristo.

Quem de fato ordena que venhamos nos arrepender dos nossos erros, é Deus. João como todos os demais que anunciavam e anunciam as boas novas do evangelho, nada mais são do que repassadores da vontade de Deus. Jesus é a única voz que tem poder para atravessar o deserto da alma humana.

Essa sim é que adentra o nosso Ser, fazendo separação entre as juntas e medulas, Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. (Hebreus 4:12), Assim é a voz do Espírito de Deus.

O único suficientemente capaz, e, que pode nos conscientizar dos nossos pecados, e, nos convencer que é preciso uma verdadeira mudança. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. (João 16:8).

João, como tantos outros, estava tão convicto disto, que abandonou a sua própria vida em prol do reino de Deus. Eles estavam cientes da voz que ordenará em seu interior os projetos da salvação eterna, isto os condicionava a pronunciarem com mais intrepidez e ousadia a voz forte da verdade que explodia dentro deles, originando assim a essência da vida eterna.

Estes homens conheciam os mistérios de Deus, como também conheciam os adventos das trevas, e, o quanto a humanidade vive erroneamente sob o domínio da escuridão, propensos a sucumbir à voz do mal. Por isto, que eles tinham que gritar com mais rigor e intensidade para sobressair-se. E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho. (Marcos 1:15)

João, simplesmente, sentia na alma os mesmos sintomas do profeta Isaias. Este, que antecedeu a mais profunda voz que deveria existir entre toda a humanidade. A voz do Senhor faz tremer o deserto; o Senhor faz tremer o deserto de Cades.( Salmos 29:8), gritava veementemente a Salvação do Senhor.

Isaias já conhecia a profundidade do amor de Deus para com o Ser humano, ele premeditava a tão gloriosa promessa de Deus para com os homens, Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz (Isaías 9:6), tanto quanto João, ele também transportava a voz de Deus dentro dele, porém, quem conseguia ouvir este tão estrondante som? A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é cheia de majestade (Salmos 29:4). A voz de Deus em Isaias gritou por diversas vezes, mais, Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do Senhor? (Isaías 53:1)

Hoje, como estes que foram usados por Deus, eu também sou a voz do que clama no deserto, no mais sedento deserto do ser humano, a alma, onde está localizada a necessidade em ouvir a voz de Deus, por isso, que eu, também grito sob essa voz que rasga a minha alma me impulsionando a continuar a dizer, Arrependei-vos, eis o momento da salvação, A apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; (Isaías 61:2).

Enquanto houver fôlego em mim, preciso, pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do Senhor. (Lucas 4:19) , porque sei que tão logo, só se prevalecerá o som que vingara de uma única voz, A voz de gozo, e a voz de alegria, a voz do esposo e a voz da esposa, e a voz dos que dizem: Louvai ao Senhor dos Exércitos, porque bom é o Senhor, porque a sua benignidade dura para sempre; dos que trazem ofertas de ação de graças à casa do Senhor; pois farei voltar os cativos da terra como ao princípio, diz o Senhor. (Jeremias 33:11), a voz de triunfo daqueles que voltarão a viver no paraíso, próximo ao Todo Poderoso.

A voz do Senhor está a falar ao teu coração agora, arrependei e crede em mim, sou Eu o Senhor teu Deus quem falo contigo. Trovejou desde os céus o Senhor; e o Altíssimo fez soar a sua voz. (2 Samuel 22:14)

Pra Elza Carvalho

Por Litrazini
Graça e Paz

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

DEIXANDO UM LEGADO ABENÇOADO


O ser humano aprende por imitação. Ao nascer ele precisa de referencial e o pai é a primeira referência masculina para seus filhos. Que responsabilidade, pois o exemplo fala mais do que mil palavras.

Foi o que Deus revelou aos filhos de Israel por intermédio de Moisés: Tão somente guarda-te a ti mesmo e guarda bem a tua alma, que te não esqueças daquelas coisas que os teus olhos têm visto, e se não apartem do teu coração todos os dias da tua vida, e as farás saber a teus filhos e aos filhos de teus filhos (Deuteronômio 4.9)

No Salmo 103.17, o salmista Davi declara que a misericórdia do Senhor é de eternidade a eternidade sobre aqueles que o temem, e a sua justiça sobre os filhos dos filhos. Deus se preocupa com as gerações futuras, pois elas darão continuidade ao legado de seus pais e, principalmente, do pai como sacerdote em seu lar. Quando um pai negligencia seu papel, contraria os preceitos divinos e, consequentemente, colherá os frutos dessa displicência.

