sábado, 31 de julho de 2021

PROGREDIR NO CONHECIMENTO DE DEUS

Ef 2:20-22 fala de nossas vidas como edifícios. Jesus falou que sem fundamento a casa iria ruir (Mt 7:24-29). Deus não vai permitir que construamos um edifício de vários andares sobre um fundamento inconsistente.

Em Hb 5:11 a 6:3 observamos que por não estarem bem fundamentados os cristão não se tornaram praticantes da palavra, não podendo progredir no conhecimento de Deus.

Cada um deve ser mestre, capaz de transmitir os fundamentos aos que se aproximam de Cristo. Que compreenda, pratique e ensine tudo o que se refere a entrada no Reino de Deus, os propósitos de Deus para aquele que entra, bem como os passos que deve dar no início da caminhada.

Para colocarmos o fundamento correto - Jesus Cristo (1Co 3:11), em nossas vidas, devemos lembrar o que o próprio Senhor falou no sermão do monte: "Todo aquele que vem a mim e ouve as minhas palavras e as pratica, eu vos mostrarei a quem é semelhante. É semelhante a um homem que edificando uma casa, cavou, abriu profunda vala e lançou os alicerces sobre a rocha; e, vindo a enchente, arrojou-se o rio contra aquela casa e não a pode abalar, por Ter sido bem construída"   Lc 6:47-48.

Neste texto vemos dois tipos de pessoas: Uma que ouviu e praticou a palavra, cavou bem fundo - não foi abalada. Outra que ouviu e não praticou, sem alicerce, se arruinou

Cavar: arrancar tudo que é nosso limpar de nossas vidas tudo que não vem de Deus. Vamos gastar mais tempo para fazer a casa, o resultado será duradouro.

Devemos cavar até chegar na Rocha. Jesus é a Rocha. Para colocar os fundamentos sobre nossas vidas devemos cavar, abrir profunda vala, até encontrar a rocha.

A rocha no Novo Testamento é o próprio Senhor Jesus. Precisamos então cavar tudo que é nosso, humano e pecaminoso para que só a vida de Jesus floresça.

Jesus Cristo é o único fundamento

Deus é o edificador; e Ele não vai edificar nada sobre uma base errada.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz


 

sexta-feira, 30 de julho de 2021

NOSSO SOCORRO VEM DO SENHOR

Neste mundo, enfrentamos uma enxurrada de atrações tentadoras todos os dias, aí, precisamos de Jesus. Os rios não transbordarão, o fogo não nos queimará. Basta apenas confiarmos em Deus.

Não é a nossa confiança que nos mantém firmes, mas o Deus em quem confiamos é que nos protege. Quando as provações forem tantas a ponto de desanimarmos, lembremo-nos que Jesus tem o escape. Nele, podemos confiar. Nele, obtemos a vitória.

Quando o diabo bater à porta de nossos corações, através das dúvidas e anseios, peçamos a Cristo que o recepcione. A vida está cheia de surpresas e não sabemos em que momento elas virão. Deus nos conduzirá vitoriosos a cada etapa de nossa vida, O fogo não nos queimará.

As vezes o inimigo nos cerca, mas Deus tem um exército de prontidão para nos socorrer. Basta uma ordem divina e ele age imediatamente. Os anjos estão a disposição do Senhor para nos proteger. Ele sabe onde estamos e cuida de cada um de nós com muito amor.

Se vivermos em comunhão com Deus, nos firmaremos nesta promessa: sujeitai-vos, pois, a Deus. Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Lavai as mãos, pecadores, e vós de duplo ânimo, purificai os corações.” (Tg. 4.7,8). Esta é a certeza da nossa grande vitória na batalha espiritual.

Os demônios não são derrotados por nossas próprias forças. Não conseguimos purificar a nós mesmos e perdoar os nossos próprios pecados e nem obter o favor de Deus por nossas boas obras.

Tiago diz: Se vocês quiserem vencer o diabo, tem que submeter suas vidas inteiramente a Jesus Cristo. Não há outro caminho para a vitória.

Se vocês quiserem vencer os vícios, as tentações e as forças invisíveis do mal, submetam-se a Deus, vivendo uma vida de comunhão com Ele.

Muitas pessoas, até mesmo grandes teólogos, apresentam um Deus complicado, mas os planos do Senhor são simples e estão acessíveis a qualquer pessoa.

Tudo o que precisamos fazer é nos entregarmos a ele. Eis algumas coisas que a Palavra do Senhor diz: “Sou santo” (1 Pe. 2.9); Sou inculpável (Cl. 1.21,22); Não há condenação sobre mim (Rm. 8.1,31-39); Sou de Deus (jo. 1.12; Rm. 8.16,17);  Tenho o poder de Deus em mim (Ef. 1.19) ; Sou abençoado em Cristo (Ef. 1.3); Tenho os dons de Deus (Ef. 4.17; 1 Pe. 4.10); Deus me ama (Jr. 31.3; Jo. 3.16).