Tenha em mente que o amor e a obediência aos princípios da Palavra de Deus são o maior legado que um pai poderá deixar para seus filhos, uma herança que durará para a eternidade. Portanto, seja um excelente pai, esposo, amigo, profissional e servo de Deus. Tenha prazer em investir em seus filhos e exerça a sua função com responsabilidade, pois você prestará contas a Deus a respeito da sua família

Não se preocupe com perfeição, pois somos seres humanos falhos, imperfeitos e carentes de Deus. Contudo, seja um pai presente, que administra bem o tempo dispensado à família, sua maior prioridade nesta terra. Como disse o pastor Billy Granham, "nenhum sucesso do mundo compensa o fracasso do lar". 

Seja sacerdote em seu lar, motivando sua família a crescer nas áreas espiritual, emocional e financeira. Seja compreensivo, paciente, otimista, determinado, corajoso, cheio de fé, amor, graça e autoridade de Deus. Saiba ouvir, perdoar e incentivar. Crie conexão com seus filhos e deixará marcas inesquecíveis na vida deles. Se não houver conexão e química no relacionamento com eles haverá dificuldades na transmissão de seu legado.

O bastão está em suas mãos. Ore para ser melhor do que seus pais foram e que seus filhos sejam melhores do que você tem sido. Passe o bastão com firmeza, coragem e confiança.

Aquele que começou a boa obra em sua vida e na sua família a aperfeiçoará até a volta de Jesus quando Ele virá buscar uma igreja gloriosa, composta por filhos obedientes ao maior exemplo de pai, o Pai do Céu, que nos amou ao ponto de enviar Seu precioso Filho para nos salvar.

Não desista de seus filhos e de sua família. Eles precisam muito de você. Esforça-te e anima-te, porque com este povo entrarás na terra que o SENHOR jurou a teus pais lhes dar; e tu os farás herdá-la (Deteuronômio 31.7). Essas palavras foram ditas a Josué, mas são para você também!

Dra. Elizete Malafaia

Por Litrazini
Graça e Paz

terça-feira, 19 de novembro de 2019

TUDO VAI DAR CERTO


CONFIA NO SENHOR E VOCÊ ESTARÁ SEGURO!

Isaías 46:9-10: ” Lembrem-se do que aconteceu no passado e reconheçam que só eu sou Deus, que não há nenhum outro como eu. Desde o princípio anunciei as coisas do futuro; há muito tempo, eu disse o que ia acontecer. Afirmei que o meu plano seria cumprido, que eu faria tudo o que havia resolvido fazer.”  

Esse é um dos textos mais abençoados da Bíblia e uma das mais ricas profecias. Sabe o motivo? Por que nesse texto o profeta Isaías subiu além da linha do tempo: ele entrou na prospecção da eternidade.

Toda vez que você entra no mundo espiritual, toda vez que você entra no louvor, na adoração e sente que invadiu a eternidade, você sente que está se movendo em um nível acima. Sabe o que aconteceu? Você subiu além da linha do tempo! E neste momento em que você está sob esta unção, não existe passado, não existe presente e não existe futuro. Somente o “agora”. E você se move no mundo Espiritual.

Você concorda que nós vivemos extremamente dentro do “hoje”? E viver dentro do “hoje” nos aprisiona. Quem vive o hoje se preocupa com o futuro! Diz sempre: Será que vai dar certo? Será que eu vou conseguir? Eu não tenho certeza! Meu Deus me ajuda!

Já o profeta inspirado por Deus, o Senhor, começa dizendo assim: “Lembrem-se do que aconteceu no passado e reconheçam que só eu sou Deus, que não há nenhum outro como eu.”.

Você concorda que a Bíblia raramente nos manda olhar pra traz? Aliás, o maior esforço do Senhor é dizer para esquecermos nosso passado e os pecados cometidos. Por quê? Porque o passado nos traz marcas, marcas trazem memórias, memórias congelam as dores que continuarão latentes. O texto diz: “Lembrem-se do que aconteceu no passado e reconheçam que só eu sou Deus”

Você deve vasculhar o seu passado, não para acusar alguém, mas para lembrar-se de quantas vezes Deus veio a intervir em sua vida!

E Deus diz assim: “Eu anuncio o fim desde o início, volta ao seu passado para lembrar que eu sou Deus na sua vida!” Sabe qual a maior necessidade do ser humano? Conhecer o final, porque no meio do processo é que estão os medos, as inseguranças, as incertezas. E o medo que trava suas ideias.

Eu, o profeta do Senhor digo a você que vai dar certo! Vai dar tudo muito certo. Sempre.

Confia no Senhor e você estará seguro!

Robson Rodovalho

Por Litrazini
Graça e Paz