O Senhor está pronto para nos receber. Podemos orar no quintal, clamar dentro do carro ou, silenciosamente, no local de trabalho. E, quando nos aproximamos de Deus, o inimigo foge. “Levante-se Deus, sejam dissipados os seus inimigos” (Sl. 68.1). Onde quer que nos encontremos, estaremos sempre perto do Senhor.

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

quinta-feira, 29 de julho de 2021

HÁ UM BÁLSAMO EM GILEADE

A Igreja de Jesus Cristo existe para curar. Através do sacrifício feito por Jesus Cristo em nosso favor, as pessoas são libertas da maldição do pecado.

Como Isaías 61:1-3 bem descreve, o Messias veio ao mundo para libertar das cadeias e curar as almas dos que a Ele se submetem. Este poder para libertar e curar, foi conferido à Igreja.

Como ministros de Deus precisamos cuidar para não cair nos erros dos sacerdotes e profetas contemporâneos de Jeremias.

Eles foram rebeldes, desobedientes, idólatras, corruptos: "todos eles são os mais rebeldes, e andam espalhando calúnias; são bronze e ferro; todos eles andam corruptamente..." (Jr 6:28 e 8:10).

Jeremias acusou os profetas e sacerdotes de seu tempo de usarem de suas prerrogativas para tirar proveito pessoal: "coisa espantosa e horrenda tem-se feito na terra; os profetas profetizam falsamente e os sacerdotes dominam por intermédio deles, e o meu povo assim o deseja" (Jr 5:30 e 31).

Tão triste era o quadro que o profeta Jeremias se declarou inconsolável e de luto! (Jr 8:18 e 21).

Por negligência daqueles que tinham a incumbência de instruir o país no querer de Deus, o povo estava enfermo, sofrendo de feridas que não eram devidamente tratadas: "também se ocupam em curar superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: paz, paz, quando não há paz" (Jr 6:14).

Deus, através de Jesus, conferiu à Igreja recursos para tratar as feridas das pessoas.

O lamento de Deus foi demonstrado com uma pergunta: "Porventura não há bálsamo em Gileade? Ou não se acha lá médico? Por que, pois, não se realizou a cura da filha do meu povo?" (Jr 8:22).

O médico de Gileade é Jesus Cristo e o bálsamo, o seu sangue.

A Igreja é o instrumento através do qual o ferido recebe os benefícios do médico e do bálsamo: vida em abundância (Jo 10:10).

A Profecia é específica, para uma pessoa, lugar ou nação, Já a promessa se estende a todo aquele que crê.

Assim como Deus Restaura Israel num quadro que parecia impossível, ELE faz a ti também.

Porque Deus é Bom e O SEU AMOR, dura para sempre.

Rodrigo Martins / Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

quarta-feira, 28 de julho de 2021

ONDE VIVER A ETERNIDADE

Nós todos sabemos com certeza se estamos trabalhando e se estamos ou não casados. A grande maioria, porém, não sabe se tem vida eterna ou não.

A maioria das pessoas que viajam sabe qual será o seu destino final - onde vão viver a eternidade - e poucos saberão responder!

Esta incerteza provém de uma visão errada do que seja obter vida eterna e ir para o céu.

Se você perguntasse a uma pessoa comum como é preciso fazer para ter a vida eterna, sua resposta incluiria uma ou mais frases abaixo:

Viver uma vida honesta; Obedecer os dez mandamentos; Frequentar uma igreja e obedecer as leis de alguma religião; Amar o nosso semelhante; Ser batizado e fazer a primeira comunhão; Seguir os ensinos e o exemplo de Cristo.

Todas essas respostas indicam algo que o homem faz ou tenta fazer. Refletem a ideia popular de que a vida eterna no céu é uma recompensa que o homem consegue na base do esforço próprio.

A Bíblia, porém, afirma claramente que não é possível ganhar um lugar no céu na base do esforço ou mérito próprio.

A vida eterna não é uma recompensa pelo que tenhamos feito ou tentado fazer; é um dom, um presente gratuito. “O dom de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Rm 6:23). “Pois pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie” (Ef 2:8,9).

Enquanto pensarmos que precisamos conquistar nossa vaga na presença de Deus, nunca poderemos estar certos de que fizemos o bastante para merecer o céu.

Quase todos nós, quando conseguimos ser honestos conosco mesmos. Admitimos que não somos suficientemente justos em comparação com os padrões perfeitos de Deus.

Por isso, para muitas pessoas, dizer “Tenho certeza de que vou para o céu” parece o máximo do orgulho e da arrogância.

De fato, seria, se o céu fosse alcançado por meio de boas obras.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

terça-feira, 27 de julho de 2021

A FÉ CANALIZA O PODER DE DEUS

Há muitas coisas que não vemos, mais cremos, como por exemplo, o vento ninguém vê, mas todos creem que ele existe.

A fé tem sua origem na Palavra de Deus.

Em Romanos 10.17 diz: De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Não espere acontecer algum milagre para que você possa crer, comece agora mesmo a ouvir a palavra de Deus, e a fé nascerá em seu coração, e através da fé os milagres irão acontecer.

A bíblia diz: Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus? João 11.40. Não é: ver para crer é crer para ver.

Lembrando que o simples fato de crer em alguma coisa não é o suficiente. Pois a fé não é a fonte do poder, ela é apenas o canal e depende da fonte.

Se a fonte estiver vazia o canal também estará. Se o que você crê está morto, a sua fé também estará.

A fé em Deus não gera o poder de Deus, ela apenas canaliza.

Agora preste atenção: se você crer no Deus todo poderoso criador do céu e da terra, onipotente, isto indica que a fonte está cheia de poder, e nunca ficará vazia, então pela fé canalize este poder para abençoar a tua vida e a vida daqueles que te cercam.

Agora se você não crer, o que estar esperando? Uma razão lógica? Um milagre?

Ou Deus falar pessoalmente com você?

Não importa qual seja a tua resposta; saiba o que a Bíblia diz: E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê. Marcos 9.23

Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam. HB 11.6.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

segunda-feira, 26 de julho de 2021

A FALTA DE PERDÃO

“...Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste ... E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que lhe devia. Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas”. (Mt 18.23-35)

A falta de perdão é um dos maiores problemas do ser humano

Essa incapacidade resseca e deixa amargura.

Todos nós precisamos de perdão, temos sempre alguma culpa. Fomos perdoados na nossa maior dívida. Cristo padeceu deixando-nos o exemplo

O perdão está no âmago da nossa fé em Deus

Perdoar é não fazer julgamento, é um ato de fé em Deus. É deixar nas mãos de Deus o julgamento. Perdoar é liberar de todas as dívidas e colocar tudo nas mãos de Deus

O perdão é fruto do amor. Esse é o sentimento maior que norteia nossa fé, por amor pode-se perdoar no mínimo 490 vezes

Quando não perdoamos alguém, estamos aprisionando essa pessoa. Um vínculo de ódio é formado e a benção se torna impossível

Como não perdoar meu irmão, se Cristo me deu perdão. Nossa dívida era muito maior

Tendo experimentado o amor de Deus. Não poderemos agir sem o espírito do perdão

O ódio produz tormento, tornamo-nos escravos de quem odiamos

A vida se torna amarga, a amargura injeta veneno nas veias

A pessoa que não perdoa fere-se muito mais do que a que não foi perdoada

Se não consigo perdoar meu inimigo, será que Deus me Perdoou realmente?

Perdoar não é dizer que não houve culpa, nem que não houve sentimentos feridos, mas é liberar o devedor da dívida real que lhe pesa, como fez Jesus

Perdoe todos quantos o abandonaram quando você mais precisou, seu vizinho, amigos

Perdoe os mexericos, os líderes que o feriram com palavras e ações

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 



domingo, 25 de julho de 2021

GRAÇA DIVINA

No AT Deus revelou-se como o Deus da graça e misericórdia, demonstrando amor para com o seu povo, não porque este merecesse, mas por causa da fidelidade de Deus à sua promessa feita a Abraão, Isaque e Jacó.

Os escritores bíblicos dão prosseguimento ao tema da graça como sendo a presença e o amor de Deus em Cristo Jesus, transmitidos aos cristãos pelo Espírito Santo, e que lhes outorga misericórdia, perdão, querer e poder para fazer a vontade de Deus (Jo 3.16; 1Co 15.10; Fp 2.13; 1Tm 1.15,16).

Toda atividade da vida cristã, desde o seu início até o fim, depende desta graça divina.

DEUS CONCEDE UMA MEDIDA DA SUA GRAÇA COMO DÁDIVA AOS INCRÉDULOS (1Co 1.4; 15.10), a fim de poderem crer no Senhor Jesus Cristo (Ef 2.8,9; Tt 2.11; 3.4).

DEUS CONCEDE GRAÇA AO CRISTÃO PARA QUE SEJA “LIBERTO DO PECADO” (Rm 6.20, 22), para que nele opere “tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade” (Fp 2.13; cf. Tt 2.11,12; ver Mt 7.21, nota sobre a obediência como um dom da graça de Deus), para orar (Zc 12.10), para crescer em Cristo (2Pe 3.18) e para testemunhar de Cristo (At 4.33; 11.23).

DEVEMOS DILIGENTEMENTE DESEJAR E BUSCAR A GRAÇA DE DEUS (Hb 4.16). Alguns dos meios pelos quais o cristão recebe a graça de Deus são: estudar as Escrituras Sagradas e obedecer aos seus preceitos (Jo 15.1-11; 20.31; 2Tm 3.15), ouvir a proclamação do evangelho (Lc 24.47; At 1.8; Rm 1.16; 1Co 1.17,18), orar (Hb 4.16; Jd v. 20), jejuar (cf. Mt 4.2; 6.16), adorar a Cristo (Cl 3.16); estar continuamente cheio do Espírito Santo (cf. Ef 5.18) e participar da Ceia do Senhor (cf. At 2.42; ver Ef 2.9).

A GRAÇA DE DEUS PODE SER RESISTIDA (Hb 12.15), recebida em vão (2Co 6.1), apagada (1Ts 5.19), anulada (Gl 2.21) e abandonada pelo cristão (Gl 5.4).

Fonte: Bíblia de Estudo Pentecostal / Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

sábado, 24 de julho de 2021

A APARIÇÃO DE DEUS

Será possível que todas as pessoas já se esqueceram das coisas ruins que essa pessoa fez, menos eu?

A igreja era pequena. Tudo era distante. As dificuldades dos moradores produziam suas histórias.

Assim, havia muitas lendas sobre as pessoas que viveram ali.

Conta-se que há muitos anos, uma senhora idosa tinha a fama de ver aparições divinas. 

As pessoas comentavam sobre isso e o assunto chegou aos ouvidos do pastor.

O pastor era daqueles vindos da Alemanha, que trabalharam nas Comunidades evangélicas com muito sacrifício. 

Quando o pastor ficou sabendo que aquela senhora idosa dizia ter tido diversas vezes aparições divinas, foi visitá-la, junto com algumas pessoas da diretoria da Comunidade.

E depois de confirmar com ela mesma sobre as aparições divinas o pastor lhe disse:

- Minha senhora, da próxima vez que Deus lhe aparecer, peça-lhe que ele lhe revele os meus pecados, que apenas Deus conhece. Se Ele lhe revelar isso, acreditarei nessas aparições que a senhora diz haver tido.

Toda a Comunidade ficou sabendo do desafio que o pastor colocou para a velhinha.

Muitos elogiaram a sabedoria salomônica do pastor.

Um mês mais tarde, a mulher apareceu num culto. Veio para conversar com o pastor. 

O pastor então lhe perguntou se Deus tinha aparecido a ela outra vez.

Ela respondeu que sim.

Então o pastor lhe perguntou se ela tinha pedido a Deus o que o pastor lhe havia recomendado. 

– Sim, disse ela. 

– E, então, o que foi que Deus te disse? perguntou o pastor.

– Deus me disse: Diga ao pastor que eu já lhe perdoei todos os seus pecados.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

sexta-feira, 23 de julho de 2021

PODER PARA A VITÓRIA

Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos, (Ef.6.18)

A oração é o que capacita o soldado crente e usar a armadura e brandir a espada do Espírito. A palavra de Deus dirigida aos homens é deveras poderosa, especialmente quando ela se acha em íntima relação com a palavra dos homens dirigida a Deus.

Nós não podemos lutar nessa guerra com as nossas próprias forças, no nosso próprio poder. Moisés orou e Josué brandiu a espada contra Amaleque. Oração e Ação caminham juntos (Ex 17:8-16).

O TEMPO DA ORAÇÃO

Isso significa que nós devemos estar em constante comunhão com Deus. É errado dizer: “Senhor, nós vimos agora à tua presença”, porque o crente jamais tem licença para sair da presença do Senhor. O crente deve orar sempre, porque ele está sempre exposto ao ataque do inimigo.

A NATUREZA DA ORAÇÃO

“Com toda oração” é mais do que um tipo de oração. Devemos usar súplica, intercessão e ação de graças. O crente que ora apenas pedindo coisas está perdendo o real significado da oração que é manter-se em intimidade com Deus, deleitando-se nele.

A ESFERA DA ORAÇÃO

“No Espírito” significa que essa oração precisa ser motivada e assistida pelo Espírito (Rm 8:26-27). Não é oração no monte, ou em línguas, mas no Espírito.

O Espírito nos assiste em nossa fraqueza porque não sabemos orar como convém. O Espírito é como o fogo que faz o incenso da oração subir como aroma suave diante de Deus.

É possível, porém, orar ferventemente, mas na carne.

A VIGILÂNCIA DA ORAÇÃO

Devemos orar com os olhos abertos. Devemos orar e vigiar. Devemos fazer como Neemias: “Porém nós oramos ao nosso Deus e, como proteção, pusemos guarda contra eles, de dia e de noite (Ne 4:9).

Orar e vigiar é o segredo da vitória sobre o mundo (Mc 13:33), a carne (Mc 14:38) e o diabo (Ef 6:18). Porque Pedro dormiu e não orou nem vigiou, ele foi derrotado no Getsêmani (Mc 14:29-31, 67-72).

A PERSEVERANÇA DA ORAÇÃO

A igreja primitiva orou com perseverança (Atos 1:14; 2:42; 6:4) e nós também devemos orar da mesma forma (Rm 12:12). Robert Law disse: “A oração não é para fazer a vontade do homem no céu, mas fazer a vontade de Deus na terra”.

O ALCANCE DA ORAÇÃO – Ef. 6. 18-20

Somos um exército, precisamos uns pelos outros e orar por todos os santos. Quando um soldado cai, tornamo-nos mais vulneráveis. Precisamos uns dos outros. Precisamos orar uns pelos outros.

Nenhum soldado entrando em combate ora só por si, mas também por seus companheiros. Eles constituem um exército, e o sucesso de um é o sucesso de todos. 

Paulo pede oração por si mesmo, não para se livrar da prisão, mas para tornar-se mais eficaz na proclamação do evangelho (Ef 6:19-20).

Hernandes Dias Lopes

Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

quinta-feira, 22 de julho de 2021

PORQUE ESTAMOS AQUI

ESTAMOS AQUI POR UM PROPÓSITO.

Estamos aqui para ser sal da terra (Mt 5:13). Estamos aqui para ser luz do mundo (Mt 5:14) Estamos aqui para ser embaixadores por Cristo (2 Co. 5:17-20)

ESTAMOS AQUI PARA IR

Ide e fazer discípulos Mt 28:19-20. Pregar para todos Lc 24:46-48

A igreja primitiva não ficava sentada esperando o povo vir, eles saíram ao encontro do povo. Quão formosos os pés dos que anunciam coisas boas! (Rm 10.13-15)

ESTAMOS AQUI PARA TER OUSADIA

Nós temos o poder do Espírito Santo, poder explosivo Atos 1:8; 4:31. Não é para ter medo, não é para ficarmos calados Atos 18:9

ESTAMOS AQUI PARA SERMOS PREPARADOS  2 Tm. 2:15

Não precisa ser teólogo... Você conhece Jesus? Ele o transformou? Você foi tocado por Ele? Então você sabe o suficiente para iniciar.

João conta a história do homem cego que foi curado por Jesus. Os Fariseus perguntaram como pode ser e queriam que ele explicasse como um homem que quebra a lei do Sábado pode curar. O homem simplesmente falou: “Como não sei, mas isso eu sei, eu era cego, mas agora vejo.”

Posso não entender tudo sobre Deus e este universo, mas isso eu sei: Eu estava morto, mas agora vivo em Cristo.

ESTAMOS AQUI PARA TER URGÊNCIA

A vontade de Deus é que ninguém pereça 2 Pe 3:9

A colheita está pronta, mesmo antes do que imaginemos João 4:35-38

Eles perecem para eternidade no lago do fogo Ap. 20:10-15

Eles perecem para eternidade no lago de fogo, enquanto nós temos nossa eternidade no céu garantida.

Se soubesse que seria a última vez ou a única vez que tinha para falar com seu querido, amigo, colega da escola, professor, chefe, colega de trabalho... o que você diria?

Eles estão esperando e por isso o céu pode esperar.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

quarta-feira, 21 de julho de 2021

RECEBENDO O MILAGRE

“Não te dei um espírito de temor” (2Tm.1.7)

Pra receber o milagre, não podemos nos desanimar diante do problema que estamos enfrentando, temos que lutar.

Davi, diante do seu problema que era em lutar com Golias, não desanimou, foi a luta e com uma pedra na funda, derrubou o gigante que estava lhe afrontando.

A vitória de Davi não estava naquela pedra, seu poder de vitória estava na sua CONFIANÇA em Deus.

Quem confia em Deus, não se decepciona, recebe a VITÓRIA em Nome de Jesus.

E, quando chegou à casa, os cegos se aproximaram dele; e Jesus disse-lhes: Credes vós que eu possa fazer isto? Disseram-lhe eles: Sim, Senhor. Tocou então os olhos deles, dizendo: Seja-vos feito segundo a vossa fé. (Mt, 9.28,29)

Aqueles cegos fizeram o sacrifício, e Jesus disse: Credes vós que Eu possa curá-los?

- Sim, Senhor, responderam.

Perceba que pra que Deus possa operar milagres na vida da pessoa, ELE QUER VER SUA FÉ.

Jesus olhou nos olhos daqueles homens, mais o que Ele queria ver mesmo era o coração deles. Jesus pode ver a nossa FÉ.

Eles seguiram a Jesus, foram atrás d’Ele, tiveram a atitude de quem realmente precisa de um milagre, NÃO DESISTIRAM. JESUS é a solução dos nossos problemas

Não basta ir atrás, tem que ter FÉ, tem que CRER de todo seu coração.

O nosso maior obstáculo para alcançar nossas bênçãos é a DÚVIDA.

Temos que exercer a nossa FÉ, Deus é grande, Deus é poderoso.

Porque não está acontecendo nada na vida? Vou à igreja, oro, ouço a Palavra, porque não acontece nada.

Deus quer operar na nossa vida, mas temos que entregar não 50%, mais sim 100%. Temos que crer de verdade, que Jesus pode dar a solução para todos os problemas. Só teremos vitória, quando aprendermos a viver na DEPENDÊNCIA de DEUS, e viver pela FÉ.

E disse Jesus: E o justo viverá pela FÉ, se recusar a minha Palavra não terei prazer nele.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

terça-feira, 20 de julho de 2021

CONFIANDO NA SOBERANIA DIVINA

Crer, no sentido empregado por Jesus, significa confiar na soberania dEle e na todo poderosa transformação da ameaça em bênção. Crer em Cristo significa confiar nAquele que, de sua espontânea vontade, aceitou a cruz e todas as agonias inconcebíveis da morte do Filho perfeito.

“Meu servo justo justificará muitos e levará a iniquidade deles” (Is. 53.11). Os piores e mais terríveis sofrimentos que a vida ou a morte podem lançar sobre nós foram levados pelo nosso substituto divino.

“Ele foi entregue à morte por nossos pecados e ressuscitado para nossa justificação” (Rm 4.25).

É essencial que creiamos nesta verdade para nos beneficiarmos deste recurso eterno.

“O aguilhão da morte é o pecado” (1 Co 15.26), mas se Jesus tomou sobre si o castigo de nosso pecado, que sofrimento sobrará para justificar os nossos temores?

Receber pela fé esse preciosismo deve anular a ansiedade e o medo.

Logo em seguida, após a ressurreição de Jesus, Pedro mostrou uma invejável segurança e coragem. Acusou os judeus na mesma cidade em que Jesus foi condenado e crucificado. “Vocês”, disse ele, “com a ajuda de homens perversos, o mataram, pregando-o na cruz” (At 2.23b, NVI).

O que mudou nesse discípulo amedrontado, que buscava com juramentos negar sua passada intimidade com Jesus?

O caminho da paz depende da fé em Deus e no Senhor Jesus, que passou pelo vale profundo da morte e falou para seus seguidores: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou, não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize” (Jo 14.27).

Paulo descreve esta paz que excede todo entendimento como “fruto do espírito”, junto com o amor e a alegria (Gl 5.22).

Não se compara com a paz que conversas com um psicólogo possam prover nem uma solução inesperada para uma ameaça sombria.

Se um dos maiores males que afligem a civilização ocidental hoje é o stress, resultando em depressão, vale a pena atender a recomendação de Jesus Cristo: “Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus, creiam também em mim”!                   

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz


segunda-feira, 19 de julho de 2021

CONSCIÊNCIA MISSIONÁRIA BÍBLICA

A PAIXÃO MISSIONÁRIA FAZ PARTE DO CARÁTER DE DEUS!

Deus é o maior interessado em Missões. Seu desejo de alcançar pessoas demonstra-se desde o Antigo Testamento até o ministério de Jesus, sendo este o grande modelo missionário para a Igreja.

Em Gênesis 12:1ss “Em ti serão benditas todas as famílias da terra”. Em Mt 4:17, logo no início do ministério de Jesus, sua ênfase missionária já evidencia-se“Daí por diante passou Jesus a pregar e a dizer: arrependei-vos porque é chegado o Reino de Deus”.

E como o apóstolo Paulo lembra a Timóteo: “Deus deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade” (1 Tm 2:4). Se o nosso Deus é um Deus missionário, também nós, seu povo, devemos ser um povo missionário.

A AÇÃO MISSIONÁRIA É A CAUSA DA EXISTÊNCIA DA IGREJA

Não haveria igreja nenhuma hoje se não fosse a ação missionária histórica.

É por causa do testemunho da fé do povo de Deus no Antigo Testamento, os quais transmitiram de geração para geração os extraordinários feitos salvíficos de Deus em seu favor, e também do testemunho dos discípulos de Jesus a partir do Novo Testamento, que também nós estamos aqui e agora, sendo desafiados a compartilhar o nosso testemunho.

Nas palavras de Jesus em Mt 28:19-20, assim é o nosso desafio: “Ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos”. 

O ALVO MISSIONÁRIO DA IGREJA É O MUNDO!

Deus está interessado em todas as pessoas, de todas as raças, povos, nações, etnias, tribos, línguas, etc., em todas as gerações, por toda a história da humanidade, desejando sua salvação.

O evangelho de João é muito claro a este respeito quando afirma: “Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3:16). A RESPONSABILIDADE MISSIONÁRIA É DE TODOS!

A primeira certeza que devemos alimentar em nossos corações é a de que todos nós somos desafiados a testemunhar o evangelho de Cristo. Ainda assim, podemos participar da vida missionária da Igreja com toda ousadia, e se não indo, ao menos intercedendo e contribuindo.

A FORÇA MISSIONÁRIA DA IGREJA É O PODER DO ESPÍRITO!

A profundidade e a importância da tarefa missionária da igreja são também sua grande dificuldade. Por esta razão o próprio Jesus preparou seus discípulos dizendo“Mas recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra” (At 1:8). O Deus que chama e envia é também o Deus que capacita!

O CENTRO DA MENSAGEM MISSIONÁRIA É O SENHORIO DE CRISTO!

A ênfase de nossa mensagem não é o ser humano e suas necessidades, mas Cristo e sua vitória definitiva sobre todos os seus inimigos. Ele é o Senhor. Toda a autoridade lhe foi dada.

Nossas vidas foram compradas por preço e não temos o direito de vive-las por nós mesmos.

Marcelo Gomes / Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

domingo, 18 de julho de 2021

FÉ OU CONFIANÇA

A fé é a evidência do cumprimento da promessa de DEUS. O divino privilégio do homem é aceitar, usar, desenvolver desfrutar os frutos da fé.

No mundo material, com frequência confundimos confiança com fé. Inclinamo-nos por depender de nossos sentidos físicos, esquecidos que são ilusórios. Isso não é fé, mas confiança - pois a confiança vem através dos sentidos físicos.

Quando surgem as provas e os desastres, que aparecem fora de nosso controle começamos a afundar e imediatamente, em desamparo e aflição, chamamos:

"SENHOR, AJUDA-ME QUE PEREÇO"!

E é então que fala a voz: "HOMEM DE POUCA FÉ". (Lc. 12:28).

Examinemos a nós mesmos para ver se estamos nos apegando a fé ou à confiança. A fé se desenvolve mediante o uso. Não pode ser ensinada ou forçada, e nem pode ser destruída a verdadeira fé.

Que haja em nós a mesma mente de JESUS, o CRISTO; então haverá fé suficiente para cada necessidade, até mesmo aquela fé que remove montanhas, que modifica o destino das nações, sim, e que traz mundos à existência.

Acrescentemos à nossa fé as obras que mostram os atributos que são expressões do Espírito de CRISTO no mundo.

Assim se desenvolverá a nossa fé, tornando-se para nós a prova de coisas invisíveis.

Precisamos mostrar, por nossas ações, em nossas vidas diárias, que cremos, que temos fé, e que sabemos que se usarmos a fé que possuímos, mais fé nos será dada.

Somente no coração liberto de amor egoísta é que pode aninhar-se a fé que sustentará ao cristão em todas as condições da vida.

Quando a fé nos habita no íntimo, temos verdadeira liberdade e a certeza de que não temos outro Senhor além de JESUS, o CRISTO, e que somos protegidos pelo braço forte do Pai.

O sentimento de segurança, de proteção e de paz que ultrapassa todo o entendimento não pode ser encontrado noutro lugar.

A fé é a promessa enviada de antemão para mostrar que tudo quando pedirmos teremos.

"DE FATO, SEM FÉ É IMPOSSÍVEL AGRADAR A DEUS, PORQUANTO É NECESSÁRIO QUE AQUELE QUE SE APROXIMA DE DEUS CREIA QUE ELE EXISTE E QUE SE TORNA GALADOADOR DOS QUE O BUSCAM".  (Hb. 11:6).

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

sábado, 17 de julho de 2021

PRECISAMOS CONHECER O INIMIGO

Saber com quem estamos lutando e fundamental

“... Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes”. Ef. 6.10-13

QUEM NÃO É O NOSSO INIMIGO – v. 12

• A nossa luta não é contra carne ou sangue – O diabo e seus demônios são os nossos inimigos e não as pessoas. Muitas vezes lutamos contra as pessoas, as odiamos, as agredimos, as ferimos, as atacamos, mas essas pessoas não são nossos verdadeiros inimigos. Precisamos nos unir para declarar guerra contra o nosso verdadeiro adversário. Não podemos fazer do inimigo aliado e do aliado inimigo.

QUEM É O NOSSO INIMIGO – v. 11-12

• O líder – O diabo – O nosso inimigo tem muitos nomes. Cada um mostra uma de suas facetas. Ele é chamado de diabo, Satanás, Lúcifer, antiga serpente, dragão, belzebu, apoliom, abadom, inimigo, adversário, acusador, tentador, maligno, pai da mentira, assassino, deus deste século, príncipe da potestade do ar. Seu currículo é extenso e terrível.

• AS HOSTES DO DIABO – O diabo não age sozinho. Existe uma ordem da desordem.

O reino das trevas possui uma organização;

Existe uma estratificação de poder – há demônios e demônios;

Toda essa estrutura demoníaca foi montada para guerrear contra a igreja – É a cavalaria do inferno. Uma pessoa que não está em Cristo, está sob o poder de Satanás (Atos 26:18; Col 1:13).

CONHECENDO AS CARACTRERÍSTICAS DO INIMIGO – v. 11-13

ELES SÃO PODEROSOS - Nossos inimigos são chamados de principados e potestades, de dominadores deste mundo tenebroso. Seu domínio é de alcance mundial. O mundo inteiro jaz no maligno (1Jo 5:19). O diabo tem um reino. Ele mantém os seus súditos escravizados num reino de trevas. Ele cega o entendimento das pessoas. Ele atua nos filhos da desobediência, fazendo deles seus escravos.

ELES SÃO MALIGNOS - São os dominadores deste mundo tenebroso. São as forças espirituais do mal, que operam na esfera da realidade invisível. São os agentes secretos do mal: levando morte, violência, degradação, engano, perversão. Temos visto guerras, violência, destruição, famílias arrebentadas, feitiçaria, e coisas tenebrosas manipuladas pelas mãos iníquas do diabo e suas hostes.

ELES SÃO ASTUTOS - Eles usam ciladas, estratagemas e métodos diferentes. Ele se transforma até em anjo de luz para enganar. Ele é ameaçador como leão e sagaz como a serpente. Sua astúcia é mais letal que sua ferocidade.

• As quatro propostas astutas de Faraó a Moisés para reter o povo de Israel no Egito: Adora a Deus no Egito; Não vai muito longe; Deixa as crianças; Deixa o dinheiro.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz

sexta-feira, 16 de julho de 2021

DEUS ESTÁ CHAMANDO

“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á”.

Muitos irão para o inferno porque não quiseram ou não conseguiram abrir mão de suas vidas por amor a Deus. Porque consideraram que abrir mão de suas tradições, religião, de seus costumes, de sua zona de conforto para seguir a Deus que não se vê, para um lugar que só conheceremos quando lá chegarmos, por uma promessa que não apresenta nenhum vestígio material ou concreto de que será realizada, é uma prova grande demais. Um sacrifício que não vale à pena.

Que exemplo melhor podemos encontrar no Evangelho que o jovem rico (Lucas 18)? Assim como Abraão, teve o privilégio de ouvir a voz de Deus lhe chamando. Esteve na presença do Mestre. Mas não teve forças para abrir mão de seu mundo, de, como disse Jesus em Mateus 16.25, ‘perder a sua vida’. Ao perder sua vida terrena Abraão, com mais de 70 anos de idade, encontrou a vida eterna.

Quando estava vivo, Moisés deixou bem claro que os únicos homens que foram contados no recenseamento do deserto que entrariam em Canaã seriam Josué e Calebe. O restante morreria e seus corpos seriam deixados no deserto (Nm.14).

Naquela ocasião, assim como Abraão, Josué e Calebe creram na promessa de Deus. Promessa que havia sido feita séculos atrás para Abraão. Quarenta e cinco anos depois, no momento em a terra estava sendo repartida entre as tribos, Calebe se apresenta (Js.14) e lembra Josué da promessa de Deus. Ele nunca duvidou.

Mesmo com o passar dos anos, com o aparecimento das adversidades, dos inimigos que enfrentaram no deserto, ele manteve sua fé no lugar. E foi abençoado.

A bênção do Senhor exige compromisso. Sacrifício. É o princípio da semeadura. Só colhe quem planta.
O chamado que há quase 4 mil anos foi feito ao pai da fé, lá na Mesopotâmia, continua sendo feito até hoje.

A diferença, no entanto, é especial. Abraão não tinha idéia de para onde iria. Nós sabemos para onde iremos. E com quem estaremos.

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz 

quinta-feira, 15 de julho de 2021

O LAR SUPRIDO POR DEUS

"Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois ele supre aos seus amados enquanto dormem", Sl.127.2.

Os suprimentos que realmente importam, não são aqueles que são conseguidos pelos nossos esforços e labutas inúteis, mas aqueles que chegam até nós pela graça e dom de Deus

Devemos nos contentar com o que recebemos de Deus, Hb 13.5, "Seja a vossa vida isenta de ganância, contentando-vos com o que tendes; porque ele mesmo disse: Não te deixarei, nem te desampararei."

Vejam o que era para Paulo este suprimento de Deus, Fp 4.19, "Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus."

Reportemos também a experiência de Davi, Sl 37.25, "Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão."

Dt 28.1-5, "1 Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra; 2 e todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, se ouvires a voz do Senhor teu Deus: 3 Bendito serás na cidade, e bendito serás no campo. 4 Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto do teu solo, e o fruto dos teus animais, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas. 5 Bendito o teu cesto, e a tua amassadeira."

Feliz é o lar que credita seu suprimento somente a Deus!

Transcrito Por Litrazini

http://www.kairosministeriomissionario.com/

Graça e Paz